MENU

30 de junho de 2017 - 15:09IMSA

IMSA: JDC-Miller larga na frente no primeiro treino em Watkins Glen

85car

Stephen Simpson foi o mais rápido do primeiro treino livre para as 6h de Watkins Glen (Foto: Brian Cleary/BCPix.com)

RIO DE JANEIRO – A JDC-Miller Motorsports começou os treinos livres para a disputa das 6h de Watkins Glen com o melhor tempo na primeira sessão: o protótipo Oreca 07 Gibson #85 guiado pelo sul-africano Stephen Simpson foi o mais rápido com 1’35″491 – média de 206,116 km/h para os 5,435 km de extensão do circuito novaiorquino.

O escocês Ryan Dalziel foi o 2º colocado com o Nissan DPi #2 da Tequila Patrón ESM da parceria com Pipo Derani e Ryan Dalziel, marcando sua melhor volta em 1’35″530, apenas 0″039 pior que o protótipo LMP2 do time recém-chegado à divisão principal do IMSA Weather Tech SportsCar Championship.

João Barbosa foi o autor da melhor volta do Cadillac DPi-V.R da Mustang Sampling/Action Express Racing que dividirá com o compatriota Filipe Albuquerque e com o brasileiro Christian Fittipaldi: o português foi o 3º colocado a 1″322 da melhor volta, seguido pelo Mazda RT24-P DPi guiado por Jonathan Bomarito e pelo Ligier JS P217 da PR1/Mathiasen com Olivier Pla a bordo.

Líderes – invictos – do campeonato, os “irmãos metralha” Jordan e Ricky Taylor ficaram com o sexto tempo a 1″770 da volta mais rápida. Bruno Senna, que retorna à categoria após as primeiras provas em Sebring e Daytona, fez 1’38″299 no primeiro treino e ficou em nono.

Na Prototype Challenge, o mexicano “Pato” O’Ward foi o mais veloz entre os três únicos carros inscritos na divisão que encerra sua trajetória nas pistas ao fim de 2017. O piloto da Performance Tech, que soma quatro vitórias em quatro provas ao lado de James French no carro #38, fez 1’39″741 e ficou com o 10º tempo geral. Don Yount foi o segundo, mas a 1″828 da melhor volta, enquanto o colombiano Gustavo Yacamán foi o terceiro.

A Ford ficou com o melhor tempo da GTLM, reduzida a oito carros em razão dos problemas financeiros da Risi Competizione: Dirk Müller registrou o tempo de 1’43″078, quase meio segundo abaixo da BMW M6 GTLM de Bill Auberlen. Tommy Milner ficou em terceiro na classe com o Corvette C7-R #4, seguido pela outra BMW guiada por John Edwards e por Jan Magnussen no segundo Vette. O melhor Porsche ficou em 6º lugar com Dirk Werner.

Vencedores em Detroit, Andy Lally/Katherine Legge abriram os treinos em Glen com o melhor tempo da primeira sessão entre os carros da GT Daytona. Com o Acura NSX-GT3 decorado em alusão ao Dia da Independência (feriado nos EUA, na próxima terça-feira), Lally foi o único a virar abaixo de 1’46”, marcando 1’45″809 contra 1’46″140 do holandês Jeroen Mul, o segundo mais rápido com o Lamborghini Huracán da Change Racing.

Jens Klingmann ficou com a 3ª posição a bordo da BMW da Turner, seguido pelo Audi de Andrew Davis e pelo Lexus de Jack Hawksworth. A dupla formada por Oswaldo Negri/Jeff Segal fez o 6º tempo em 1’46″358.

Dos 39 carros previstos, apareceram 38: o protótipo Oreca FLM09C que seria inscrito pela Starworks não deu as caras em Glen. O Mazda #70 de Tom Long/Joel Miller/Marino Franchitti foi o único carro que não completou uma única volta cronometrada, em decorrência de problemas de freios.

Ainda nesta sexta-feira, às 16h30 de Brasília, os carros voltam ao circuito para mais uma sessão de treinos livres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *