MENU

23 de fevereiro de 2019 - 08:08Asian Le Mans Series

AsLMS, 4h de Sepang: pole de Derani para a decisão do campeonato

D0FKkxaX4AED_Gk

RIO DE JANEIRO – Pipo Derani comprova mais uma vez seus dotes de excelente piloto: o brasileiro da escuderia Spirit Of Race conquistou a pole position para as 4h de Sepang, prova decisiva da temporada 2018/19 do Asian Le Mans Series. O piloto de 25 anos divide o Ligier JS P2 Nissan com Alexander West e Côme Ledogar.

No treino oficial disputado nesta madrugada de sexta para sábado pelo horário de Brasília, ele marcou 1’55″167, dois décimos melhor que o britânico Phil Hanson, da United Autosports – que pode ser campeão junto a Paul Di Resta.

“Infelizmente perdemos a etapa anterior, mas estamos de volta. E que bela maneira de regressar! Estou feliz com o resultado”, avaliou Pipo.

Como a United Autosports não levou o ponto extra, a briga pelo título segue em aberto. E a 3ª posição do grid é da Algarve Pro Racing com o Ligier #24 que terá a bordo a trinca Andrea Pizzitola/Harrison Newey/Ate Dirk de Jong.

O time anglo-português também sai na frente entre os três competidores da LMP2 Am: Anders Fjørdbach fez o tempo de 1’55″840 e levou o ponto extra da pole da categoria. Mas a vantagem para a última prova, em que pese ter ficado apenas em sétimo na geral e terceiro entre os carros inscritos da classe, é da ARC Bratislava, que soma nove pontos de vantagem para a United Autosports.

Por falar na escuderia britânica, o carro #2 guiado por Wayne Boyd garantiu o ponto extra da pole na LMP3, depois que a Viper Niza Racing sofreu a exclusão do seu tempo. Nigel Moore foi o único piloto a baixar de 2 minutos no qualifying – precisamente, com 1’59″906. A eliminação deste resultado ofertou à United Autosports a chance de diminuir a vantagem da Inter Europol Competition para oito pontos. O que deixa a disputa pelo título ainda indefinida.

Christian Stubbe Olsen mostrou a ótima forma da Ecurie Ecosse/Nielsen em Sepang, sendo alçado à 2ª posição do grid com a exclusão da Viper Niza Racing. Colin Noble poderia ter feito algo parecido, mas o carro #79 teve problemas após o FP2 e o britânico sequer marcou tempo. Isso ajudou Aidan Read a levar o #36 da Eurasia ao terceiro posto e Kuba Smiechowski à quarta colocação da divisão.

As meninas da R24 largam em oitavo na divisão: Katherine Legge marcou 2’02″223, apenas 0″010 pior que James Winslow, que classificou o bólido da Jackie Chan DC Racing. Na geral, ela, Michele Gatting e Margot Laffite partirão de 15º. Nada mal.

Já na GT, a TianShi Racing Team adiou a conquista do título da CarGuy Racing, que se levasse o ponto extra da pole já poderia comemorar a vaga direta às 24h de Le Mans. O belga Dries Vanthoor foi imbatível na qualificação e fez 2’03″306, 0″207 melhor que o britânico James Calado, principal piloto da escuderia japonesa.

Ale Pier Guidi ficou em 3º na sua categoria com a Ferrari da Spirit Of Race (que tem também o brasileiro Oswaldo Negri), enquanto Max Wiser foi o último a figurar na tábua de tempos entre os 22 inscritos. O Aston Martin da TF Sport teve igualmente seus tempos excluídos, assim como a Viper Niza Racing, e terá de largar do fim do pelotão.

Agora à CarGuy Racing basta terminar as 4h de Sepang dentro do limite mínimo de voltas em relação aos adversários. Um abandono pode pôr tudo a perder e oferecer à Spirit Of Race a chance de um título por enquanto bastante improvável.

A disputa das 4h de Sepang acontece a partir de 1h da manhã de sábado para domingo pelo horário de Brasília (12h locais) e você vê ao vivo aqui no blog, via streaming.

2 comentários

  1. Silvio disse:

    Rodrigo, sabe me dizer se o Patrick Dempsey segue como piloto ou apenas como sócio da equipe, acho que com a Porsche se não me engano.
    Acompanhei algumas corridas dele, já faz um tempo claro, mas ele até que andava bem, levando em conta que era um ator que nas horas vagas acelerava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *