MENU

22 de março de 2019 - 15:33Fórmula 2

Fórmula 2 “au complet”

2019322184820

As equipes MP Motorsport (carro da foto) e Campos preencheram hoje as últimas vagas para a temporada 2019 da Fórmula 2, que começa dia 30 no Bahrein, em Sakhir

RIO DE JANEIRO – Se no Formula European Masters “deu ruim”, a Fórmula 2 já pode dizer enfim que tem seu plantel fechado para a temporada 2019.

Nesta sexta-feira, foram confirmados os nomes dos três pilotos faltantes e as 10 equipes estão preenchidas.

A Campos Racing anunciou o francês Dorian Boccolacci, que já testara na pré-temporada, para ser o companheiro de equipe do britânico Jack Aitken. É dupla nova: o time teve o italiano Luca Ghiotto em todas as provas do ano passado, além de Roy Nissany – que fez um péssimo campeonato – e seu substituto, Roberto Mehri.

Antiga equipe de Sérgio Sette Câmara na categoria, a MP Motorsport teve quatro pilotos diferentes e a aposta é igualmente numa nova combinação. O britânico Jordan King, que pulou de galho em galho nos últimos anos entre Fórmula Indy e WEC, arrumou uma ‘boquinha’ e será o parceiro do indiano Mahaveer Raghunathan. A princípio ele não disputará a etapa de Mônaco, pois vai tentar uma das 33 vagas no grid das 500 Milhas de Indianápolis.

Em relação ao último campeonato, três pilotos – Lando Norris, Alex Albon e o campeão George Russell – foram promovidos à Fórmula 1. Nirei Fukuzumi, Tadasuke Makino e Artem Markelov rumaram para o automobilismo japonês. Max Gunther foi titular na Fórmula E em poucas etapas e acabou despromovido a reserva da Geox Dragon. Arjun Maini vai para o ELMS e disputará também as 24h de Le Mans. Os demais que saíram durante ou ao fim do campeonato foram Roy Nissany, Roberto Mehri e Santino Ferrucci, além do italiano Antonio Fuoco – dispensado do programa Ferrari Driver Academy.

Dos novatos, Mick Schumacher, sucessor de Fuoco no FDA e atual campeão europeu de Fórmula 3, é sem dúvida o que mais chama a atenção de quem observa a lista de entradas. O brasileiro Sérgio Sette Câmara segue para o terceiro ano na categoria, agora defendendo a francesa Dams junto a Nicholas Latifi.

A lista completa da temporada 2019:

CARLIN MOTORSPORT
#1 Louis Déletraz (Suíça)
#2 Nobuharu Matsushita (Japão)

ART GRAND PRIX
#3 Nikita Mazepin (Rússia)
#4 Nyck De Vries (Holanda)

DAMS
#5 Sérgio Sette Câmara (Brasil)
#6 Nicholas Latifi (Canadá)

UNI-VIRTUOSI RACING
#7 Guanyu Zhou (China)
#8 Luca Ghiotto (Itália)

PREMA RACING
#9 Mick Schumacher (Alemanha)
#10 Sean Gelael (Indonésia)

SAUBER JUNIOR TEAM BY CHAROUZ
#11 Callum Ilott (Grã-Bretanha)
#12 Juan Manuel Correa (EUA)

CAMPOS RACING
#14 Dorian Boccolacci (França)
#15 Jack Aitken (Grã-Bretanha)

MP MOTORSPORT
#16 Jordan King (Grã-Bretanha)
#17 Mahaveer Raghunathan (Índia)

BWT ARDEN
#18 Tatiana Calderón (Colômbia)
#19 Anthoine Hubert (França)

TRIDENT RACING
#20 Giuliano Alesi (França)
#21 Ralph Boschung (Suíça)

Compartilhar

4 comentários

  1. PRNDSL disse:

    A Tati e o Alesi subiram e o Piquezinho não?

    • Rodrigo Mattar disse:

      Pois é. Não subiu.

    • Cristiano disse:

      Não dá para adivinhar, mas considerando que o Pedro Piquet tem 10 pontos para a super licença (5 do 2º lugar do Toyota Racing Series de 2017), 5 pelo 6º lugar na GP3 de 2018, um título da nova FIA F3 dando mais 30, ele sendo campeão já teria a Super Licença. O novo carro da F3 é novo para todo mundo. Sendo que metade do grid da F2 já tem pilotos mais experientes com esses carros e com vitória na categoria, esse ano parece que a concorrência vai ser mais forte que ano passado, ele precisaria chegar ao menos em 4º lugar. Pode não ser nada disso, mas faria sentido.

  2. rodrigo botana disse:

    Jordan king terá jornada dupla correrá na f2 pela MP e na WEc onde ele corre pela equipe do Jackie CHAN e uma pena o Merhi ter ficado a pé esse ano, sou fã dele

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *