MENU

8 de novembro de 2016 - 16:11V8 Supercars

Van Gisbergen muito próximo do título no V8 Supercars

rbr-630x354

Shane Van Gisbergen (à direita) está muito próximo de uma conquista inédita: o neozelandês tem 191 pontos de vantagem sobre Jamie Whincup e pode ser o novo campeão do V8 Supercars

RIO DE JANEIRO - Em sua primeira temporada na Red Bull Racing Australia (ou melhor, Triple Eight Engineering), o neozelandês Shane Van Gisbergen está a um passo de conquistar o título do International V8 Supercars Series. O piloto de 27 anos já levou para casa a taça da Pirtek Enduro Cup e tudo indica que levantará o troféu também na classificação geral.

Na última rodada, realizada em Pukekohe, na Nova Zelândia, SVG faturou uma das quatro corridas de tiro curto realizadas neste fim de semana – duas provas no sábado e outras duas no domingo. Some-se a isso mais três pódios com dois segundos lugares e mais um terceiro, elevando o piloto a 3089 pontos na tabela – 191 à frente do rival e companheiro de equipe Jamie Whincup.

O hexacampeão da categoria, que alcançou a marca de 100 vitórias na série nesta temporada, ampliou sua marca pessoal, vencendo as provas #1 e #4 em Pukekohe – a primeira delas terminou sob bandeira vermelha. Só ele pode evitar o título de Van Gisbergen: o 3º colocado, Craig Lowndes, também da Red Bull Racing Australia, só tem 2596 pontos e está fora de combate há algumas etapas.

Completamente batida pela Holden, a Ford teve um ano de poucas vitórias – apenas duas. A segunda veio na prova #3 com o campeão do ano passado, Mark “Frosty” Winterbottom, que em momento nenhum foi capaz de lutar por algo que lhe pudesse dar esperanças de um histórico bicampeonato. O piloto agora luta para terminar entre os cinco primeiros, já que está a 19 pontos do 5º colocado, Will Davison. Scott McLaughlin tem a 4ª colocação praticamente assegurada em seu último ano pela equipe Garry Rogers Motorsport com o Volvo S60 – que também não disputa a próxima temporada: no ano que vem, ele será o companheiro de Fabian Coulthard na DJR Team Penske, com um Ford Falcon FG X, substituindo Scott Pye, já de contrato assinado com a Walkinshaw Racing.

A rodada final do campeonato será realizada no circuito Homebush Street, pela última vez, nos próximos dias 3 e 4 de dezembro. A Coates Hire Sydney 500 será substituída em 2017 por um novo evento em Newcastle, também no estado de Nova Gales do Sul.

4 comentários

  1. Diogo disse:

    Mattar, com o fim de produção do Ford Falcon e do Holden Commodore, além da saída do Volvo S60: como ficará a V8 Supercars em relação aos carros e equipes para 2017?

    • Rodrigo Mattar disse:

      Não muda. Holden e Ford seguem. Só a Volvo está marchando.

      • Fern Kesnault disse:

        Sem falar do embrolio que esta na Justiça Federal australiana entre a GRM e a Volvo e Polestar….o Juiz deu ate 15 de dezembro para ambas as partes proporem um acordo e se nao o fizerem, a decisão esta marcada para o final de fevereiro/2017 e para tanto a GRM ja encomendou duas Holdens no caso de nao ter os equpamentos para a temporada 2017 e o pior…ha um bochicho que a Volvo voltaria em 2018 na categoria, dá pra acreditar???

  2. Danilo disse:

    Apenas questão de tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>