MENU

24 de outubro de 2016 - 15:01Automobilismo Internacional

Polêmicas, acidente e vitória de Guerrieri no Super TC2000 em El Zonda

IMG_20161023_204901-1-630x354

Estebán Guerrieri venceu em El Zonda por milésimos numa corrida polêmica do Super TC2000

RIO DE JANEIRO - A 10ª etapa do Super TC2000 disputada neste domingo no Autódromo El Zonda, na província de San Juan, foi recheada de emoção, com uma boa dose de polêmica. Que o diga o líder do campeonato: Agustín Canapino, da equipe YPF Chevrolet, recebeu um toque do rival Jose Manuel Urcera, da equipe Fiat Petronas. Um acidente cheio de controvérsia, pois Canapino foi obrigado a abandonar e viu sua vantagem na classificação do campeonato baixar para 18 pontos em relação ao vice-líder Facundo Ardusso.

Veja o acidente no vídeo abaixo.

“Ele (Urcera) deveria sair daqui do autódromo preso e algemado pela polícia”, comentou um dos responsáveis da equipe YPF Chevrolet, Sebastian Martínez, à televisão argentina.

A corrida teve três intervenções do Safety Car e a última delas foi em decorrência de um forte acidente. O piloto Carlos Javier Merlo perdeu o controle de seu Fiat Linea num trecho sinuoso da pista e o traçado de El Zonda tem poucas áreas de escape, afora os muros rentes à pista. Não obstante, Merlo sofreu traumatismo craniano em decorrência dos efeitos do impacto. O piloto foi levado a um hospital, onde passou a noite em observação. E já recebeu alta médica, podendo regressar para casa. Acompanhe o acidente no vídeo abaixo.

Após a última relargada, mais polêmica: Estebán Guerrieri liderava o pelotão, seguido por Facundo Chapur, Matías Rossi e Facundo Ardusso. Rossi superou Chapur e partiu para dentro de Guerrieri, com o aval da equipe. O líder não deu ouvidos aos pedidos da equipe e muito menos deu chance de ultrapassagem. Como efeito, os dois se tocaram e Chapur voltou de novo ao 2º lugar. Estebán sustentou a liderança e cruzou a meta final com apenas 0″031 de vantagem para o piloto do Peugeot #0.

É claro que Rossi, 3º colocado no campeonato, não gostou da atitude de Guerrieri. Climão no pós-corrida…

Não acabou por aí. Em entrevista à TV argentina, Guerrieri disse poucas e boas da escuderia que defende. Como dizem que o piloto de 31 anos já teria o WTCC (Mundial de Carros de Turismo) como destino definido, o vencedor em El Zonda ligou aquela famosa seta e deixou rolar…

Mal-entendidos á parte, o Super TC2000 vai para General Roca com Canapino ainda líder da tabela com 182 pontos. Ardusso soma 164 e Rossi, 3º colocado, tem 137.5. A vitória de domingo deixou Guerrieri em sétimo lugar com 110,5 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>