MENU

8 de novembro de 2016 - 11:07Automobilismo Internacional

À espera de um milagre

rossi_16110501-630x354

Só um milagre leva Matías Rossi à conquista do seu segundo título no Super TC2000: tudo indica que Agustín Canapino vai erguer o caneco em Córdoba

RIO DE JANEIRO - Matías Rossi adiou a festa de Agustín Canapino no Super TC2000. O piloto da equipe YPF Chevrolet poderia ganhar o título da temporada 2016 por antecipação, no circuito General Roca, na província de Río Negro, desde que ganhasse a prova #2 da inédita rodada dupla realizada nessa reta final do campeonato.

Mas o piloto da Toyota Team Argentina não só ganhou a prova de sábado como também faturou a seguinte. Com o “poker” em Río Negro, Rossi chegou a 178,5 pontos e ainda tem esperanças de ser campeão. Mas só um milagre poderá lhe dar o título. Canapino soma 213 pontos e a matemática lhe é extremamente favorável. Basta que Rossi não alcance o ponto extra da pole position que o piloto de 26 anos nascido em Arrecifes, na província de Buenos Aires, arrebate o caneco.

A categoria continua envolta em polêmicas quanto às ordens de equipe. Depois de Estebán Guerrieri peitar todo mundo da Toyota na etapa anterior, em General Roca foi a vez de Emiliano Spataro mostrar toda a sua insatisfação em relação à equipe Renault. Facundo Ardusso, que ainda reunia chances retóricas de sonhar com a conquista do título, teve problemas na prova #1 após conquistar a pole position. Como não foi além da quarta posição na prova #2 com seu Fluence, suas esperanças foram totalmente goradas.

Acompanhe as duas provas do Super TC2000 nos vídeos abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>