MENU

26 de fevereiro de 2019 - 16:46Mundial de Endurance

Au complet: definidos todos os inscritos das 1000 Milhas de Sebring

Christian-Ried

Com participação assegurada nas 1000 Milhas de Sebring, o alemão Christian Ried será o recordista isolado de participações em provas do WEC, já que Andre Lotterer ficará retido para testes de simulador na Fórmula E: o piloto da Dempsey Racing-Proton completará 56 provas na competição desde 2012

RIO DE JANEIRO – Agora não há mais volta: todos os 34 carros confirmados para as 1000 Milhas de Sebring têm seus pilotos confirmados. A lista definitiva de entradas para o retorno do WEC aos Estados Unidos foi divulgada nesta terça-feira, menos de duas semanas antes dos testes coletivos oficiais que terão duração de dois dias e foram autorizados às equipes do Mundial de Endurance.

Nesses testes, só não participarão três equipes inscritas: a DragonSpeed e a Jackie Chan DC Racing já estiveram na Flórida em fevereiro junto à Toyota e estão satisfeitas com os dados coletados naqueles treinos. A Corvette Racing, que conhece Sebring de cor e salteado, não precisa de mais quilometragem.

Os nomes que faltavam foram revelados em menos de 24 horas. A Ford Chip Ganassi Racing pôs fim aos rumores e promove a estreia de Jonathan Bomarito no WEC: o piloto estará no carro #67 junto a Harry Tincknell e Andy Priaulx. Vinculado ao fabricante do oval azul e tendo desenvolvido o carro desde o seu início, Billy Johnson terá mais uma oportunidade de sentar no #66 junto a Olivier Pla e Stefan Mücke.

Quem retorna ao Mundial de Endurance após um longo afastamento é Gunnar Jeannette: o piloto de 36 anos vai correr praticamente em casa – ele é local da Flórida, tendo nascido em West Palm Beach. Ele fez parte da extinta equipe Luxury Racing, disputando as 6h de Spa-Francorchamps e as 24h de Le Mans com uma Ferrari da classe LMGTE-AM. Desde então, não foi mais requisitado – e ele será o sexto nome diferente a dividir o Ligier JS P217 Gibson LMP2 da Larbre Competition, junto a Romano Ricci e Erwin Creed. A equipe indicara Jean-Baptiste Simmenauer num primeiro momento, mas a FIA lhe negou a participação.

Já o alemão Christian Ried celebrará uma marca histórica: a bordo do Porsche #77 da Dempsey Racing-Proton, ele irá largar para sua 56ª corrida do Mundial de Endurance e se tornará o único desde 2012 a ter disputado todas as corridas da competição.

Serão 99 pilotos (quatro brasileiros) – representando 26 países – a bordo dos 34 bólidos inscritos, já que três desses carros serão ocupados apenas por duplas. Além do regresso dos já citados e da estreia de Bomarito, as 1000 Milhas de Sebring têm nomes que disputam uma prova da temporada 2018/19 pela primeira vez.

São eles: o neozelandês Brendon Hartley (que fará o chamado “Double Duty”, pois foi confirmado pela Action Express nas 12h de Sebring); o russo Sergey Sirotkin; os dinamarqueses David Heinemeier-Hänsson e Jan Magnussen; os britânicos Jordan King e Will Stevens; o canadense Bruno Spengler; o argentino Luis Pérez-Companc e o italiano Matteo Cressoni; o espanhol Antonio Garcia e o alemão Mike Rockenfeller.

Os líderes do Mundial após cinco etapas disputadas, de um total de oito da Super Season 2018/19 são os seguintes: Fernando Alonso/Sébastien Buemi/Kazuki Nakajima (Toyota) com 102 pontos, na classe LMP; Michael Christensen/Kévin Estre (Porsche) com 111 pontos, na classe LMGTE; Ho-Pin Tung/Stéphane Richelmi/Gabriel Aubry (Jackie Chan DC Racing) com 112 pontos, na classe LMP2; Jörg Bergmeister/Patrick Lindsey/Egidio Perfetti (Project 1 Racing) com 84 pontos, na divisão LMGTE-AM.

Compartilhar

1 comentário

  1. Danilo disse:

    Só senti falta do André Lotterer na lista de inscritos mas tenho fé que ele fará um bom trabalho na Fórmula E.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *