MENU

14 de fevereiro de 2017 - 12:21Automobilismo Nacional

Ah! A CBA…

RIO DE JANEIRO (Nada vai mudar…) - Em janeiro, o Jorge Kraucher, através do seu Speedonline, deu o furo. O blog, na sequência, repercutiu mais um escândalo na Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

Muito bem: vencido o pleito do último dia 20 pela chapa de situação liderada por Waldner Bernardo, o “Dadai”, a Folha de S. Paulo amplifica em cores vivas a história do desvio de R$ 780 mil patrocinado pela administração Cleyton Pinteiro a uma empresa de fachada pertencente à cunhada do dirigente.

A matéria da Folha é assinada por Eduardo Rodrigues e Paulo Roberto Conde. As partes envolvidas não quiseram se pronunciar.

Como eu sempre digo, parabéns aos envolvidos. Principalmente aos 10 presidentes de federação que apoiaram a chapa de “Dadai” e o elegeram presidente. As confederações de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás, Paraná e Pará – mais o voto da maioria da ABPA – é que queriam mudança de fato e direito. Os demais querem que tudo continue como está, talvez até muito pior.

E Cleyton Pinteiro, cujo mandato – felizmente – se encerra dentro em pouco, sai pela porta dos fundos como um dos principais responsáveis por fomentar a crise em que o esporte tem mergulhado paulatinamente. Eu o colocaria no mesmo rol em que já estão Reginaldo Bufaiçal, Joaquim Melo e Carlos Cavalcanti, o presidente da mala (entendedores entenderão), como os piores dirigentes que estiveram à frente da CBA desde sua criação nos anos 1960.

Nada, mas nada mesmo, vai mudar com a “nova” administração. Escrevam o que estou dizendo…

5 comentários

  1. Ricardo Talarico disse:

    É caro Mattar,

    Sou obrigado a compartilhar de seu pessimismo.

    Também eu não vejo mudanças a vista.

    RIP automobilismo brasileiro.

  2. Milton disse:

    CBA, CBM, FPM, FPA, FAERJ, etc. Não fazem NADA em beneficio do esporte, somente visam o bolso de dirigentes e mais nada, já passou da hora de termos pessoas comprometidas em desenvolver e organizar corridas e campeonatos. Alguns campeonatos do RS poderiam servir de exemplo.

  3. Glauter disse:

    O pior que pode acontecer é deixar uma barbaridade dessas passar em branco.

    Esta seria uma excelente hora para as associações que votaram em mudança, mais a ABPA, meterem a boca no trombone com força. Certamente vai respingar alguma coisa na “nova” gestão.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Glauter, sobre a ABPA eu não tenho muita certeza sobre um posicionamento contrário. Basta ver que nomes de peso da Stock votaram no Dadai. Dos pilotos mais conhecidos, acho que só o Cacá Bueno votou no Milton Sperafico.

  4. Marcos Ferreira disse:

    Alguém conhece aqui como se elege o presidente da CBA? São os presidentes das federações estaduais que votam e a ABPA possui um voto. E os presidentes das federações? São os presidentes dos clubes afiliados as mesmas. E os presidentes dos clubes? Teoricamente seriam os pilotos afiliados, mas não. Apesar dos clubes serem entidades sem fins lucrativos, eles na verdade são empresas. Tem dono. Tem gente em SP que tem 4 ou 5 clubes,

    Ou seja, nunca vai mudar, pois piloto não tem direito a voto a nada. A ABPA tem um voto no meio de alguns tantos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>