MENU

13 de maio de 2016 - 23:56European Le Mans Series

ELMS: Chatin coloca Panis-Barthez à frente no primeiro treino em Imola

ELMS_Imola-23

Vive la France: Paul-Loup Chatin foi o mais rápido em Imola no primeiro treino para a prova deste fim de semana, que terá 4h de duração

RIO DE JANEIRO – Pista aberta para os 42 carros inscritos no European Le Mans Series para as 4h de Imola neste fim de semana. E no primeiro treino livre, a equipe Panis-Barthez Competition, que faz sua estreia nas competições de protótipos, já deixou sua marca: Paul-Loup Chatin foi o piloto mais rápido da sexta-feira com o Ligier JS P2 Nissan #23 que também será visto nas 24h de Le Mans.

O carro que terá também a bordo o ex-goleiro da seleção francesa Fabién Barthez e o jovem Timothé Buret liderou a folha de tempos com uma ótima volta de Chatin: 1’34″435, mais de oito décimos abaixo do #33 da Eurasia Motorsport. A equipe filipina conseguiu um bom 2º lugar graças ao experiente Tristan Gommendy. Mathias Beche, com o #46 da Thiriet by TDS Racing, foi superado por 1″151 ao fim da sessão.

A boa surpresa foi o quarto tempo do estreante da equipe Murphy Prototypes, Garry Findlay. O britânico fez o quarto melhor tempo do treino em 1’35″865. E não custa nada lembrar: é o mesmo Oreca 03R Nissan com o qual Pipo Derani estreou nas provas de Endurance com brilho, em 2014, antes de arrebentar no WEC e no IMSA Weather Tech SportsCar. O sueco Björn Wirdheim, chamado de última hora para substituir Tracy Krohn, que machucou-se, ficou com a 5ª posição, seguido por Giedo Van der Garde no carro #38 da G-Drive Racing, vencedora nas 4h de Silverstone.

O indiano Parth Ghorpade também surpreendeu ao cravar o 7º tempo com o Ligier Nissan da Algarve Pro Racing, seguido pelo DragonSpeed Oreca Nissan de Nico Lapierre, por Stefano Coletti no BR01 Nissan da SMP Racing e Vincent Capillaire no Ligier Judd da SO24! by Lombard Racing, que vem de pódio na prova de estreia do time no ELMS.

GT7D3494

Giorgio Mondini colocou o #11 da Eurointernational na frente entre todos os 20 Ligier JS P3 Nissan de sua divisão, a LMP3 (Foto: AdrenalMedia/ELMS)

Na classe LMP3, quem estabeleceu a melhor volta da sessão foi o experiente Giorgio Mondini, com o #11 da Eurointernational. Profundo conhecedor da pista de Imola, o piloto italiano foi o mais veloz em 1’40″099, tempo apenas 0″069 mais rápido que o de Alex Brundle, líder da equipe vencedora em Silverstone – a United Autosports. Dino Lunardi (Duqueine Engineering) e Roman Rusinov (Eurointernational) cravaram tempos dentro do mesmo segundo do ponteiro da divisão. Yann Ehrlacher, sobrinho do piloto do WTCC Yvan Muller, andou muito bem também e foi o 5º mais rápido do dia.

Nessa corrida, a divisão foi toda composta dos protótipos Ligier JS P3: sem conseguir aprontar o Ave-Riley AR2 a tempo para esta prova (a estreia do carro ficou para a corrida do Red Bull Ring, marcada apenas para julho), a equipe MurphyP3-3Dimensional.com apareceu com um Ligier JS P3 alugado e uma nova trinca de pilotos, formada por Alex Kapadia/Rob Garofall/Barrie Baxter. Não adiantou muito: ficaram em penúltimo na categoria e também no agregado das três categorias, somente à frente do #3 da United Autosports.

GT7D3707

Andrea Bertolini foi o melhor entre os pilotos da LMGTE em Imola no primeiro treino livre (Foto: AdrenalMedia.com/ELMS)

Entre os LMGTE, para nenhuma surpresa, Andrea Bertolini fez valer o “fator casa” e a experiência de muitas provas na pista para estabelecer a volta mais rápida entre os pilotos de Grã-Turismo, com 1’42″262, mais rápido inclusive que vários LMP3. Não só ele: o dinamarquês Mikkel Mac Jensen, da Formula Racing, foi o segundo a 0″316 e o austríaco Klaus Bachler, no Porsche #88 da Proton Competition, ficou a meio segundo, com o terceiro tempo. O português Rui Águas (AF Corse) e o italiano Davide Rigon (AT Racing), que estão inscritos no WEC e vieram dar uma moral às respectivas equipes em Imola, ficaram com as posições que fecharam o top 5.

Amanhã os pilotos voltam à pista para mais uma sessão livre às 9h35 locais (4h35 de Brasília). A partir de 13h50, 8h50 pelo horário de Brasília, começa a definição do grid de largada. Serão 10 minutos para a LMGTE, seguida da LMP3 e depois da LMP2 – com um piloto apenas por carro nas voltas de classificação. A corrida é domingo, às 9h de Brasília.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *