24h de Daytona: Mazda e Bomarito lideram segundo treino

2
Bomarito-Mazda
O Mazda DPi foi o mais rápido do segundo treino livre, com Jonathan Bomarito na pilotagem

RIO DE JANEIRO – Melhoram as condições da pista de Daytona nesta quinta-feira: tanto que o segundo treino livre encerrado há instantes já tem pelo menos um carro virando abaixo de 1’35”. Favorito à pole? Nunca se sabe… mas foi da marca e da equipe que brilharam no ROAR, há três semanas – o Mazda Team Joest.

Com o carro #55, Jonathan Bomarito fez a melhor volta da sessão em 1’34″672, sete décimos melhor que o Cadillac #5 da Mustang Sampling/AX Racing guiado pelo português Filipe Albuquerque. Um temporal, considerando que em dado momento da sessão os onze DPi do plantel das 24h de Daytona estavam praticamente dentro do mesmo segundo.

Dono da melhor volta do treino em grande parte da sessão, Colin Braun pôs o Nissan Onroak DPi da CORE Autosport com a 3ª posição, deixando a apenas um milésimo o Acura DPi da Penske, que tem entre os pilotos o brasileiro Hélio Castroneves. As quatro marcas representadas na classe ficaram, portanto, nas quatro primeiras colocações.

O quinto posto foi da Juncos Racing, seguida do #31 da Whelen Engineering/AX Racing, de Pipo Derani e Felipe Nasr. A Wayne Taylor Racing, que tem como grande atração o bicampeão de Fórmula 1 e atual campeão das 24h de Le Mans Fernando Alonso, ficou em sétimo.

Entre as sete equipes com protótipos DPi, a JDC-Miller, terceira colocada mais cedo, voltou a figurar nas posições que ocupou no ROAR: os últimos lugares do grupo. O carro de Rubens Barrichello foi o 11º colocado, a 1″985 da melhor volta de Bomarito.

A DragonSpeed foi a mais rápida entre os LMP2, com melhora considerável em relação ao primeiro treino – a melhor volta foi em 1’37″255 com o australiano James Allen, cerca de três décimos melhor que Gabriel Aubry, no #52 da PR1/Mathiasen.

Porsche-IMSA
Nick Tandy liderou o plantel entre os modelos GTLM; Porsche homenageia a Brumos, várias vezes campeã das 24h de Daytona

Com a linda decoração alusiva à lendária equipe Brumos Porsche, Nick Tandy liderou o plantel da GTLM no segundo treino: o britânico rodou em 1’43″475, 0″086 melhor que o Corvette C7-R campeão do ano passado e guiado na melhor volta por Jan Magnussen. Ryan Briscoe fechou o top 3 com o Ford GT EcoBoost #67 da Ganassi. Quatro marcas diferentes ocuparam os quatro primeiros lugares, já que a Risi Competizione andou próxima das rivais. A exceção foi a BMW, que ficou com os últimos dois lugares da divisão.

Já entre os GTD, melhor volta para Daniel Serra: o bicampeão da Stock Car cravou 1’45″936, dois décimos abaixo do Acura #86 guiado por Trent Hindman. A terceira posição foi da Mercedes-AMG #33 com Ben Keating, seguido por Bill Auberlen (BMW) e Marcos Gomes, que com a Ferrari da Via Itália Racing ficou em quinto, com 1’46″295.

O melhor Lamborghini foi sexto na segunda sessão, seguido do Porsche da Pfaff Motorsports, enquanto o mais rápido entre os Lexus foi 12º e o melhor Audi foi apenas 15º no FP2. O carro 100% tripulado por mulheres terminou a sessão em 14º lugar – Bia Figueiredo fez a melhor volta de novo, em 1’46″829.

A definição do grid para a edição 2019 das 24h de Daytona acontece a partir de 18h35 de Brasília (15h35 locais). Ainda haverá um treino noturno, com presença compulsória de todos os pilotos, a partir de 19h locais – 22h de Brasília.

O Fox Sports 2 transmite as 24h de Daytona neste fim de semana. Anotem os horários:

Sábado a partir de 18h30 – até por volta de 21h30, com este que vos escreve na narração e Edgard Mello Filho nas análises e comentários.

Domingo, a partir de 15h30 – até a quadriculada – comigo nos comentários e análises e Thiago Alves na narração.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames