AsLMS, 4h de Fuji: vitória impecável da Algarve Pro Racing

A
pm_aslms_fuji_2018_pq_gallery-01-730x487
Pizzitola e Newey foram os vencedores em Fuji na 2ª etapa do Asian Le Mans Series

RIO DE JANEIRO – Após o desastre na prova de abertura em Xangai, a Algarve Pro Racing lavou a alma neste domingo, durante a disputa das 4h de Fuji, segunda etapa da temporada bienal 2018/19 do Asian Le Mans Series. Com uma performance impecável de seus pilotos Andrea Pizzitola e Harrison Newey, a equipe anglo-portuguesa conquistou o triunfo numa corrida difícil – principalmente por conta do mau tempo.

Além do frio e da baixa temperatura da pista no Fuji Speedway, houve chuva em vários momentos da disputa e também neblina, para dificultar a visibilidade. Pizzitola e Newey tiveram ótima condução ao longo da disputa e fecharam a prova em 140 voltas, com cerca de 16 segundos de vantagem para Paul Di Resta/Phil Hanson, da United Autosports – dupla que conquistara a pole position.

A surpresa foi o 3º lugar da ARC Bratislava, depois de um acidente na primeira curva com o carro #25 da Algarve Pro Racing – que acabaria punido não só uma, mas seis vezes – cinco delas por excesso de velocidade nos boxes. De último na geral, o carro amarelo de Darren Burke/Kang Ling/Miro Konôpka emergiu ao pódio para ganhar também entre os LMP2 Am, à frente da United Autosports e do próprio carro que tocou neles na largada.

Vencedora em Xangai, a Spirit Of Race desta vez não conseguiu repetir a performance da etapa inaugural. A trinca Pipo Derani/Côme Ledogar/Alexander West perdeu três voltas e fechou a disputa em 6º lugar. Com esse resultado, perderam a liderança do campeonato para Hanson/Di Resta, que com dois segundos lugares alcançam 36 pontos somados contra 34 da equipe suíça.

3-United-Autosports-Ligier-Asian-LMS_2018-Fuji
Bell, Van Berlo e England foram ao topo do pódio na LMP3

Na LMP3. Matt Bell/Kay Van Berlo/Christian England conseguiram o 7º posto geral e a vitória na divisão, completando 135 voltas – uma à frente de Kuba Smiechowski/Martin Hippe, que com mais um pódio disparam na liderança da classificação do campeonato. Um ótimo resultado, considerando o mau desempenho nos treinos oficiais. A Viper Niza Racing foi novamente muito bem na corrida em seu início, mas o carro #65 acabou apenas em 6º na classe, atrás dos dois bólidos da Ecurie Ecosse/Nielsen e do #2 da United Autosports.

pm_aslms_fuji_2018_pq_gallery-41
Correndo em casa, a CarGuy Racing ganhou entre os GTs e é a única equipe com duas vitórias no Asian Le Mans Series

Entre os modelos GT, a CarGuy confirmou o favoritismo e venceu com o 12º lugar geral na prova (segundo triunfo do time japonês na temporada do Asian Le Mans Series), uma volta à frente da Spirit Of Race, de novo no pódio com o brasileiro Oswaldo Negri. A TianShi Racing Team chegou nas posições seguintes com o Aston Martin da TF Sport em quinto na categoria.

Dos 20 carros que deram a largada nas 4h de Fuji, somente a Eurasia não chegou ao fim com os pilotos Aidan Read/Nobuya Yamanaka. A próxima etapa do campeonato é as 6h de Buriram, na Tailândia, no dia 12 de janeiro.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames