MENU

14 de janeiro de 2019 - 16:17Rali Dakar

Dakar 2019: Sunderland dribla problemas, vence etapa e Brabec recupera dianteira nas Motos

20191141249246_AP-1Y4H92SQD1W11_hires_jpeg_24bit_rgb_II

Sam Sunderland se recuperou da falha técnica de ontem, quando ficou sem freio traseiro. E venceu bem a 7ª etapa, no retorno de Ricky Brabec à liderança geral nas Motos (Foto: Red Bull Content Pool/Reprodução Grande Prêmio)

RIO DE JANEIRO (atualizado às 22h) - Após perder o freio traseiro na etapa passada, o britânico Sam Sunderland foi a estrela da 7ª etapa – a primeira em formato “laço” e disputada hoje em San Juan de Marcona. Foram 323 km cronometrados e mais 64 km apenas de trecho de ligação, em que o campeão de 2016 nas Motos foi o mais rápido, com o tempo de 3h51min41seg.

O tempo dele foi 1min51seg melhor que o do chileno Nacho Cornejo Florimo, outro que também veio mais de trás na formação de largada, para chegar em segundo com sua Honda. Novamente quem abriu a trilha teve problemas de navegação e ritmo, o que configura uma autêntica gangorra na classificação geral em duas rodas. Registre-se que houve atraso de meia hora na abertura da especial, por conta da pouca visibilidade para os helicópteros do ASO voarem. A neblina, que vem atrapalhando a competição há alguns dias, hoje apareceu com tudo no início da manhã – só para constar, a especial começou em neutralizado nos primeiros 35 minutos.

Tanto que o vitorioso de ontem e líder provisório no acumulado, o chileno Pablo Quintanilla, fez apenas o 14º tempo. Ele perdeu quase 22 minutos com sua Husqvarna e baixou para a quinta posição na classificação geral. Terceiro hoje a 6min30seg, o estadunidense Ricky Brabec, da Honda, recuperou a ponta do ranking, com 7min47seg de vantagem para Adrien Van Beveren, quarto melhor colocado da etapa desta segunda-feira. O australiano Toby Price baixou para terceiro na soma dos tempos, já que foi penalizado em 1min33seg pela organização.

Alguns pilotos que pouco têm a perder estão se firmando seguidamente nas últimas especiais no top 10. Caso do argentino Luciano Benavides e de Andrew Short, que vêm disputando para ficar entre os principais nomes na geral. O sul-americano foi quinto hoje e o piloto da Husqvarna, sexto. Com isso, Short está em nono na geral e o representante da KTM vem em 11º, próximo de Xavier De Soultrait – que inclusive baixou para décimo por conta de uma penalização hoje oficializada pelo ASO.

O brasileiro Antônio Lincoln Berrocal era o nonagésimo-primeiro colocado geral entre 95 pilotos ao abrir a 7ª especial, ele tentava completar seu primeiro Rali Dakar. Porém, o ASO decidiu desclassificar o piloto de 60 anos, possivelmente por ter passado fora dos waypoints estabelecidos para o trecho cronometrado – assim, ele deixa a disputa.

Etapa #7 – San Juan de Marcona-San Juan de Marcona
Ligação: 64 km
Trecho cronometrado: 323 km
Total: 397 km

Resultado – motos:

1. #14 Sam Sunderland (KTM) – 3h51min41seg
2. #10 Nacho Cornejo Florimo (Honda) – a 1min51seg
3. #15 Ricky Brabec (Honda) – a 6min30seg
4. #4 Adrien Van Beveren (Yamaha) – a 9min40seg
5. #77 Luciano Benavides (KTM) – a 11min19seg
6. #29 Andrew Short (Husqvarna) – a 11min29seg
7. #18 Xavier De Soultrait (Yamaha) – a 13mn12seg
8. #3 Toby Price (KTM) – a 14min19seg
9. #11 Stefan Svitko (KTM) – a 16min21seg
10. #1 Matthias Walkner (KTM) – a 16min38seg

Classificação geral extra-oficial:

1. Ricky Brabec – 24h48min02seg
2. Adrien Van Beveren – a 7min47seg
3. Toby Price – a 8min28seg (+1min33seg de penalização)
4. Sam Sunderland – a 9min58seg
5. Pablo Quintanilla – a 9min59seg
6. Kevin Benavides – a 16min15seg
7. Matthias Walkner – a 16min16seg (+3min de penalização)
8. Stefan Svitko – a 37min19seg
9. Andrew Short – a 39min07seg
10. Xavier De Soultrait – a 40min08seg (+1min de penalização)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>