MENU

27 de outubro de 2018 - 09:20Automobilismo Nacional, Endurance

Endurance Brasil: mais uma pole dos AJR

42651298-2015146228507054-1243908372432945152-o_1_orig

RIO DE JANEIRO – Adiada para hoje cedo por conta do mau tempo que assolou o Velopark no fim da tarde deste sábado, com um temporal digno de Arca de Noé, a classificação para a 6ª e penúltima etapa do Endurance Brasil definiu há alguns minutos o grid para a corrida – que contará com a participação de 24 carros no circuito gaúcho de 2,278 km de extensão.

E para a corrida que larga às 10h da manhã com duração prevista de três horas – e link ao vivo aqui no blog (claro!), novamente os protótipos AJR foram dominantes. O #88 do trio Carlos Kray/Vicente Orige/David Muffato superou o #11 de César Ramos/Emílio Padron, considerado favorito após a vitória na última etapa e também pelos bons desempenhos nos treinos livres.

Com o tempo de 49″400, o AJR com motor Chevrolet V8 superou por 0″190 o carro que é equipado com motor Honda K24 Turbo. E os demais não conseguiram marcas próximas: a Lamborghini Huracán #19 da Via Italia Racing/TMG, só ficou a 1″408 e fez a pole entre os modelos inscritos na GT3, seguida pela Mercedes-AMG de Júlio Campos/Guilherme Figuerôa. O Porsche 911 GT3-R de Ricardo Maurício/Marcel Visconde foi o sexto, atrás ainda de mais um protótipo AJR Chevrolet V8.

O MCR Grand-Am Lamborghini V10 da Mottin Racing alcançou um belo 7º posto no grid, seguido pelo MC Tubarão IX de Tiel Andrade/Júlio Martini, que defendem a liderança do campeonato na classe P1. O top 10 é completado pelo Scorpion com motor Hayabusa Turbo da dupla Thiago Riberi/Stuart Turvey e por Ian Ely/Daniel Claudino, no bom e velho MCR com motor Volkswagen Turbo.

Nas demais classes, o MRX Cosworth #75 que lidera o campeonato na P2 conquistou mais uma pole, com o 12º lugar geral do grid. Gustavo e Rafael Simon foram os mais rápidos entre os inscritos da P3, levando o #56 da Motorcar – que também é o ponteiro do campeonato em sua divisão – ao 17º lugar geral. E o Audi RS3 LMS TCR de Henry Visconde/Carlinhos de Andrade foi o 21º tempo geral e pole da GT4, classe que Henry lidera.

Compartilhar

2 comentários

  1. Prezado Rodrigo,

    PErgunta de leigo: o AJR tem perfil técnico para competir em alguma categoria internacional de endurance chancelada pela FIA ? Enquadrado em algo como LMP3, por exemplo ?

    Um abraço !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *