MENU

18 de maio de 2016 - 16:33Rali

WRC: Rali de Portugal é o próximo desafio

Rally-de-Portugal-2015-2-4-23

RIO DE JANEIRO - Um entre os mais tradicionais eventos do calendário do World Rally Championship (WRC) é o Rali de Portugal. O evento será disputado pela 50ª vez na história, desta vez na região de Matosinhos, no Porto. O evento terá 19 trechos cronometrados, começando nesta quinta-feira com uma Super Especial para o público ver as máquinas e os pilotos bem de pertinho, antes dos desafios nas estradas lusas – da SS2 de Ponte de Lima até o Power Stage de Fafe, percorrendo 368 km cronometrados.

Seriam 80 duplas presentes na 5ª etapa da temporada, porém o italiano Lorenzo Bertelli lesionou-se num prosaico jogo de futebol – a ponto de não se recuperar para a prova de Portugal como também é dúvida para o Rali da Sardenha, na Itália. O piloto ocupa o 14º lugar no campeonato, com quatro pontos. Assim, com 79 carros à partida, dezoito deles são da turma de cima. Claro, o destaque é Sebastién Ogier: líder do campeonato com duas vitórias e quatro pódios, ele soma 96 pontos – 49 a mais que o neozelandês Hayden Paddon, que chega a esta etapa com imensa moral após a histórica vitória no Rali da Argentina, na região de Córdoba. “O Rali de Portugal será sempre especial para mim”, afirma Ogier, segundo colocado ano passado.

Por falar em Paddon, a Hyundai promoveu um remanejamento de seus pilotos. Por conta da ótima fase do “Kiwi”, ele e seu navegador John Kennard foram guindados ao carro #3, com o objetivo de amealhar mais pontos para o construtor sul-coreano na competição entre as marcas. Pior para Thierry Neuville, que foi “rebaixado” à equipe Hyundai N e vai andar no #20 – acompanhado do holandês Kevin Abbring, que disputa neste evento sua primeira prova em 2016 – sem direito, porém, ao modelo i20 New Generation.

Quem vem sob enorme pressão (de novo) é Jari-Matti Latvala, que sofreu um acidente incomum na última etapa e está muito distante do companheiro de Volkswagen na classiifcação do campeonato. O finlandês tem apenas 27 pontos somados – todos conquistados no Rali do México, que venceu. Ganhar mais uma vez em Portugal, de preferência com o francês fora do páreo, deixaria Latvala menos inseguro dentro da equipe germânica. E o Rali de Portugal marca a volta dos Citroën DS3 da equipe Abu Dhabi World Rally Team – três carros serão alinhados para Kris Meeke/Paul Nagle, Stéphane Lefévbre/Gabin Moreau e Khaild Al Qassimi/Chris Patterson.

Entre os independentes, as atrações são o estoniano Ott Tanak, o norueguês Henning Solberg, o tcheco Martin Prokop e o saudita Yazeed Al Rajhi.

A classe WRC2 tem um excelente total de inscritos: são 26 carros, com o líder Elfyn Evans e seu navegador Craig Parry liderando o plantel. O polonês Hubert Ptaszek, que vem se destacando a bordo de um Peugeot, também será um dos concorrentes à vitória, junto ao finlandês Teemu Suninen, o sueco Pontus Tidemand, o veterano alemão Armin Kremer e o peruano Nicolás Fuchs, que está em 3º no campeonato. A destacar a participação de uma dupla brasileira: Ilo Diehl/Eduardo Da Silva vão competir com o Ford Fiesta R5 #50 da equipe RMC Motorsport.

Lista completa de inscritos do Rali de Portugal AQUI

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>