MENU

11 de abril de 2016 - 21:19European Le Mans Series

ELMS 2016: Quem é quem – equipes LMP3

RIO DE JANEIRO - O blog A Mil Por Hora segue a apresentação dos times que vão disputar o European Le Mans Series em 2016 (ainda nesta semana, tem a turma do WEC, calma…). E agora é hora da divisão LMP3. Ou melhor: da divisão Ligier JS P3. Porque dos 20 carros que se apresentam para a etapa inaugural em Silverstone, somente um não foi construído pela Onroak Automotive de Jacques Nicolet. Pior é que esse carro deveria ser um Riley-Ave LMP3 mas o carro não ficou pronto a tempo para a estreia e a equipe MurphyP3-3Dimensional.com terá que se socorrer de um Ginetta-Juno, carro que começou com tudo ano passado, era maioria absoluta no grid e acabou preterido pela maioria dos times para 2016 – inclusive os que adquiriram o chassis do construtor britânico ano passado.

A LMP3 tem uma fórmula simples: motor, eletrônica, transmissão, câmbio e pneus têm fornecedor único para deixar os custos próximos de € 420 mil, com os carros podendo ser conduzidos por dois a três pilotos – desde que um deles tenha graduação prata ou bronze. É uma divisão Pro-Am, portanto. Seis construtores estão autorizados pela FIA e pelo ACO a construir chassis, mas Jacques Nicolet não pode ser considerado culpado pelo fato das escuderias preferirem seu projeto e com toda razão: o Ligier JS P3 é o protótipo que mais se aproxima do conceito atual e futuro dos LMP2, que compõem a divisão principal do ELMS.

Neste ano, diversas equipes surgem, empolgadas pela possibilidade de crescimento e de, num futuro próximo, acabarem envolvidas no próprio certame europeu e quem sabe até, no WEC. Entre algumas das atrações estão o time cujos sócios são o antigo piloto de Fórmula 1 Olivier Panis e Fabién Barthez, aquele mesmo que foi campeão com a seleção francesa na Copa do Mundo de 1998 e na Eurocopa de 2000 e a M.Racing-YMR – sigla para Yvan Muller Racing. O multicampeão do WTCC sobe das categorias nacionais para seu primeiro desafio em certames internacionais como chefe de equipe. Vamos ver como a equipe dele vai se sair diante de escuderias com alguma estrada no automobilismo.

Vamos aos times, portanto:

UNITED AUTOSPORTS
Site oficial: www.united-autosports.com
Sede: Garford, Leeds (Inglaterra)
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Alex Brundle/Mike Guasch (#2) e Matt Bell/Mark Patterson (#3)

United-2

Com chefia de Zak Brown e Richard Dean, a United Autosports corre com bandeira dos EUA e sede em Leeds, na região de Garford. Dos times inscritos para a LMP3 neste ano, talvez seja uma das mais experientes escuderias, já que possuem tradição em provas de Grã-Turismo, voltando aos protótipos após uma curta experiência numa Petit Le Mans há alguns anos com um OAK Pescarolo LMP2. Desta vez, optaram pelo seguro e vão de Ligier JS P3 Nissan neste novo desafio. As duplas de pilotos mostram uma interessante mescla entre dois profissionais rápidos e experientes com dois gentleman drivers dedicados e – melhor ainda – com dinheiro. Alex Brundle, filho do antigo piloto de F1 Martin Brundle, forma a dupla do carro #2 com Mike Guasch, enquanto Matt Bell dividirá o carro #3 do time com Mark Patterson, sul-africano de 64 anos radicado nos EUA que teve Oswaldo Negri como “coach”.

OAK RACING
Site: www.oak-racing.com
Sede: Le Mans, França
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Jean-Marc Merlin/Erik Maris (#4) e Pierre Nicolet/Jacques Nicolet (#24)

OAK-24

Construtora e também equipe, a OAK Racing também estará no ELMS nesta temporada, trazendo dois carros de sua fabricação (que dúvida…) para o grid. O chefão Jacques Nicolet estará a bordo no carro #24 junto ao filho, Pierre. No outro bólido, os entusiastas franceses Jean-Marc Merlin e Erik Maris, ambos com passagens pelo ELMS e WEC, além das 24h de Le Mans, vão disputar todo o certame. A equipe conseguiu o apoio do Ingenico Group para a empreitada, trocando o preto e o rosa, cores tradicionais do time, por aplicações de vermelho e azul nos dois protótipos do time da terra da Bastilha.

BY SPEED FACTORY
Site: www.speedfactory.es
Sede: Alcasser, Espanha
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Álvaro Fontes/Jesús Fuster/Tom Jackson (#5)

BySpeed-5

Após uma razoável estreia em 2015, a equipe Speed Factory – com sede na Espanha, porém administrada por lituanos – vai para sua primeira temporada completa no ELMS. O time chefiado por Darius Steponavicius tem como grande novidade a participação do experiente espanhol Álvaro Fontes, de 44 anos, ao lado do compatriota Jesús Fuster e do britânico Tom Jackson. No ano passado, com Dainius Matijosaitis e Konstantin Calko, chegaram em 3º lugar entre os times inscritos na LMP3, com dois pódios em Imola e Paul Ricard, tendo um 2º posto como melhor resultado. Trocaram o Ginetta-Juno LMP3 pelo Ligier JS P3 neste ano.

360 RACING
Site: www.360racing.net
Sede: Towcester, Northants (Inglaterra)
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Ross Kaiser/Terrence Woodward/James Swift (#6)

360-6

Com sua sede vizinha à pista de Silverstone, a 360 Racing é uma das novas equipes na categoria em 2016. Chefiada por Mark Owen, a organização fundada em 2005 tem experiência anterior nas séries Radical Sports Cars antes da primeira empreitada no ELMS com mais um Ligier JS P3. Os pilotos são todos britânicos: Ross Kaiser, 33 anos, atual campeão do Radical European Masters; Terrence Woodward, 46 anos, também campeão do Radical European Masters no ano passado e James Swift, que estava há algum tempo afastado das pistas. Devem fazer figuração em todo o ano.

SCUDERIA VILLORBA CORSE
Site: www.villorbacorse.com
Sede: Carità di Villorba, Itália
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Roberto Lacorte/Giorgio Sernagiotto/Niccolò Schirò (#7)

ligier_js_p3

Fundada em 1992, Scuderia Villorba Corse estreou na classe LMP3 e nas competições de protótipos após razoável experiência com modelos Grã-Turismo e monopostos. Em quatro provas ano passado, conquistou dois pódios no Red Bull Ring e em Paul Ricard como melhor resultado. O time italiano terá mais uma vez a bordo os pilotos Roberto Lacorte e Giorgio Sernagiotto, trazendo como novidade um terceiro nome: Niccolò Schirò, de apenas 22 anos, terá sua primeira experiência com carros do gênero. O time também mudou de fornecedor de chassis, trocando a britânica Ginetta pela francesa Ligier. Com tantos bons pilotos noutros times e escuderias de melhor nível, farão muito se terminarem o campeonato entre os dez primeiros.

RACE PERFORMANCE
Site: www.race-performance.ch
Sede: Basileia, Suíça
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Marcello Marateotto/Giorgio Maggi/Bert Longin (#8)

RacePerformance-8

Campeã do Asian Le Mans Series na última temporada, a equipe suíça Race Performance também vai se dividir – a exemplo de algumas rivais – entre LMP2 e LMP3. O time chefiado por Michel Frey aderiu à nova classe LMP3 visando ganhar mais experiência para um esquema com dois carros em 2017 na classe principal do ELMS. O experiente belga Bert Longin, de 50 anos, lidera a tripulação com dois ítalo-suíços a bordo: Marcello Marateotto, que vem do Radical European Masters e Giorgio Maggi, que vem do AsLMS e dos protótipos CN.

GRAFF RACING
Site: www.graffracing.fr
Sede: Morangis, França
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Eric Troulliet/Paul Petit/Enzo Guibbert (#9) e Sean Rayhall/John Falb/Enzo Potolicchio (#10)

Graff-10

Pascal Rauturier segue em busca do sonho de trazer a Graff Racing de volta às 24h de Le Mans. Enquanto isto não acontece, o time francês, de larga experiência nas pistas, alinha para 2016 no ELMS e na classe LMP3 com dois bólidos. E com bons pilotos a bordo, principalmente o estadunidense Sean Rayhall, outro que tem como “coach” o brasileiro Oswaldo Negri. Ele dividirá o carro #10 com o compatriota John Falb e o venezuelano Enzo Potolicchio, que acabou ocupando a vaga que seria de Bob Corliss, outro piloto dos EUA. No carro #9, uma trinca 100% francesa, formada por Eric Troulliet/Paul Petit/Enzo Guibbert, que não deve emocionar. Do #10 pode se esperar bons resultados ao longo do campeonato.

EUROINTERNATIONAL
Site: www.eurointernationalgroup.com
Sede: San Pietro Mosezzo, Itália
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Marco Jacoboni/Giorgio Mondini/Andrea Roda (#11) e Andrea Dromedari/a definir (#12)

EuroInternational-11

Com base na Itália e também nos EUA, precisamente em Indianápolis, a tradicional escuderia Eurointernational, chefiada por Antonio Ferrari, faz em 2016 sua estreia na classe LMP3 do ELMS após uma participação na Fórmula 3 Europeia. Quatro pilotos já foram definidos – todos italianos. As atrações são o experiente Giorgio Mondini, que chegou a ser piloto de testes na Fórmula 1 pela Midland (lembram?) e o jovem e rápido Andrea Roda, filho do veterano Gianluca Roda. A julgar pelo know-how que possuem noutros certames, o time pode ser uma das boas surpresas da categoria e da temporada. A ver.

INTER EUROPOL COMPETITION
Site: www.iecompet.eu
Sede: Alemanha
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Thomas Dagoneau/Jakub Smiechowski (#13)

Inter Europol-13

Dos Balcãs vem uma das maiores novidades da temporada 2016. Para provar que a Polônia pode ir além de Lato, Boniek, Lewandowski e Robert Kubica no esporte, a Inter Europol Competition estreia na classe LMP3 este ano com um Ligier JS P3 Nissan, seguindo a tendência dos times da divisão recém-criada. A sede do time, curiosamente, é fora de seus domínios, mais precisamente na Alemanha. Com a experiência anterior na Fórmula Renault alemã e na BOSS GP, a equipe quer fazer um bom papel em seu campeonato de estreia. O polonês Jakub Smiechowski teria a companhia do alemão Martin Hippe, mas este último foi substituído por Thomas Dagoneau, de 32 anos, que já competiu na série com um Oreca FLM09 da classe LMPC, hoje extinta na Europa.

MURPHYP3-3DIMENSIONAL.COM
Site: www.murphyprototypes.com
Sede: Dublin, Irlanda
Carro: Ginetta-Juno LMP3
Pneus: Michelin
Pilotos: Tony Ave/Doug Peterson (#14)

3Dimensional-14

A Murphy Prototypes será a única equipe de todo o campeonato da LMP3 nesta temporada a não correr com o modelo Ligier comercializado pela Onroak Automotive. O time fez uma parceria com Tony Ave, piloto e construtor do Riley-Ave LMP3, que deveria estrear em Silverstone no próximo fim de semana. Porém, o carro não ficou pronto a tempo e foi substituído nos ensaios do Prólogo por um Ginetta-Juno LMP3, carro que será utilizado na prova inaugural do campeonato. Tony Ave e Doug Peterson vão tentar aproveitar a situação para, quem sabe, abocanhar uns pontinhos na rodada de abertura.

RLR MSPORT
Site: www.rlrmsport.com
Sede: Bolton, Inglaterra
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Morten Dons/Ross Warburton/Ossy Yusuf (#15)

RLR-15

Sob o comando de Nick Reynolds, a escuderia RLR Motorsport segue a parceria com a Universidade de Bolton para mais uma temporada na classe LMP3. O time não disputou o campeonato completo ano passado e trocou de chassi para 2016 – sai o Ginetta-Juno e entra o Ligier JS P3 Nissan. Na retaguarda, está também o competente engenheiro Jason Longworth, trabalhando com os novos recrutas: o dinamarquês Morten Dons terá a companhia de dois britânicos na empreitada – Ross Warburton e Ossy Yusuf, que têm pouca experiência internacional. Se conseguirem marcar pontos ao longo de todo o campeonato já terão feito muito.

PANIS-BARTHEZ COMPETITION
Site: não tem
Sede: Douarmenez, França
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Eric Debard/Valentin Moineault/Simon Gachet (#16)

Panis-Barthez-16

Uma das grandes novidades da LMP3 e do ELMS para este ano é a estreia da equipe formada pelo antigo piloto de F1 Olivier Panis e pelo carequinha Fabién Barthez, que como piloto foi um grande goleiro. Barthez, além de sócio do time, é piloto na classe LMP2. Com suporte da Tech 1 Racing, a escuderia foi formada rapidamente e em menos de um ano começa a sua campanha no automobilismo internacional. O Ligier JS P3 Nissan do time terá uma tripulação 100% francesa – Eric Debard/Valentin Moineault/Simon Gachet.

ULTIMATE
Site: www.ultimate35.com
Sede: Rennes, França
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: François Heriau/Jean-Baptiste Lahaye/Matthieu Lahaye (#17)

Ultimate-17

Egressa do certame VdeV francês, a equipe Ultimate Racing faz sua estreia na LMP3 neste ano. O time sediado em Rennes tentará usar sua experiência com os protótipos CN para fazer uma boa primeira temporada no ELMS. A principal atração é a volta de Matthieu Lahaye, piloto de 30 anos, às competições internacionais. Ele foi 4º colocado no WEC em 2012 e terceiro no ELMS em 2010. Seu irmão mais novo, Jean-Baptiste Lahaye, vem das provas de monoposto. E François Heriau completa a trinca.

M.RACING-YMR
Site: racing.yvanmuller.com
Sede: França
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: Alexandre Cougnaud/Thomas Laurent/Yann Ehrlacher (#18)

YMR-18

Yvan Muller Racing chega ao ELMS com sua equipe para a primeira aventura internacional, após experiências nos certames Mitjet, Superturismo e Porsche Carrera Cup na França. O piloto da Citroën no WTCC começa a ensaiar a passagem para o outro lado do balcão. Sem fugir ao habitual, a equipe vai também competir com o protótipo Ligier JS P3 e o principal nome na trinca já anunciada é o de Alexandre Cougnaud, que disputou a F3 Euro Open, hoje Euro Formula. Thomas Laurent, que defendeu a DC Racing na última temporada do AsLMS e o jovem de 19 anos Yann Ehrlacher, cria de Yvan Muller no Mitjet e Supertourisme, completam o trio.

DUQUEINE ENGINEERING
Site: www.duqueine.fr
Sede: St. Martin de Valgagues, França
Carro: Ligier JS P3 Nissan
Pneus: Michelin
Pilotos: David Halliday/Dino Lunardi/David Droux (#19) e Romain Iannetta/Eric Clément/Maxime Pialat (#20)

Duqueine-20

O grupo Duqueine, com sede em St. Martin de Valgagues e especializado em materiais compósitos, estreia no ELMS com um forte investimento para fazer um bom papel em seu ano de estreia na competição europeia. No VdeV, certame que disputarão em paralelo, já começaram bem e ganharam a primeira prova em Barcelona. O time chefiado por Yann Belhomme vem com dois protótipos Ligier JS P3 e alguns pilotos de razoável experiência – David Halliday e Romain Ianetta, por exemplo, já disputaram algumas vezes as 24h de Le Mans. A equipe é fechada por outros pilotos que pagam a conta, entre eles os suíços David Droux e Maxime Pialat.

4 comentários

  1. Fernando Silva disse:

    Além do figura do Barthez, temos na Argentina também o ex-goleiro do Boca Juniors Pato Abbondanzieri como piloto, se não estiver enganado.

  2. Zé Maria disse:

    Ao escriba:
    Curiosa essa hegemonia dos Ligier.
    Ninguém mais se interessou em participar, foi isso?
    Qual o motivo, se é que existe?
    Abraço.
    Zé Maria
    PS: nenhuma palavra sobre o caso Emerson Fittipaldi?

    • Rodrigo Mattar disse:

      A questão passa não só pelo projeto que lembra o protótipo LMP2 como também pelo alto poder de persuasão da Onroak Automotive em conseguir uma boa cartela de clientes.

  3. Arlindo Schunck Filho disse:

    Prezado Rodrigo,
    Gostaria de comentar que o Yann Erlacher é sobrinho do Yvan Muller, filho da Catthy Muller, que correu de Indy Ligth nos EUA. Ele foi Campeão Francês de Mitjet no ano passado, superando diversos nomes, entre eles, o multicampeão Sebastian Loeb, também Alsaciano e em 2015 colega do Yvan Muller na equipe Citroen de WTCC.
    Parabéns pelo seu trabalho. Estou compartilhando com a França.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>