MENU

10 de novembro de 2018 - 16:53Fórmula 1, Fórmula Indy

Em busca da Tríplice Coroa

20181192016357_IMG_6977_O

Um homem e um objetivo: Fernando Alonso volta às 500 Milhas de Indianápolis para conquistar a Tríplice Coroa do automobilismo mundial (Foto: Rodrigo Berton/Reprodução Grande Prêmio)

RIO DE JANEIRO – Mesmo andando entre os últimos em sua despedida do GP do Brasil de Fórmula 1, Fernando Alonso não se cansa de ser notícia no paddock da categoria máxima.

A McLaren divulgou há pouco tempo atrás a novidade para 2019: o espanhol vai voltar para Indianápolis na esperança de vencer a Indy 500 e assim se igualar a Graham Hill, até hoje o único tríplice coroado do automobilismo mundial.

Em sua primeira aparição no mítico oval dos EUA ano passado, Alonso se adaptou muito rápido ao monoposto que guiou e andou muito bem, tanto nos treinos quanto na corrida – até o motor Honda (que novidade…) quebrar.

Ao contrário de 2017, quando a McLaren entrou na prova em parceria com a Andretti, não está divulgado ainda quem cuidará do running da equipe, apenas conhecida por hora como McLaren Racing, de acordo com o comunicado oficial expedido em Interlagos neste sábado.

“Já deixei claro há algum tempo meu desejo de conquistar a Tríplice Coroa”, disse Alonso. “Tive uma experiência incrível em Indianápolis em 2017 e eu sabia que eu precisava ter uma nova oportunidade lá. Estou especialmente feliz em retornar à McLaren. Esta sempre foi minha primeira opção se a equipe decidisse ir fundo nisso. É uma corrida dura e contra os melhores, então vai ser um grande desafio. Mas nós somos apaixonados por corrida e é por isso que corremos. Uma das coisas que eu estou esperando mais é ver os fãs de novo, são fantásticos”, continuou.

“Estamos voltando ao Brickyard e para essa incrível corrida”, emendou Zak Brown, chefe da McLaren. “A McLaren tem uma longa relação com a Indy 500 e nós temos um trabalho que está incompleto com Fernando. Nenhuma Indy 500 é mole, sempre um desafio grande. Temos um grande respeito pela corrida e pelos competidores, então, não temos falsas ilusões. Só que nós somos apaixonados por corrida, Alonso também. Vamos atrás desta”, encerrou.

Por enquanto, são os únicos planos de Fernando conhecidos para 2019. A Toyota deve lhe oferecer uma renovação de contrato e é possível que o vejamos no WEC na temporada bienal 2019/20, já que o espanhol de 37 anos deixa a Fórmula 1 após o GP de Abu Dhabi do próximo dia 25.

Alonso quer reescrever uma história e, não duvidem, vai tentar o que puder para conseguir essa Tríplice Coroa e ser marcado para sempre no automobilismo mundial.

1 comentário

  1. Ricardo Talarico disse:

    O Alonso é um grande piloto, mas eu acho que aumentaria as chances dele nas 500 Milhas de Indianapolis se ele fizesse 1 ou 2 provas em ovais para chegar mais preparado, principalmente nas manhas de andar no tráfego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *