AsLMS, 4h de Fuji: Hanson e United Autosports na pole

A
22_United_Autosports_Ligier_AsLMS_Fuji_2018_Practice_1
Phil Hanson foi o destaque do sábado, conquistando a pole position para as 4h de Fuji, segunda etapa do Asian Le Mans Series, que terá vídeo ao vivo aqui no blog

RIO DE JANEIRO – Num sábado frio (13º C) de outono no Japão, brilhou o jovem Phil Hanson. O piloto britânico de apenas 19 anos desbancou nomes experientes como os de Andrea Pizzitola e do brasileiro Pipo Derani para conquistar a pole position para as 4h de Fuji, segunda etapa da temporada 2018/19 do Asian Le Mans Series.

Mais rápido no último treino livre e também no teste prévio de sexta-feira, Hanson conquistou a primeira pole da United Autosports na competição, com o tempo de 1’31″685, deixando para trás o carro #24 da Algarve Pro Racing tripulado por Pizzitola por 0″335.

“Quanto mais fria ficava a pista, melhor para o nosso carro”, comentou o pole. “Estamos velozes nessas condições. Temos um bom ajuste para a corrida e em qualificação, fomos muito bem”, avaliou Hanson.

Pipo Derani chegou a ficar com a pole provisória durante o treino de 15 minutos para os protótipos das classes LMP2 e LMP3. Acabou mesmo caindo para a terceira posição do grid – 1’32″154. Guy Cosmo qualificou o segundo protótipo da United Autosports em quarto – mais rápido entre os inscritos com pilotos prata e bronze do grid, seguido por Anders Fjørdbach.

A batalha pela pole na LMP3 não envolveu muitos pilotos. O britânico Nigel Moore fez o bastante para desalojar da posição de honra da categoria o #2 da United Autosports guiado por Garrett Grist e levou o ponto extra para a Viper Niza Racing.

“Foi uma boa volta, não havíamos extraído o melhor do carro na nossa primeira saída e decidimos trocar por pneus novos. Deu certo!”, comentou Moore. “Sabemos que temos um bom ritmo de corrida, mostramos isso em Xangai. E vamos buscar essa vitória”.

Colin Noble classificou um dos carros da Ecurie Ecosse/Nielsen na terceira posição da classe, fechando assim o top 10 geral, com apenas dois milésimos de vantagem para o holandês Kay Van Berlo. Aidan Read completou os cinco mais rápidos, enquanto a Inter Europol Competition, destaque na etapa inaugural em Xangai, não foi além do sétimo posto.

A R24 entrou com uma substituta de última hora para Anna Inotsume, cuja presença no resto do fim de semana não foi recomendada em razão do acidente de sábado mais cedo. Sem nenhum teste prévio, Sayaka Kato foi jogada às feras e não conseguiu um tempo decente.

Entre os cinco GT inscritos, a CarGuy se valeu da experiência de James Calado para bater a Spirit Of Race (equipe do brasileiro Oswaldo Negri) e os dois Audi R8 LMS da TianShi, que surpreenderam e em dado momento chegaram a ocupar as duas primeiras posições. Mas as Ferrari 488 GT3 prevaleceram sobre os modelos quatrargólicos, com Ivor Dunbar ficando em último na divisão, totalmente fora de ritmo em relação aos adversários.

As 4h de Fuji terão início ao meio-dia (hora local), 1h da manhã de sábado para domingo pelo horário de Brasília – com transmissão via streaming aqui no blog.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames