MENU

15 de março de 2019 - 00:51Blancpain GT Series Endurance, Blancpain GT World Challenge Europe

Blancpain GT: equipes trabalham intensamente na pré-temporada em Paul Ricard

timthumb

RIO DE JANEIRO – Foram dois dias intensos em Paul Ricard. Nesta quarta e quinta-feira, quase 50 carros andaram no circuito da região francesa de Bandol para os chamados “Media Days” da Stéphane Ratel Organisation, inclusive com a divulgação das listas de entradas full season do Blancpain GT World Challenge Europe e do Blancpain GT Series Endurance.

Após quatro sessões de treinos e centenas de voltas percorridas, o Honda NSX-GT3 EVO com carimbo oficioso de fábrica da montadora japonesa saiu da pista com o melhor tempo: Marco Bonanomi dividiu o trabalho com o belga Bertrand Baguette e marcou 1’52″765 – na última volta rápida que percorreu, restando 1min38seg para o fim das atividades, que se encerravam às 17h locais.

A segunda melhor marca foi da Mercedes-AMG GT3 #88 da equipe francesa AKKA-ASP, com o novo contratado Vincent Abril trabalhando junto a Raffaele Marciello. Entretanto, o monegasco não andou no segundo dia, cedendo o lugar para Michael Meadows. Maro Engel andou sozinho no carro #4 da Black Falcon Racing e virou o terceiro melhor tempo dos treinos coletivos, com Dennis Olsen e Dirk Werner a bordo do novo Porsche da ROWE Racing, em quarto lugar.

Além dos diversos carros que tomarão parte do Blancpain GT e do Blancpain GT Sports Club em 2019, estavam presentes carros para desenvolvimento: a HWA escalou Thomas Jäger para treinos numa Mercedes-AMG GT3 e a McLaren – que já vendeu 12 unidades do seu novo modelo 720S GT3 – revezou Joe Osborne, Rob Bell e Fran Rueda ao longo das sessões.

Também a Michelotto compareceu com uma Ferrari 488 GT3 para estabelecer parâmetros de BoP: o carro foi conduzido pelos veteranaços Erik Comas e Jean-Marc Gounon, além do italiano Fabio Babini e do belga Nico Verdonck.

Diversas caras novas foram vistas em Paul Ricard, como por exemplo o espanhol Óscar Tunjo, que andou pelo Belgian Audi Club Team WRT, dividindo um Audi R8 LMS EVO com o holandês Rik Breukers, que deve ser confirmado como um dos novos nomes da equipe de Vincent Vosse e Yves Weerts para 2019. Além deles, Diego Menchaca e Taylor Proto, já confirmados no Orange1 Team FFF, andaram pela primeira vez no Lamborghini Huracán GT3 EVO #555 que dividirão com o italiano Michele Beretta.

Na “nova” equipe de Jenson Button, que se associou à RJN Motorsport, trocando Nissan pela Honda, o holandês Kay Van Berlo experimentou pela primeira vez um modelo de Grã-Turismo, ao lado de Struan Moore. O piloto oriundo da LMP3 tem chance de fazer parte da trinca em 2019.

Recuperado do grave acidente sofrido durante as 24h de Spa-Francorchamps do ano passado, Andy Meyrick fez sua reaparição ao volante do Bentley Continental GT3 do Team Parker Racing. O piloto britânico trabalhou junto a Rob Smith, além de Derek Pierce e Seb Morris ao longo dos testes em Paul Ricard.

A lista de inscritos do Blancpain GT World Challenge Europe está aqui. E do Blancpain GT Series Endurance, aqui.

8 comentários

  1. Rodrigo disse:

    Uma pena não ter BMW na lista do World Challenge Europe, o grid seria menor não fosse as equipes WRT, AKKA-ASP e a equipe chinesa que vem com 3 ou mais carros.
    Mattar, não sei se é apenas comigo, mas o link da lista de inscritos do Blancpain GT Series Endurance ta com o mesmo link do World Challenge Europe.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Então coloquei o link errado. Vou corrigir. Grato pela observação.

      • Rodrigo disse:

        Valeu Mattar!!
        Única BMW é da equipe belga Boutsen Ginione mas nas 24hrs de spa eles vão de Lamborghini Huracan e a equipe Walkenhorst Motorsport pelo jeito ta de fora do GT Series Endurance. Ate no GT Open não vi BMW nos testes em Paul Ricard e Barcelona, Sou simpatizante pra não dizer torcedor da BMW já que a única marca de carro que tem torcida é a Ferrari, dessa vez nenhuma equipe de ponta vai de BMW.

      • Rodrigo Mattar disse:

        Xará, eles vão de BMW também em Spa. Quem está pendente de confirmação é a Lamborghini.

        A Walkenhorst deve disputar as 24h de Spa porque a prova vale pelo Intercontinental GT Challenge.

  2. Rodrigo disse:

    Tomara, e quem sabe com dois carro da Walkenhorst como em 2018.

  3. Fernando Silva disse:

    Quem parece que sai de sena é o Nissam GT-R, que sempre corria com os numerais #22 e #23…o Acura/Honda substitui…espero que algum time recoloque o “godzilla na pista.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Não haverá Nissan no Blancpain GT. Só nas provas do IGTC com a KCMG.

      A antiga equipe da marca na série, a RJN, associou-se ao Jenson Button e agora correrá de Honda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *