24h de Daytona: 47 carros confirmados na abertura do IMSA

2

ms-imsa-2019-roar-daytona-80

RIO DE JANEIRO (atualizado dia 18/01 às 16h30) – Zero surpresa na divulgação oficial da lista de inscritos para a edição 2019 das 24h de Daytona, prova que abre o IMSA Weather Tech SportsCar Championship. Os 47 carros confirmados para a corrida da Flórida são os mesmos do ROAR Before The Rolex 24 – até porque o treino é mandatório para todos os participantes.

Agora só a Montaplast by Land Motorsport é a única equipe com uma vaga em aberto: ela divulgou o suíço Ricardo Feller como um dos integrantes da tripulação do Audi #29 no período pré-ROAR, mas ele não consta da relação. A Ebimotors fechou seu lineup com a vinda de dois garotos – o estadunidense Taylor Proto e o italiano Giacomo Altoè. Ambos têm experiência no Lamborghini Super Trofeo.

O total de pilotos até o momento é de 178 – sendo onze deles, brasileiros – e as últimas confirmações foram feitas por equipes da classe GTD e da LMP2. A Via Itália Racing, equipe brasileira que terá Chico Longo, Marcos Gomes e Victor Franzoni, contará com o auxílio luxuoso do experiente Andrea Bertolini. Milos Pavlovic fechou o quarteto do Lamborghini da PPM e nas equipes DragonSpeed e PR1/Mathiasen Motorsports, foram anunciados respectivamente os nomes de Ryan Cullen para o carro #18 e de Mark Kvamme e Enzo Guibbert no #52.

Com relação ao Balance of Performance, o sempre polêmico BoP, não está prevista qualquer mudança na tabela para os protótipos LMP2 em relação ao ROAR do início do ano, enquanto entre os DPi os Acura começam com menos dois litros de tanque de combustível (78 para 76), a exemplo da Mazda (81 para 79). Os Cadillac DPi-V.R perdem um litro, baixando de um máximo de 71 para 70.

O único Nissan Onroak DPi, agora da CORE Autosport, permanece com a mesma tabela de combustível e também de peso mínimo – com 935 kg, é o modelo mais pesado dentro desse regulamento. Mas a IMSA mudou o ponto da sonda Lambda, que controla a quantidade de combustível enviado para o motor, deixando no valor de 0.86, um pouco mais acima dos 0.85 da Mazda.

Os protótipos com chassi Multimatic, inclusive, estão autorizados a mexer no apoio aerodinâmico. Poderão usar o flap de Sprint (alta velocidade) e a asa traseira regulada com ângulo de ataque de 11,7 graus. Lembro que foram os Mazda DPi que dominaram o ROAR há alguns dias, inclusive com Oliver Jarvis quebrando o recorde extra-oficial da pista, que perdurava desde 1993.

Entre os GTLM, o único carro que tem mudanças no BoP é a BMW M8 GTE. O modelo bávaro, que inicia o ano com 1220 kg de peso mínimo, entrará na primeira prova com 90 litros de capacidade no tanque de combustível. Já na GTD, a M6 GT3 do construtor alemão começa com uma “dieta” de 15 kg, enquanto o Lamborghini Huracán terá um restritor 1mm maior, passando para 39mm contra 43 dos Porsches, 40 de Lexus e Audi e 36mm das Mercedes-AMG.

Os novos Porsche 911 GT3-R começam o ano com tanques de combustível aumentados de 90 para 93 litros, enquanto os Huracán ganham dois litros e sobem de 95 para 97. O Acura NSX-GT3 EVO larga na primeira prova com 105 litros contra 108 da tabela anterior.

O Fox Sports renovou para o Brasil o contrato de transmissão do IMSA para 2019. Então, aguardem a confirmação dos horários de transmissão de parte das 24h de Daytona deste ano, que contam com representantes de 28 países diferentes. O blog atualizará as informações ao longo desta semana.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

7 Comentários

  • Gostei do fato de não tentarem diminuir a velocidade dos GTEs em geral. Acho que vai ser uma das melhores 24H de Daytona dos últimos tempos. Preciso preparar os petiscos e as cervejas pra não sair de casa no próximo fim de semana.

  • Os Cadillacs perderam somente um litro no tanque de combustível? Na minha humilde opinião deveriam tem um BOP de maior peso, çara melhorar o equilíbrio no DPi.

  • Sábado então estarei “full time” ligado na prova inclusive via internet/site oficial quando estivermos fora das janelas do Fox Sports…palpites?
    Vitória overall do carro que terá Derani e Nasr, seguido de um Penske na Prototype, Trovão na GTLM num duelo épico com Porshes e Ford GT e, se o Paul Dalla Lana permitir, Serrinha leva na GTD.
    Que venha logo o fim de semana!!

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames