MENU

13 de maio de 2016 - 14:18Fórmula Indy

Back to Glen

indycar-watkins-glen-2009

Justin Wilson comanda o pelotão rumo à vitória em 2009: seis anos depois, a Fórmula Indy está de volta a Watkins Glen!

RIO DE JANEIRO - A Fórmula Indy rapidamente arrumou uma solução após o cancelamento da prova de rua prevista para Boston, no estado do Massachussets. A categoria volta ao sensacional circuito de Watkins Glen, que foi por muito tempo o palco do GP dos EUA de Fórmula 1 e nos últimos anos recebia a Nascar e o IMSA Weather Tech SportsCar Championship, afora outras categorias.

Recentemente, a pista passou por melhorias e foi repavimentada – o que deve tornar as provas por lá ainda mais sensacionais. A Indy deve correr no mesmo traçado dos GTs e Protótipos da IMSA, que lá fazem as 6h de Watkins Glen – que também é o mesmo do título mundial de Emerson Fittipaldi em 1974. A Nascar usa uma variante menor, mas não menos interessante e repleta de grandes corridas.

Além das seis provas ininterruptas da atual Indy entre 2005 e 2010, houve três provas da finada CART em Glen, nos anos de 1979 a 1981. Bobby Unser, irmão de Al Unser e tio de Al Unser Jr. ganhou duas vezes. Rick Mears venceu a outra. Na série mais recente, Scott Dixon ganhou por três oportunidades – todas de forma consecutiva. Ryan Hunter-Reay ganhou a prova em 2008, o falecido Justin Wilson deu à Dale Coyne uma vitória histórica em 2009 e na última prova que aconteceu por lá, o vencedor foi Will Power.

Nenhuma vitória de brasileiros, portanto. Vamos ver se Hélio Castroneves ou Tony Kanaan se credenciam para entrar no rol dos ganhadores numa das pistas mais bacanas do automobilismo. O esporte precisa, cada vez mais, de desafios, de pistas old school. Desde que sejam seguras. Os Tilkódromos me desagradam profundamente.

9 comentários

  1. Carlos Pereira disse:

    Excelente noticias. Watkins Glen é uma pista fantástica.
    Qunato aos Tilkódromos, somos dois … cada pistinha vagabunda que vou te contar …

  2. Pedro Ribeiro disse:

    Se muito os únicos tilkodromos que prestam são Sepang e COTA.

    Por outro lado ele castrou o Circuit de Barcelona Catalunya com aquela chicane ridícula…

  3. João Luiz Marques disse:

    existem outras pistas sensacionais dos anos 80 e 90 para as quais a Indy deveria voltar: Mid-Ohio e Laguna Seca.

    A pista de rua de Vancouver também era legal.

    Watkins Glen é um patrimônio do automobilismo mundial. Um campeonato nacional como é o da Indy deveria se esforçar em preservar as pistas antológicas e fazer com que as pistas sejam uma das grandes atrações do campeonato.

    Sebring também deveria ser considerada pra fazer parte.

  4. MarcioD disse:

    Ótimo a volta de Glen e também a de Elkhart Lake, que considero o melhor misto dos EUA. Gosto muito do traçado de Glen, excetuando aquela chicane que fizeram por lá. E lembrando que a 1ª vitória brasileira numa prova oficial de F-1 foi lá Fittipaldi 1970.
    Estes dias achei um poster de uma revista antiga do principio dos anos 90, com todos os circuitos de uma determinada temporada da CART e observei como haviam muito mais superspeedways e mistos do que nos dias de hoje, o que é uma pena.
    Atualmente colocaram muitos circuitos de rua nos quais via de regra, as ultrapassagens, uma das essências do automobilismo, são muito dificultadas.
    Com relação aos Tilkódromos, com seus grampos, cotovelos, esquinas e chicanes tenho a mesma opinião sua, Rodrigo.

  5. Gustavo disse:

    Off-topic !!!

    Rodrigo, veja as imagens do acidente com o piloto brasileiro Sidnei “Grandão” Frigo numa pista de arrancada nos EUA.

    https://www.youtube.com/watch?v=5TmP5KMT_SM

    Detalhes aqui:

    http://www.usatoday.com/story/sports/motor/nhra/2016/04/30/signei-frigo-nhra-crash-houston-surgery-broken-arm/83758500/

    “Grandão” é o responsável pela construção do S.P.I.D. Dragway, em Itatiba/SP, que infelizmente até hoje não foi liberado pelo poder público. Trata-se de uma pista construída nos moldes da NHRA.

  6. Wallace Michel disse:

    Por enquanto eles fecharam com o circuito somente para essa temporada, mas tudo indica que eles retornarão em 2017 com um contrato de longo prazo juntamente com mais um retorno, dessa vez o oval de Gateway.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>