MENU

14 de maio de 2016 - 10:04European Le Mans Series

ELMS: pole para a DragonSpeed e Lapierre nas 4h de Imola

ELMS_Imola-21-600x400

Pole para Lapierre em Imola – a primeira da curta trajetória da equipe DragonSpeed nos protótipos

RIO DE JANEIRO – Defenestrado de forma estranha pela Toyota e agora na equipe Signatech-Alpine no FIA WEC (pela qual conquistou em Spa-Francorchamps a primeira vitória do time, é bom lembrar), o francês Nicolas Lapierre continua provando o que vale. Nos treinos classificatórios das 4h de Imola, o experiente francês foi imbatível e conquistou a primeira pole position da equipe DragonSpeed, fundada por Elton Julian, antigo rival de Gil de Ferran na Fórmula 3 inglesa.

Lapierre sempre foi o piloto mais rápido durante os 10 minutos de sessão classificatória para os LMP2 e em nenhum momento foi ultrapassado. Alguns adversários chegaram bem perto de suas marcas, mas na última volta ele encerrou a conversa e cravou o tempo de 1’33″780 – apenas 0″035 abaixo do suíço Mathias Beche, que nos instantes finais da sessão teve um entrevero com o Oreca 03R Judd de James Winslow.

Paul-Loup Chatin, o mais rápido nas duas sessões livres que antecederam a definição do grid, ficou em 3º. Detalhe: exatamente com o mesmo tempo cravado por Beche, que fez a volta primeiro. O piloto da Panis-Barthez Competition só conseguiu superar Olivier Pla (Krohn Racing) na última volta. O quarto colocado ficou a apenas 0″044 do primeiro.

Giedo Van der Garde, com o Gibson 015S Nissan da G-Drive Racing que venceu na prova de abertura em Silverstone, obteve a quinta marca. O holandês e seus parceiros de cockpit vão dividir a terceira fila com o #33 da Eurasia Motorsport, classificado por Tristan Gommendy neste sábado. Kuba Giermaziak ficou em 7º com o carro da campeã Greaves, seguido de Olivier Lombard, Léo Roussel e Parth Ghorpade.

ELMS_Imola-3

Excelente performance de William Boyd, que conquistou a pole da LMP3 com o #3 da United Autosports

Na divisão LMP3, o britânico Wayne Boyd deu um show. Desbancou o favoritismo do carro #2 da mesma equipe – United Autosports – conduzido por Alex Brundle. E ignorou os pilotos da casa. Fez a pole position da categoria com o tempo de 1’39″256, com Giorgio Mondini furando o 1-2 do time de Richard Dean e Zak Brown. O italiano da Eurointernational arrancou a posição das mãos de Brundle na última hora. Ao filho de Martin Brundle, antigo piloto de F1, restou apenas a terceira posição.

Sean Rayhall, no #10 da Graff Racing e Dino Lunardi, no #19 da Duqueine Engineering, foram os outros dois pilotos a ficar dentro do mesmo segundo do pole. A qualificação só teve um único momento de susto, quando uma roda se desprendeu da ponta de eixo do #14 da MurphyP3-3Dimensonal.com conduzido por Alex Kapadia. O piloto evitou o pior e ainda voltou aos boxes para repor a roda perdida. Mesmo assim, ficou com o último tempo entre os 20 carros da categoria.

77-Proton-Competition-Porsche-ELMS-Imola-2016-Qualifying

O veterano Wolf Henzler melou o domínio da Ferrari na LMGTE

A pole da classe LMGTE – que treinou desfalcada da Ferrari #60 da Formula Racing, ausente por problemas em seu carro – ficou com um Porsche: o ótimo Wolf Henzler colocou água no chope das Ferrari e estabeleceu a melhor marca entre os sete carros Grã-Turismo que andaram. Com 1’41″269, ele ainda foi mais rápido que cinco pilotos da LMP3. Andrea Bertolini, na #66 da JMW Motorsport, bem que tentou mas não conseguiu alcançar Henzler. Foi o 2º colocado da classe em 1’41″310. Klaus Bachler, no outro Porsche da Proton Competition, ainda teve forças para superar Davide Rigon no fim e marcar o terceiro tempo da sessão. Matt Griffin fechou o top 5, com Marco Cioci e Andrew Howard fechando o lote.

A largada para as 4h de Imola será às 9h da manhã, horário de Brasília.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *