Oficial: revelados 42 carros para as 24h de Le Mans 2019

O

RIO DE JANEIRO – O Automobile Club de l’Ouest (ACO) divulgou às 16h de Paris (13h de Brasília), uma primeira relação de inscritos para a disputa da 87ª edição das 24h de Le Mans, última etapa da Super Season 2018/19 do Campeonato Mundial de Endurance, o FIA WEC.

Em princípio, decidiu-se por revelar um total de 50 carros, mas o total anunciado nesta segunda-feira foi de 42 – o que aumenta sobremaneira a expectativa pelo preenchimento das 18 vagas restantes das inscrições titulares e as 10 suplências previstas, perfazendo um total de 70 entradas – sendo que um total de 75 pedidos de inscrição foram encaminhados.

Para nenhuma surpresa, o total de LMP1 baixa de 10 para oito em relação à prova do ano passado, já que novamente os Ginetta não serão vistos em La Sarthe. A prévia nos traz a SMP Racing com dois carros e não com três, como chegou a se imaginar num primeiro momento. Sergey Sirotkin está fechado para competir no #17 até o fim da temporada e Jenson Button, impedido de participar em Sebring e Spa, volta em Le Mans ao volante do carro #11 que terá Brendon Hartley a bordo nas próximas duas provas do Mundial.

A Toyota não tem nenhuma alteração em seu lineup – o que significa que Fernando Alonso é forte concorrente a bisar a vitória conquistada ano passado junto a Sébastien Buemi e Kazuki Nakajima, como também a conquistar o título do FIA WEC entre os pilotos de Esporte-Protótipos. Já a Rebellion Racing terá mais uma vez o brasileiro Bruno Senna entre seus pilotos, enquanto a ByKolles – cuja ausência em Sebring foi confirmada neste domingo por “motivos de força maior”, estará com seu protótipo CLM P1/01 de motor Nismo, com Tom Dillmann como único piloto confirmado.

Na LMP2, foram anunciados os sete carros full season do WEC e dois concorrentes com inscrições automáticas confirmadas pelo ACO: a G-Drive Racing, que deve ter o trio Roman Rusinov/Jean-Éric Vergne/Job Van Uitert e a RLR MSport/Tower Events – a equipe britânica irá com John Farano, Arjun Maini e um terceiro piloto a confirmar. Quem negocia para ocupar esta vaga é Hélio Castroneves.

Nos carros do Mundial, as únicas equipes que não confirmaram seus três pilotos foram a Jackie Chan DC Racing – apenas com David Heinemeier-Hänsson no #37 e a Larbre Competition, apenas com Romano Ricci e Erwin Creed. Atual campeão da prova na categoria, o brasileiro André Negrão volta com a Signatech-Alpine Matmut, junto a Nico Lapierre e Pierre Thiriet, no bólido que a partir de Sebring será equipado com os pneus da francesa Michelin.

A LMGTE-PRO terá os mesmos cinco fabricantes envolvidos na competição do Mundial de Endurance – e que na lista final devem ser acrescidos da Corvette e outros participantes extras. Dessas marcas, Ferrari e Porsche já têm seus trios confirmados. E o brasileiro Daniel Serra disputará sua terceira 24h de Le Mans, tendo como companheiros o italiano Alessandro Pier Guidi e o britânico James Calado. No carro #71, Miguel Molina fará companhia a Sam Bird e Davide Rigon.

Campeã da prova em 2018, a Porsche vai de Fred Makowiecki no #91 junto aos titulares Richard Lietz e Gianmaria Bruni, com o #92 repetindo o mesmo trio vencedor no ano passado com o “Pink Pig”, formado por Laurens Vanthoor/Kévin Estre/Michael Christensen.

A BMW vai com Augusto Farfus numa das M8 GTE da equipe MTEK, enquanto a Ford-Ganassi confirmou apenas seus pilotos titulares das corridas de seis horas do calendário, assim como a Aston Martin Racing.

Já a primeira relação da divisão LMGTE-AM é praticamente a definitiva, faltando apenas confirmar se a CarGuy Racing, possível campeã do Asian Le Mans Series em Grã-Turismo, vai honrar o convite do ACO. São 15 carros, incluindo os nove do WEC e seis inscrições automáticas.

Entre as equipes pré-selecionadas, estão a Kessel Racing, campeã do Michelin Le Mans Cup, que anunciou o piloto italiano Claudio Schiavoni numa Ferrari 488 GTE. Outros dois modelos do construtor italiano foram confirmados via Weather Tech Racing (com Cooper MacNeil) e a JMW Motorsport, que anuncia Jonathan Cocker como um dos possíveis pilotos.

Dois Porsche 911 GT3-R alinhados pela Proton Competition se somam aos outros dois do time alemão de Ümmendorf: o #78 será alinhado em parceria com a HubAuto Corsa, de Taiwan, tendo Morris Chen como seu piloto confirmado. E um terceiro carro com o nome Dempsey-Racing Proton, que vai correr com o dorsal #99 e o estadunidense Patrick Long.

E dessas seis inscrições automáticas, a única com tripulação confirmada é a da Keating Motorsports, com o primeiro Ford GT EcoBoost cedido a equipes não-oficiais. O carro #85 terá o próprio Ben Keating, que recebeu o convite via IMSA, o holandês Jeroen Bleekemolen e o brasileiro Felipe Fraga, que fará sua estreia na mais clássica das provas de Endurance do planeta.

Em tempo: o Automobile Club de l’Ouest confirmou também que o gigantesco Hurley Haywood será o Grand Marshal da edição 2019 das 24h de Le Mans. Caberá ao antigo piloto – três vezes campeão da prova em 1977, 1983 e 1994 – a honra de dar a bandeirada de largada para a corrida que encerra o campeonato do WEC.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

8 Comentários

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames