MENU

9 de maio de 2017 - 19:29Automobilismo Internacional

CAMS Australian GT: Talbot e Major triunfam em Barbagallo

18199474_1510666632337630_4383901992928047629_n-640x436

Liam Talbot foi o primeiro a vencer duas corridas seguidas no Campeonato Australiano de Grã-Turismo

RIO DE JANEIRO - A terceira etapa da série Sprint do CAMS Australian GT teve quorum abaixo do esperado: apenas 18 carros participaram da rodada realizada em Perth, no circuito de Barbagallo. Após a etapa de Adelaide com três corridas e a de Melbourne, com quatro, todas com casa cheia e grandes disputas, a prova do último fim de semana foi disputada com duas etapas somente.

Na primeira, Ashley Walsh largou da pole position com o Audi da Supabarn Supermarkets, mas acabou apenas na 6ª colocação. A vitória, após 56 voltas e 60 minutos de corrida, ficou com o Porsche de Liam Talbot. Foi o segundo triunfo seguido do piloto da Walkinshaw Racing nesta temporada. Fraser Ross e Tony Walls, ambos com McLaren 650S GT3, completaram o pódio da corrida.

A prova #2 contou com o Audi de Geoff Emery/Kelvin Van der Linde na linha de frente e logo um acidente entre Tony Walls e Scott Taylor chamou um Safety Car, diminuindo o pelotão já reduzido – eram 16 carros no grid por conta de problemas em outros dois bólidos e foram apenas 14 que relargaram.

RGP-2017-Perth-SuperSprint-Fri-a94w1722-640x427

Na prova #2 em Barbagallo, triunfo do Lamborghini Gallardo #14 com Peter Major

Após os pit stops obrigatórios, o Lamborghini #14 de Peter Major saiu-se melhor e levou os pontos da vitória nesta prova, seguido pelo Audi de Ashley Walsh/James Kondouris e por Geoff Emery/Kelvin Van der Linde. Vencedor na véspera, Liam Talbot chegou apenas em 6º lugar.

A próxima prova do CAMS Australian GT na série Sprint será apenas em julho, no circuito de Townsville. Antes, haverá no fim de maio a abertura do certame de Endurance, com a Phillip Island 500.

O resultado da corrida #1 em Barbagallo

1. #911 Liam Talbot
Walkinshaw Racing – Porsche 911 GT3-R
56 voltas em 1h02min22seg813

2. #59 Fraser Ross
Tekno Autosports – McLaren 650S GT3
56 voltas em 1h02min31seg869

3. #11 Tony Walls
Objective Racing – McLaren 650S GT3
56 voltas em 1h02min48seg099

4. #74 Geoff Emery/Kelvin Van der Linde
Valvoline Jamec-Pem Racing – Audi R8 LMS
56 voltas em 1h02min48seg025

5. #8 Max Twigg
Scott Taylor Motorsport – Mercedes-AMG GT3
56 voltas em 1h02min56seg955

6. #4 Ashley Walsh/James Kondouris
Supabarn Supermarkets – Audi R8 LMS
56 voltas em 1h03min00seg697

7. #51 Bradley Shiels/Andrew McPherson
AMAC Motorsports – Lamborghini Huracán GT3
56 voltas em 1h03min01seg016

8. #19 Jake Camilleri/Mark Griffith
Hog’s Breath Cafe/Griffith Corporation – Mercedes-AMG GT3
56 voltas em 1h03min08seg588

9. #100 Steven Richards/James Bergmuller
BMW Team SRM – BMW M6 GT3
56 voltas em 1h03min10seg937

10. #24 Tony Bates
Eggleston Motorsport – Mercedes-AMG GT3
56 voltas em 1h03min11seg783

O resultado da corrida #2:

1. #14 Peter Major
PM Motorsport – Lamborghini Gallardo R-EX
55 voltas em 1h02min50seg428

2. #4 Ashley Walsh/James Kondouris
Supabarn Supermarkets – Audi R8 LMS
55 voltas em 1h02min57seg476

3. #74 Kelvin Van der Linde/Geoff Emery
Valvoline Jamec-Pem Racing – Audi R8 LMS
55 voltas em 1h02min59seg493

4. #24 Tony Bates
Eggleston Motorsport – Mercedes-AMG GT3
55 voltas em 1h03min08seg328

5. #8 Max Twigg
Scott Taylor Motorsport – Mercedes-AMG GT3
55 voltas em 1h03min09seg069

6. #911 Liam Talbot
Walkinshaw Racing – Porsche 911 GT3-R
55 voltas em 1h03min09seg450

7. #100 Steven Richards/James Bergmuller
BMW Team SRM – BMW M6 GT3
55 voltas em 1h03min42seg734

8. #19 Mark Griffith/Jake Camilleri
Hog’s Breath Cafe/Griffith Corporation – Mercedes-AMG GT3
55 voltas em 1h03min44seg323

9. #59 Fraser Ross
Tekno Autosports – McLaren 650S GT3
55 voltas em 1h03min47seg481

10. #51 Andrew McPherson/Brad Shiels
AMAC Motorsport – Lamborghini Huracán GT3
55 voltas em 1h03min47seg701

5 comentários

  1. rodrigo botana disse:

    Mattar o ator Eric Bana não corre mais?ele correu já o australiano de GT e o australiano de Porsche cup e ele correu 3 vezes as 12 horas de Bathrust

  2. rodrigo botana disse:

    e o filho do Alan Jones, cristian jones corria de porsche cup na Austrália, e de australiano de gt, mas ele sumiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>