MENU

12 de janeiro de 2019 - 07:57Asian Le Mans Series

AsLMS, 4h de Buriram: United Autosports vence e amplia liderança

RIO DE JANEIRO – Prometi pôr aqui no blog o streaming da corrida do Asian Le Mans Series em Buriram, na Tailândia – e desde já peço desculpas por não tê-lo feito. Fui vencido pelo cansaço da semana e pelo calor de rachar – só um ar condicionado pode nos salvar neste verão.

Enfim, a disputa deste sábado foi ganha pela United Autosports – que liderava após duas etapas sem ter conquistado um único triunfo e hoje os britânicos Paul Di Resta e Phil Hanson lavaram a égua, como diz o vulgo. Não só levaram os 25 pontos como ampliaram a liderança da dupla na classificação do campeonato – agora com 62 pontos, já que a Spirit of Race não foi para a 3ª etapa e a Algarve Pro Racing quebrou em Xangai, na prova de abertura.

Foi uma vitória tranquila do carro #22 do time de Richard Dean e Zak Brown, com direito a uma volta inteira de vantagem para a trinca Ate Dirk de Jong/Harrison Newey/Andrea Pizzitola, que largou da pole position. A trinca do time anglo-português acabou prejudicada por um contato com um retardatário, mas conseguiu salvar mais um pódio que leva a Algarve Pro Racing ao total de 44 pontos, ainda com chances de levar o título na última etapa em Sepang, no mês de fevereiro.

A Panis-Barthez Competition não teve bom desempenho nos treinos, mas na corrida a constância do trio formado por Jean-Baptiste e Matthieu Lahaye, mais François Hériau, foi suficiente para que conquistassem o primeiro pódio do ano, a uma diferença de perto de 11 segundos em relação ao 2º colocado.

Já entre os LMP2-AM, a ARC Bratislava voltou a superar o #23 da United Autosports e o #25 da Algarve Pro Racing, reclamando para si o segundo triunfo em três etapas disputadas para o trio formado por Darren Burke/Miro Konôpka/Kang Ling. A equipe agora lidera a classificação com nove pontos de vantagem para a United Autosports.

E não foi só na geral e na LMP2 que a equipe venceu: Chris Buncombe/Garrett Grist/Wayne Boyd faturaram a disputa entre os LMP3, com uma volta inteira de avanço para Kuba Smiechowski/Martin Hippe, que não ligaram muito para o fato de não terminar no topo do pódio – já que a dupla da Inter Europol Competition lidera com 62 pontos – oito à frente da equipe rival. Haverá batalha entre elas para ver quem leva a taça nas 4h de Sepang.

A Ecurie Ecosse/Nielsen Racing foi recompensada com um pódio e um quarto lugar, após um de seus carros ter problemas nos treinos e sequer marcar tempo de classificação. O #3 da United Autosports, vencedor em Fuji, desta vez foi um modesto quinto, à frente dos bólidos da Eurasia, R24 e Viper Niza Racing.

Na competição dos GT, a CarGuy Racing, mesmo com o contato imediato no protótipo da Algarve Pro Racing e um posterior drive-through por exceder o limite da pista na saída do box, o carro #11 de James Calado/Takeshi Kimura/Kei Cozzolino alcançou a terceira vitória em três etapas e praticamente a escuderia japonesa pôs a mão na taça e na vaga automática para as 24h de Le Mans deste ano. Cabe a eles terminar a última etapa para conquistar o título.

A vitória veio por margem de 23 segundos sobre o Audi #88 da TianShi Racing Team, reforçado neste fim de semana por Jean-Karl Vernay, enquanto a Ferrari pole position da Spirit of Race sucumbiu, ficando uma volta atrás dos adversários e terminando a disputa em terceiro na classe – 17º lugar na geral. O brasileiro Oswaldo Negri e seus parceiros Alessandro Pier Guidi e Francesco Piovanetti têm 52 pontos e devem conquistar o vice-campeonato.

O encerramento da temporada 2018/19 será no dia 24 de fevereiro, na Malásia.

Compartilhar

2 comentários

  1. Jonny'O disse:

    Assisti uns trechos da corrida, acho interessante o Asian Le Mans por ter como diferença pras demais, o regulamento aceita os lmp2 antigos ,o time algarve corre com ligier Judd, carro não permitido mais na Lmp2 wec.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *