MENU

30 de setembro de 2016 - 01:17IMSA

Petit Le Mans, treino noturno: deu MSR, de novo

Pla-60

RIO DE JANEIRO – A Michael Shank Racing continua dando as cartas em Road Atlanta, circuito que sediará a Petit Le Mans, última rodada do IMSA Weather Tech SportsCar Championship. No treino noturno realizado nesta quinta-feira, encerrando as atividades de pista, Olivier Pla foi o piloto mais rápido com o tempo de 1’13″541 – cravado no finalzinho da sessão, desbancando o Mazda da SpeedSource guiado por Jonathan Bomarito e que durante praticamente todos os 90 minutos de treino ficou como o carro mais rápido.

Na batalha campal entre os dois Corvette DP da Action Express, o carro #5 conseguiu novamente andar melhor que o #31, com João Barbosa marcando 1’14″215 contra 1’14″432 de Dane Cameron. Em seguida veio o Ligier da Tequila Patrón ESM, com Pipo Derani na melhor volta em 1’14″525.

Entre os Prototype Challenge, em sua primeira experiência na série, o monegasco Stefano Coletti aproveitou bem a oportunidade dada por Peter Baron e foi o melhor na sessão noturna. Com o #7 da Starworks, ele marcou 1’16″580 contra 1’17″278 de Tom Kimber-Smith, enquanto Renger Van der Zande ficou com a 3ª posição na categoria – 1’17″362.

Na GTLM, Dirk Müller pôs o Ford GT EcoBoost na frente da concorrência: o alemão marcou 1’18″240 enquanto Alessandro Pier Guidi, na mesma Ferrari que Daniel Serra conduziu ao melhor tempo do 2º treino livre, rodou em 1’18″301. Richard Westbrook foi o terceiro mais rápido na sessão com o outro Ford GT, seguido do brasileiro Augusto Farfus na BMW M6 GTLM #25 e por James Calado na Ferrari da Risi Competizione.

Líder do campeonato em sua categoria, o Corvette #4 que teve Tommy Milner a bordo em sua melhor volta na sessão noturna foi o 10º e último colocado da GTLM.

Marco Seefried, com o Audi R8 LMS da Magnus Racing, foi o mais rápido da classe GTD: o piloto alemão fez o tempo de 1’21″187, enquanto Lawson Aschenbach, da Stevenson Motorsports, cravou 1’21″272. O espanhol Alex Riberas foi o terceiro com o Porsche #23 do Team Seattle/Alex Job Racing, seguido pela BMW #96 de Jens Klingmann e do Lamborghini guiado por Bryan Sellers. A Ferrari da Scuderia Corsa, que chegou a esta prova com a liderança no campeonato, ficou em 10º.

Dos 38 carros inscritos, apenas o #85 da JDC-Miller Motorsports não entrou na pista para registrar tempo. As equipes e pilotos têm amanhã, a partir das 11h15 de Brasília, a última chance de fazer os acertos para corrida e também deixar os carros no ponto para as sessões de classificação que definem o grid. A partir de 15h30 locais, 16h30 de Brasília, serão 15 minutos de treino para as quatro categorias – na ordem: GTD, GTLM, Prototype Challenge e Prototype.

Compartilhar

2 comentários

  1. Jorge Barros disse:

    Pelo menos esse é o último ano, toda rodada é a mesma coisa, a P2 domina treinos, classificação etc, mas na prova da DP. Não que eu seja contra, acho fodasticos os Coyotes, mas será que é sorte ou o conjunto DP + Pneus Continental é um casamento armado pela IMSA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *