WEC, Super Season: um grid para ninguém botar defeito

W
MOTORSPORT : FIA WEC - ROUND 1 - SILVERSTONE (GBR) - 04/16-19/2017
Maior e melhor: com o aumento exponencial de participantes em três categorias, a Super Season do WEC terá grid cheio em 2018/19, deixando todo mundo de queixo caído (Foto: Vision Sport Agency)

RIO DE JANEIRO (Superando qualquer expectativa!) – A sexta-feira pré-Carnaval reservou para o blogueiro aqui uma surpresa e tanto. A conferência de imprensa promovida hoje pelo Automobile Club l’Ouest (ACO) para anunciar os times inscritos do Mundial de Endurance e das 24h de Le Mans, numa Paris literalmente abaixo de zero, superou as minhas expectativas.

O Comitê de Endurance da FIA, agora presidido por Monsieur Richard Mille está de parabéns e o CEO do WEC, o francês Gérard Neveu, também: devolveram credibilidade ao campeonato, fortaleceram a modalidade e, melhor ainda, calaram a boca dos que decretaram o fim prematuro da categoria LMP1, o carro-chefe da competição.

E tem mais: o mote é “Davi versus Golias”. Pode parecer clichê, mas foi perfeito. Afinal, é a toda-poderosa Toyota contra cinco times independentes – Rebellion, ByKolles, DragonSpeed, Manor e SMP Racing.

O mais legal é que uma classe que fechou a competição passada com quatro bólidos apenas dobra o seu plantel e ainda é capaz de aumentá-lo: serão 10 os LMP1 na Super Season, já que a Manor confirmou os rumores e vem com dois protótipos Ginetta para seu primeiro ano na turma de cima.

Neveu também confirmou que em paralelo ao Mundial de Pilotos (das classes LMP1 e LMP2), haverá também o Mundial de Equipes. Para não favorecer aos times com dois carros inscritos, será considerado o melhor resultado de cada, para efeito de pontuação.

E a Toyota já conseguiu sua primeira vitória nos bastidores: as 6h de Fuji não estão mais no mesmo fim de semana do GP dos EUA de Fórmula 1 em Austin. E o que isso significa, no fim das contas? Fernando Alonso vai poder fazer todo o calendário de provas do WEC em 2018. O problema é que a corrida japonesa será no mesmo dia da Petit Le Mans, da IMSA.

Para o fã, vai ser demais: 16h de automobilismo na veia, em outubro. Mas para muito piloto, com certeza não vai ser bom. Enfim… eles é que sabem o que estão fazendo.

As críticas já começaram: nas redes sociais, o brasileiro Pipo Derani chamou de ‘ridícula’ a mudança e o conflito de datas entre a etapa nipônica do WEC e o encerramento do Weather Tech nos EUA.

Voltando ao plantel de inscritos, se a LMP1 ganha em importância, a LMP2 perde um pouco de seu brilho porque a Rebellion subiu para a turma de cima, a Manor foi junto e a G-Drive Racing, por uma questão de custos, decidiu se concentrar apenas nas provas do ELMS.

Mas nem tudo é derrota, já que três novos times se juntam as já estabelecidas TDS Racing, Jackie Chan DCR e Signatech-Alpine. Vêm para a festa a DragonSpeed, única organização a correr em LMP1 e LMP2 no WEC; o Racing Team Nederland e, surpresa das surpresas, a Larbre Competition.

Isto significa também variedade de construtores, o que não houve no último ano. Os Oreca serão ainda maioria, mas pelo menos veio um Ligier e também um Dallara.

As classes de Grã-Turismo também tiveram um exponencial incremento de participantes para a Super Season. Já se sabia de antemão que a LMGTE-PRO teria uma dezena de carros na pista, porque a BMW chegou para a festa e aumentou para cinco as marcas envolvidas na disputa, juntando-se à Aston Martin, Porsche, Ferrari e Ford.

Não obstante, os bávaros e a Aston Martin vêm cheios de novidades, com belíssimos carros: a nova M8 GTE, ainda carecendo de mais horas de voo, já estreou em Daytona – e pelo menos terminou a disputa. A versão 2018 do Aston Martin Vantage não é menos que belíssima. E sob o capô, um motor AMG Turbo. Animal!

Para a LMGTE-AM, a temporada 2018/19 reserva igualmente o melhor plantel da história, com nove carros inscritos. Aos times que disputaram o último campeonato se juntam a MR Racing (Ferrari), a TF Sport (Aston Martin) e a Project 1 (Porsche). A alemã Proton Competition volta a figurar com dois carros – um deles inscrito em parceria com o galã Patrick Dempsey. Ainda hoje, a Aston Martin confirmou o retorno do trio campeão do WEC ano passado – Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Matthias Lauda.

Mal posso esperar para a largada da primeira prova, caros leitores. A Super Season vai ser demais! E com pelo menos quatro brasileiros confirmados: Bruno Senna, André Negrão, Augusto Farfus e Fernando Rees.

Só posso desejar que tenham sucesso.

Confira aqui a lista oficial de inscritos (ainda sem todos os pilotos definidos):

LMP1

#1 REBELLION RACING
Rebellion R13 Gibson
Andre Lotterer/Neel Jani/Bruno Senna

#3 REBELLION RACING
Rebellion R13 Gibson
Thomas Laurent/Mathias Beche/Gustavo Menezes

#4 BYKOLLES
ENSO CLM P1/01 Nismo
Oliver Webb

#5 CEFC TRSM RACING
Ginetta G60-LT Mecachrome
Charlie Robertson

#6 CEFC TRSM RACING
Ginetta G60-LT Mecachrome
Oliver Rowland

#7 TOYOTA GAZOO RACING
Toyota TS050 Hybrid
Mike Conway/Kamui Kobayashi/José María López

#8 TOYOTA GAZOO RACING
Toyota TS050 Hybrid
Sébastien Buemi/Kazuki Nakajima/Fernando Alonso

#10 DRAGONSPEED
BR Engineering BR1 Gibson
Henrik Hedman/Ben Hanley/Renger Van der Zande

#11 SMP RACING
BR Engineering BR1 AER
Mikhail Aleshin

#17 SMP RACING
BR Engineering BR1 AER
Vitaly Petrov

LMP2

#28 TDS RACING
Oreca 07 Gibson
François Perrodo/Matthieu Vaxivière/Loïc Duval

#29 RACING TEAM NEDERLAND
Dallara P217 Gibson
Frits Van Eerd/Jan Lammers/Giedo Van der Garde

#31 DRAGONSPEED
Oreca 07 Gibson
Roberto González

#36 SIGNATECH-ALPINE
Alpine A470 Gibson
Nicolas Lapierre/André Negrão/Pierre Thiriet

#37 JACKIE CHAN DCR
Oreca 07 Gibson
Jazeman Jafaar

#38 JACKIE CHAN DCR
Oreca 07 Gibson
Ho-Pin Tung

#50 LARBRE COMPETITION
Ligier JS P217
Erwin Creed/Fernando Rees/Romano Ricci

LMGTE-PRO

#51 AF CORSE
Ferrari 488 GTE Evo
Alessandro Pier Guidi/James Calado

#66 FORD CHIP GANASSI RACING UK
Ford GT EcoBoost
Stefan Mücke/Olivier Pla

#67 FORD CHIP GANASSI RACING UK
Ford GT EcoBoost
Andy Priaulx/Harry Tincknell

#71 AF CORSE
Ferrari 488 GTE Evo
Davide Rigon/Sam Bird

#81 BMW TEAM MTEK
BMW M8 GTE
Martin Tomczyk/Nicky Catsburg/Philipp Eng

#82 BMW TEAM MTEK
BMW M8 GTE
Augusto Farfus/Antônio Félix da Costa/Alexander Sims

#91 PORSCHE GT TEAM
Porsche 911 RSR GTE
Richard Lietz/Gianmaria Bruni

#92 PORSCHE GT TEAM
Porsche 911 RSR GTE
Michael Christensen/Kévin Estre

#95 ASTON MARTIN RACING
Aston Martin Vantage GTE 2018
Marco Sorensen/Darren Turner/Nicki Thiim

#97 ASTON MARTIN RACING
Aston Martin Vantage GTE 2018
Alex Lynn/Jonathan Adam/Maxime Martin

LMGTE-AM

#54 SPIRIT OF RACE
Ferrari 488 GTE
Thomas Flöhr/Giancarlo Fisichella/Francesco Castellacci

#59 PROJECT 1 RACING
Porsche 911 RSR GTE
Jörg Bergmeister/Patrick Lindsey/Egidio Perfetti

#61 CLEARWATER RACING
Ferrari 488 GTE
Mok Weng Sun/Keita Sawa/Matt Griffin

#70 MR RACING
Ferrari 488 GTE
Motoaki Ishikawa/Eddie Cheever III/Olivier Beretta

#77 DEMPSEY RACING-PROTON
Porsche 911 RSR GTE
Matteo Cairoli

#86 GULF RACING UK
Porsche 911 RSR GTE
Michael Wainwright/Ben Barker

#88 PROTON COMPETITION
Porsche 911 RSR GTE
Matt Campbell

#90 TF SPORT
Aston Martin Vantage GTE V8
Salih Yoluc/Euan Hankey/Charlie Eastwood

#98 ASTON MARTIN RACING
Aston Martin Vantage GTE V8
Paul Dalla Lana/Pedro Lamy/Matthias Lauda

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

2 Comentários

  • Além do excelente grid em todas as classes, algumas curiosidades:
    François Perrodo sem Emmanuel Collard, Loic Duval guiando na LMP2, Fernando Rees guiará pela terceira classe diferente, uma vez que já colaborou com a própria Larbre na LMGTE-Am e com a Aston Martin na Pro, Gianmaria Bruni guiando um carro que não é uma Ferrari no WEC, Giancarlo Fisichella guiando na LMGTE-Am e Maxime Martin, appos anos de serviço para a BMW, guiará para a Aston Martin…
    Essa Super Seasion promete…mal posso esperar.

  • Torcendo pelo Rebellion 01, por dois motivos, pelo Bruno e porque a Toyota merece continuar na penumbra em La Sarthe. Corrida se ganha na pista, não achei correto darem a vitória para o Alonso.

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames