MENU

22 de fevereiro de 2019 - 15:35International GT Open

Mercedes dominam primeiros treinos de pré-temporada do GT Open

D0AZ-kAX0AMKZqx.jpg-large-696x412

O primeiro McLaren 720S GT3 montado pela equipe espanhola Teo Martín andou nesta sexta-feira em Paul Ricard, com os brasileiros Marcelo Hahn e Allan Khodair cumprindo o cronograma de testes de pré-temporada

RIO DE JANEIRO – Com a presença de 24 carros em Le Castellet, foram realizados os primeiros treinos de pré-temporada para o International GT Open – também com a adição de competidores da nova categoria, a GT Open Cup.

Essa sexta-feira marcou a estreia de dois novos carros para a categoria: o McLaren 720S GT3 foi visto pela primeira vez andando na Europa após o debute nas 12h do Golfo, em Abu Dhabi. O primeiro dos três modelos que virão para a equipe Teo Martin Motorsport foi revezado por quatro pilotos: Andrés Saravia, Ben Barnicoat e os brasileiros Marcelo Hahn e Allan Khodair, anunciados pela escuderia há poucos dias.

Também o Aston Martin Vantage GT3 veio para os treinos com a equipe Optimum Motorsport experimentando sua nova máquina, a ser entregue aos britânicos Bradley Ellis e Oliver Wilkinson. Mas foram as Mercedes-AMG – que eram em cinco, do total de 10 inscritos pela GT Open – que deram as cartas no primeiro dia de testes.

O carro #72 da dupla Mario Plachutta/Thomas Jäger, da Lechner Motorsport, ficou com o tempo de 2’02″706, alcançado na quarta sessão, quando a pista já estava melhor e com mais emborrachamento. Os campeões Pro-Am do ano passado, Valentin Pierburg/Tom Onslow-Cole, registraram o 2º tempo, seguidos pelos novos colegas de equipe e futuros rivais pelo título em 2019, Miguel Ramos/Fabrizio Crestani, que vêm com o carro #10 da SPS Automotive Performance neste ano.

O McLaren 720S GT3 andou bem: quarto tempo – 2’03″569, a oito décimos de um bólido que já está há vários anos nas pistas. Treinando com uma Mercedes, embora tenha confirmado um Audi R8 LMS EVO para o campeonato inteiro, a Spirit Race Team Üwe Alzen Automotive ficou com a quinta colocação entre os carros da categoria.

A posição de carro mais rápido entre os GT Open Cup foi ocupada pelo Lamborghini Huracán Super Trofeo EVO da Vincenzo Sospiri Racing: o carro #46 guiado por Edoardo Liberati, Yuki Nemoto e pelo brasileiro Felipe Ortiz foi o melhor do dia com o tempo de 2’04″247 – marca inclusive quase três segundos superior ao restante dos outros carros.

Aliás, a GT Open Cup registrou maciça presença de pilotos do país em Paul Ricard. Márcio Basso e Guilherme Salas, confirmados para andar numa Mercedes-AMG GT4 da Sports&You, marcaram o 14º tempo geral – 2’10″342. Noutro modelo da marca de três pontas, só que da SPS Automotive Performance, JP Mauro e Rodolfo Toni cumpriram os testes de hoje e fizeram 2’12″011.

Uma outra tripulação só de brasileiros estava no #32 da Three Sixty Gentleman Racing Team – Fernando Fortes, Júlio Martini e Guilherme Alves ficaram com o 18º tempo geral – 2’13″148, logo à frente do McLaren 570S GT4 alinhado para Thiago Vivacqua e Marc De Fulgencio, pela equipe Teo Martín Motorsport. Foram quatro modelos diferentes vistos na pista francesa entre os 14 GT Open Cup inscritos, incluindo aí alguns Porsche Cup e um Audi R8 LMS GT4.

A programação de treinos tem sequência neste sábado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *