MENU

22 de fevereiro de 2019 - 09:49Asian Le Mans Series

AsLMS, 4h de Sepang: 1-2 da Algarve Pro Racing na abertura dos treinos livres

D0AVsAjWoAENPqb

Anders Fjørdbach foi o mais rápido da sexta-feira: a última etapa do AsLMS será domingo, com quatro vagas em aberto para as 24h de Le Mans 2019

RIO DE JANEIRO – Ainda com chances de conquistar uma vaga direta às 24h de Le Mans 2019, a Algarve Pro Racing começou bem nos treinos livres de sexta-feira – que abriram os trabalhos para as 4h de Sepang, quarta e última etapa do Asian Le Mans Series 2018/19.

Com seus dois Ligier JS P2 Judd, o time sediado em Albufeira e comandado pelos ingleses Samantha e Stewart Cox, ficaram à frente dos demais adversários. Anders Fjørdbach, com o carro inscrito na LMP2 Am, fez o melhor tempo do dia em 1’54″986, 1″065 mais veloz que o #24 conduzido pelo francês Andrea Pizzitola, que junto a Ate Dirk de Jong e Harrison Newey ainda pode desbancar a líder United Autosports.

Pipo Derani fez o 3º melhor tempo do treino com 1’56″131, a bordo do Ligier JS P2 Nissan #8 da Spirit of Race, enquanto a Panis-Barthez Competition ficou em quarto. Paul Di Resta, colíder do campeonato junto ao companheiro Phil Hanson, marcou 1’57″347. O segundo carro do time de Zak Brown e Richard Dean andou pouco: deu só sete voltas e ficou a mais de cinco segundos do melhor tempo. Pior aconteceu à ARC Bratislava, que não marcou tempo na sexta-feira com seu Ligier.

Nigel Moore foi o piloto mais veloz da LMP3: com o #65 da Viper Niza Racing, o britânico cravou 2’01″265 – tempo inclusive melhor que o de alguns pilotos de LMP2. A apenas 0″097 do mais rápido, ficou o polonês Kuba Smiechowski, da líder e favorita ao título Inter Europol Competition. Na sequência, ficaram os dois carros da Ecurie Ecosse/Nielsen, respectivamente com Christian Stubbe Olsen e Colin Noble.

Michael Simpson conseguiu um bom 5º tempo na classe para o único Ginetta-Juno LMP3 inscrito pela ARC Bratislava, com os dois bólidos da United Autosports antecedendo o #38 da Jackie Chan DC Racing – que voltou à categoria. No carro #50 do trio feminino, o melhor tempo foi de Katherine Legge – 2’04″280. Michele Gatting não ficou tão atrás da britânica, marcando 2’04″336. Já a francesa Margot Laffite fez 2’07″997. No total, foram 30 voltas completadas pelas mulheres ao longo da sessão.

Entre os cinco GT inscritos, Dries Vanthoor sobrou com o Audi R8 LMS da TianShi Racing Team. O belga virou em 2’04″044, três décimos melhor que o outro carro da escuderia chinesa, com Max Wiser a bordo na melhor volta do dia. A CarGuy, que só precisa de um ponto para abiscoitar o título, ficou em terceiro no primeiro treino, seguida da Spirit of Race (do brasileiro Ozz Negri) e da TF Sport.

Neste sábado em Sepang, pilotos e equipes voltam à pista em dois horários: a partir de 10h45 locais (23h45 desta sexta pelo horário de Brasília), será disputado o segundo e último treino livre. O qualifying, começando com a classe GT e depois passando aos LMP2 e LMP3, tem início às 15h35 locais (4h35 da madrugada de Brasília). O blog terá o streaming ao vivo.

Calendário de 2019/20 é confirmado

Neste fim de semana, os organizadores do Asian Le Mans Series também confirmaram o calendário para a temporada 2019/20 da série e as novidades do regulamento. Pela primeira vez, os protótipos LMP2 vistos no WEC, IMSA e ELMS também disputarão o AsLMS – inclusive, os dinamarqueses da High Class Racing confirmaram presença com dois protótipos Dallara P217. Mas os modelos já em desuso nas demais séries não ficarão fora das pistas – serão ainda vistos na divisão LMP2 Am.

O esquema de distribuição de vagas diretas às 24h de Le Mans segue o mesmo: um convite para LMP2, LMP2 Am, LMP3 e GT.

Com relação às datas e pistas, a novidade anunciada anteriormente e enfim confirmada é a estreia de uma prova na Austrália. O espetacular circuito The Bend Motorsport Park, com uma pista de 7,7 km de extensão, terá a 2ª etapa do calendário, em janeiro. O evento substitui as 4h de Fuji, descontinuadas na competição.

A temporada será iniciada em Xangai, ainda em 2019, no mês de novembro, com os demais eventos em janeiro e fevereiro de 2020, dispostos a não coincidir datas com outras provas na Ásia ou Oriente Médio, como as 12h de Abu Dhabi e as 24h de Dubai. A prova de Sepang, que trocou de posição com Buriram, será noturna.

1ª etapa – 4h de Xangai
24 de novembro de 2019

2ª etapa – 4h da Austrália
12 de janeiro de 2020

3ª etapa – 4h de Sepang
15 de fevereiro de 2020

4ª etapa – 4h de Buriram
23 de fevereiro de 2020

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *