MENU

11 de janeiro de 2019 - 00:43Rali Dakar

Dakar 2019: Karginov vence novamente nos Caminhões

RIO DE JANEIRO – O veterano de batalhas de Rali Dakar Andrey Karginov permanece vivo na briga pela liderança no maior evento off-road do planeta. O russo do time Kamaz-Master voltou a ganhar uma especial na etapa anterior e nesta quinta-feira, repetiu a dose para ameaçar o até aqui inabalável domínio do atual campeão, colega de time e também russo Eduard Nikolaev.

Com o tempo de 4h09min29seg para os 405 km cronometrados da primeira parte da Maratona (trecho do evento sem assistência remota), Karginov superou o tcheco Martin Macik, que faz um ótimo Rali Dakar, com 1min29seg de vantagem e quase 13min para um segundo caminhão Kamaz-Master, este conduzido por Airat Mardeev.

Nikolaev foi apenas o quinto colocado na etapa: o piloto do caminhão #500 perdeu 13min24seg em relação a Karginov e sua vantagem na liderança foi seriamente comprometida, uma vez que logo antes do primeiro waypoint ele teve problemas e precisou parar. Menos mal que o argentino Federico “Coyote” Villagra acabou com um resultado ainda pior.

O piloto sul-americano de um dos quatro Iveco Powerstar do time de Gerard De Rooy acabou por ficar várias horas parado com problemas, comprometendo seriamente suas chances de lutar – pelo menos até agora – na dianteira do Rali Dakar. A modesta 19ª posição na especial, mais de 3h20min atrás, jogou os “hermanos” para 13º na geral.

Um duro golpe nas pretensões do time De Rooy e nas da própria Iveco, que foi derrotada pela Kamaz nas últimas edições. Tanto que o melhor caminhão da marca italiana foi exatamente o de Gerard De Rooy, que foi décimo hoje e está em 5º lugar na geral, porém já a mais de 1h40min de Nikolaev. O exército russo está separado entre si na ponta por menos de 10 minutos, com Dmitry Sotnikov absolutamente pronto para abocanhar a liderança se os companheiros de equipe tiverem problemas. Martin Macik é o quarto a 28min48seg do líder e aparece – ainda – com chances remotas de surpreender na chegada em Lima.

Etapa #4 – Arequipa-Tacna (Maratona)
Ligação: 259 km
Trecho cronometrado: 405 km
Total: 664 km

Resultado – caminhões:

1. #518 Karginov/Mokeev/Leonov (Kamaz-Master) – 4h09min49seg
2. #504 Macik/Tomasek/Kalanka (Liaz) – a 1min29seg
3. #502 Mardeev/Svistunov/Galiautdinov (Kamaz-Master) – a 12min47seg
4. #501 Viazovich/Haranin/Zhyhulin (MAZ) – a 13min21seg
5. #500 Nikolaev/Yakovlev/Rybakov (Kamaz-Master) – a 13min24seg
6. #514 Sotnikov/Nikitin/Mustafin (Kamaz-Master) – a 13min38seg
7. #531 Van Kasteren/Van Den Bosch/Van Hoof (Renault Trucks) – a 19min02seg
8. #507 Loprais/Marco Alcayna/Pokora (Tatra) – a 26min36seg
9. #512 Huzink/Roesink/Buursen (Renault Trucks) – a 28min52seg
10. #503 De Rooy/Rodewald/Torrallardona (Iveco) – a 30min20seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Nikolaev/Yakovlev/Rybakov – 13h52min04seg
2. Karginov/Mokeev/Leonov – a 4min58seg
3. Sotnikov/Nikitin/Mustafin – a 8min39seg
4. Macik/Tomasek/Kalanka – a 28min48seg
5. De Rooy/Rodewald/Torrallardona – a 1h43min16seg
6. Mardeev/Svistunov/Galiautdinov – a 1h54min18seg
7. Van Genutgen/Der Kinderen/Willemsen – a 2h01min20seg (+20min de penalização)
8. Van Kasteren/Van Den Bosch/Van Hoof – a 2h03min39seg
9. Loprais/Marco Alcayna/Pokora – a 2h40min16seg
10. Vishneuski/Novikau/Neviarovich – a 2h42min04seg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *