24 Horas de Le Mans: Toyota faz 1-2 e leva a pole provisória na quarta-feira

2
7-Toyota-le-mans-2017-qual1
A Toyota levou a pole provisória nesta quarta-feira com uma boa volta do japonês Kamui Kobayashi (Foto; Dailysportscar.com)

RIO DE JANEIRO – Valeu como ensaio para o que vem aí amanhã: o primeiro treino classificatório para a 85ª edição das 24 Horas de Le Mans acabou sendo realizado com 20 minutos a menos de pista por conta de um incidente no treino livre do Road To Le Mans, uma das preliminares do evento principal. Para não atrasar o cronograma e não trazer problemas para ninguém, a organização resolveu suprimir o tempo, deixando assim equipes e pilotos com menos chances de encaixar voltas voadoras e decisivas.

Além do tráfego ser um fator crucial – como sempre – o calor também ajudou (dependendo do ponto de vista) a tornar a tarefa da conquista da pole position um tanto quanto difícil. Os carros tendem a ser mais sensíveis com melhor pressão aerodinâmica e com temperatura ambiente superior a 30ºC durante o dia, não foi isso que se verificou.

Resultado do Q1 das 24 Horas de Le Mans AQUI

Mas mesmo assim a Toyota conseguiu dar as cartas. Fez 1-2 no Q1, com Kamui Kobayashi registrando a melhor volta do treino em 3’18″793, quando o cronômetro marcava apenas 20 minutos de sessão. Para mostrar que os japoneses não estão literalmente para brincadeira, o 2º melhor tempo foi de Kazuki Nakajima, marcando 3’19″431 no carro #8.

2-Porsche-le-mans-2017-qual1
A Porsche chegou a assustar com Timo Bernhard, que fez um bom tempo a bordo do carro #2. Mas os alemães tiveram que se contentar com o 3º posto no primeiro treino classificatório (Foto: Dailysportscar.com)

Timo Bernhard até assustou a turma dos Corollões quando marcou 3’19″710, uma bela volta, com seu Porsche 919 Hybrid #2. Pareceu que os Fuscões tinham mesmo escondido o jogo no Journée Test. Mas ficou no ar a dúvida se é tudo isso que a turma de Weissach tem a oferecer ou se eles ainda vão dar trabalho ao pessoal de Colônia.

Depois, não houve mais ninguém dentro do mesmo segundo: Nicolas Lapierre fez 3’19″958 com o terceiro Toyota Hybrid e Neel Jani não conseguiu em momento algum rodar abaixo de 3’20”. O austríaco Dominik Kraihamer conseguiu a bordo do ByKolles o tempo de 3’28″887, 6ª marca geral.

Na LMP2, a situação foi bem mais movimentada. Vários carros se revezaram no comando da folha de tempos e a Manor chegou a fazer 1-2 com seus ex-pilotos de Fórmula 1 Jean-Éric Vergne e Vitaly Petrov (e vice-versa). Mas no fim do treino, a TDS Racing conquistou a pole provisória num excelente trabalho do jovem francês Matthieu Vaxivière.

19182106_10154793205729397_789929939_o
Matthieu Vaxivière conseguiu uma volta quase perfeita com o carro da TDS Racing e fez o melhor tempo entre os LMP2 (Foto; Bruno Vandevelde/Endurance-Info.com)

Ele conseguiu saltar do 14º tempo para o primeiro na categoria, marcando 3’29″333 e superando o brasileiro Bruno Senna – que pouco tempo antes do rival marcara a pole provisória, com 3’29″851. Os dois – e mais oito carros – superaram o antigo recorde da LMP2 para a atual configuração da pista, cortesia de Jos Verstappen na edição de 2008, quando o pai do Max Verstappen fez os 13,629 km da pista em 3’32″301.

A Manor acabou ficando mesmo com a 3ª e 4ª colocações, seguida pela Jackie Chan DC Racing com o carro #38 guiado por Ho-Pin Tung. A Signatech Alpine veio na sequência e o carro #35, que terá a bordo o brasileiro André Negrão, ficou em sétimo. Nelson Panciatici foi o autor da melhor volta na sessão oficial em 3’31″439.

JM1_7487
Oitavo tempo para Nelsinho Piquet e parceiros no primeiro treino das 24 Horas de Le Mans na LMP2 (Foto: José Mário Dias/Piquet Sports)

Nelsinho Piquet não fez o melhor tempo do #13 da Vaillante Rebellion: a primazia coube a Mathias Beche. O suíço marcou 3’31″636 e o carro do time anglo-helvético ficou em oitavo na classe, 14º tempo na geral.

Em sua estreia nas 24 Horas de Le Mans, Rubens Barrichello já conseguiu um feito digno de registro: foi o mais rápido entre os intrusos da divisão numa alcateia de protótipos Oreca 07 LMP2. Com o Dallara #29 da equipe Racing Team Nederland, o veterano brasileiro conquistou a 13ª posição no primeiro treino, com o tempo de 3’33″796. Além de ser o melhor entre os “não-Oreca”, Rubinho superou todos os Ligier, o Riley da Keating Racing, os outros dois Dallara – que tiveram muitos problemas nos treinos – e até outros dois Oreca (o #21 da DragonSpeed e o #37 da Jackie Chan DC Racing). Nada mal!

19181819_10154793205749397_1824000384_o
O Aston Martin #95 fez o melhor tempo do Q1 com Nicki Thiim a bordo (Foto: Bruno Vandevelde/Endurance-Info.com)

A Aston Martin dominou o treino classificatório nas duas categorias de Grã-Turismo do evento: na LMGTE-PRO, o dinamarquês Nicki Thiim tratou logo de impor seu ritmo e marcou 3’52″117, 0″118 mais rápido que o britânico Sam Bird a bordo da Ferrari #71 da AF Corse. No outro carro da equipe italiana, que teria a bordo o brasileiro Lucas Di Grassi, James Calado ficou com a terceira colocação.

Darren Turner fez o tempo de 3’53″296 e deixou o Aston Martin do estreante Daniel Serra na 4ª posição do treino, logo à frente do Ford GT EcoBoost de Pipo Derani, em que Andy Priaulx marcou 3’54″118. Tony Kanaan fez o melhor tempo do #68 em 3’55″059, mas não foi além da 10ª posição, já que a Ferrari #82 da Risi Competizione teve seus tempos excluídos e a trinca Toni Vilander/Giancarlo Fisichella/Pierre Kaffer terá que correr atrás do prejuízo nesta quinta-feira.

19181788_10154793205744397_1045711188_o
Pedro Lamy, como de costume, foi o mais veloz no primeiro treino entre os pilotos da LMGTE-AM (Foto: Bruno Vandevelde/Endurance-Info.com)

Na subclasse LMGTE-AM, o show foi do português Pedro Lamy, que fez o tempo de 3’55″134, meio segundo abaixo do italiano Matteo Cairoli a bordo do Porsche 911 RSR (991) da Dempsey Racing-Proton. O novato Euan Hankey fez um sólido treino a bordo do #90 da TF Sport e colocou mais um Aston Martin na linha de frente.

Andrea Bertolini foi o quarto mais rápido com a melhor Ferrari 488 GTE da divisão e o brasileiro Fernando Rees, com uma boa volta em 3’56″259, conquistou o quinto melhor tempo da categoria.

Nesta quinta-feira, os pilotos voltam ao circuito de Sarthe para mais dois treinos, sendo o primeiro a partir de 14h de Brasília e o derradeiro e decisivo às 17h. O Fox Sports 2 transmite o Q2 na íntegra comigo e com o Felipe Motta. O Q3 terá a transmissão iniciada após o futebol.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

1 Comentário

  • Rodrigo,

    Show a transmissão, imagens fantásticas apresentadas pela geração local, e excelentes locução e comentários, sempre “em cima da marca”, onde voce e o locutor demonstraram grande conhecimento da categoria, equipes, carros e pilotos.
    Vim mais cedo do escritório para casa para assistir !!! Valeu a pena
    .
    Abraços

    Antonio

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames