MENU

28 de março de 2019 - 14:15Fórmula E

Rompimento

201932314279_D2T9z6FU0AAO5bB_II

Fim do vínculo: em comum acordo, Jaguar e Nelsinho Piquet decidiram encerrar a parceria antes da metade da temporada #5 da ABB FIA Fórmula E (Foto: Jaguar/Reprodução Grande Prêmio)

RIO DE JANEIRO – Nelsinho Piquet não é mais piloto da Jaguar no ABB FIA Fórmula E. Piloto e equipe romperam o vínculo após menos de um ano e meio da chegada do brasileiro à equipe. O anúncio foi feito através de comunicado divulgado nesta quinta-feira à tarde, pelo horário de Brasília.

O piloto de 33 anos, campeão da primeira temporada da história da categoria dos carros elétricos, não vinha num bom momento. Com apenas um ponto somado, fruto da décima colocação na etapa inaugural em Ad Diryah, na Arábia Saudita, ele vinha perdendo – feio – no confronto direto com o neozelandês Mitch Evans, que chegou ao final de todas as seis etapas e tem 36 pontos na classificação.

Piquet deixa a Fórmula E com duas vitórias, ambas na temporada #1 (Long Beach e Moscou), em 51 corridas que disputou. A partir do título, sua trajetória na categoria foi mais de baixos que altos. Até que no início da temporada #4, o brasileiro começou bem. Mas seguidos problemas o relegaram à nona posição ao fim do campeonato vencido pelo francês Jean-Éric Vergne.

“Debatendo depois de Sanya, Nelson e nós refletimos sobre a posição do time. Lamentavelmente concordamos que ele deixará a Panasonic Jaguar Racing para aceitar outras oportunidades que foram oferecidas. Tivemos um grande avanço quando Nelson se juntou ao time na temporada 4, e ele conquistou grandes resultados para a equipe. Mas os resultados recentes não atingiram a expectativa dele e do time”.

“Queremos aproveitar a oportunidade para agradecer por todo seu trabalho desde os preparativos para a temporada 4; ele teve contribuição significativa no desenvolvimento do carro. Desejamos o melhor em suas futuras empreitadas”, disse o diretor da equipe, James Barclay.

“Gostei de trabalhar com a Panasonic Jaguar Racing durante a última temporada e meia. Mas os resultados na temporada 5 não atingiram nossa expectativa conjunta. Inicio minha temporada na Stock Car na próxima semana e este será meu foco em 2019. Sigo apaixonado pela Fórmula E, estando envolvido com a categoria desde a primeira temporada e conquistando aquele campeonato. Desejo à Panasonic Jaguar Racing o melhor para o restante da temporada”, informou Nelsinho no comunicado conjunto entre equipe e piloto.

A Jaguar não esperou muito para anunciar o substituto de Piquet. Meia hora após o comunicado do distrato, os britânicos informavam que Alex Lynn, piloto da Aston Martin Racing na atual temporada do Mundial de Endurance (FIA WEC) retorna à categoria. O piloto esteve na Virgin em 2017/18 e reestreia na etapa de Roma, no próximo dia 13.

Compartilhar

20 comentários

  1. Claudio disse:

    Esperado. O desempenho nessa temporada estava tenebroso. Muitas batidas e erros bobos.
    Na primeira temporada foi muito bem, quando os carros eram iguais. Depois caiu muito de rendimento, hora por falta de equipamento e desde o meio da temporada passada, por falta de desempenho. Notei em algumas entrevistas um certo desânimo. Acho até bom ele sair do campeonato, focar em uma só categoria, no caso a Stock Car.

    • Emmanuel disse:

      Concordo!
      Tava levando tempo do companheiro de forma vergonhosa! As vezes meio segundo por treino. Largando sempre atrás e batendo. Não tava justificando a vaga. Espero que volte a pilotar em ato nível, pois ano passado na Stock também não disse a que veio!

  2. caio murilo disse:

    noticia bombastica,,pegou muito mal pra ele,,tava achando estranho o seu desempenho mas n esperava demissao,,,lembro ha um tempo atras prost falando que nelson era o melhor que gerenciava carro e bateria,,nao da pra entender o que aconteceu,,um campeao da categoria,,rodado no automobilismo tao mal assim,,a unica explicaçao é uma mare de azar,,,talvez isso queime ele no automobilismo internacional,,é uma pena pois sempre torço pela familia piquet

  3. SAMUEL FERREIRA DE FIGUEIREDO disse:

    Uma das grandes facetas do Nelsinho Piquet é adaptação a novos carros e categorias, com foco total na Stock Car Brasil ele pode deslumbrar melhores resultados no certame. Estamos na Torcida.

  4. SAMUEL FIGUEIREDO disse:

    Torcia pela recuperação do Nelsinho na FE.

    Uma das grandes facetas do Nelsinho Piquet é adaptação a novos carros e categorias, com foco total na Stock Car Brasil ele pode deslumbrar melhores resultados no certame. Estamos na Torcida.

  5. Endurancer disse:

    Acho relevante lembrar que o Nelsinho foi MUITO deselegante quando o Massa foi anunciado na F-E, dizendo que a categoria não precisava trazer gente só pelo nome. Logo ele que não tem um nome, digamos, desconhecido… sendo que a diferença é que ele herdou um nome famoso (que por vezes honrou, por vezes envergonhou) enquanto que o Massa construiu a própria reputação no automobilismo.

    E agora… vejam só…

    Um sábio disse em certo lugar que o orgulho precede a queda…

    • Amaral disse:

      Aliás, ele nesse ponto é como o pai, não tem papas na língua. Daí às vezes fala demais. Vide as tretas infinitas com o Di Grassi, de mesma característica.
      Mas comparando a relevância no automobilismo internacional entre Piquet Jr e Massa, o segundo entrou sim pelo nome. Um nome de relevância e resultados maior que o primeiro. Ainda que tenha ganho o título da F-E e o segundo um vice da F-1, colocando na ponta do lápis, Massa (que me desculpem os haters dele, que não são poucos) foi mais piloto.

  6. Antonio Seabra disse:

    Vinha achando estranho o desempenho do Nelsinho, tanto na FE quanto na Stock.
    Ja a um ano, um ano e meio não lembrava mais o piloto que andou na frente nos LMP2 em LM, ou ganhou corrida da Nascar em circuito misto.
    Falta de foco ?? Talvez….
    Vai saber o que está acontecendo ?
    Lembro que quando o Grosjean substituiu o Nelsinho na Renault, depois da demissão desse pelo Briatore, tomava um infinidade de tempo do Alonso, coisa que o Nelsinho nunca tomou. Em testes na Williams, ele foi até mais rápido que Nico Rosberg, que foi escolhido pela precisão de acerto de carro e pela regularidade. Na GP2 teve uma temporada de disputas acirradas com ninguem menos que Lewis Hamilton, sendo que muitas vezes Nelsinho tinha um carro inferior…
    O que faz um piloto perder velocidade assim ??? Sinceramente, no caso dele, não consigo atinar.

    Antonio

  7. Renato RRE disse:

    Ele está mal a um bom tempo…. coisa de quem não está mais interessado no que está fazendo, de repente uma mudança de ares ajude… vi uma entrevista recente que mesmo correndo na Jaguar, ele declara amores pela Nascar…. Na verdade ainda acho que ele volta pra lá.

  8. ags disse:

    Piloto coca cola.. até no meio da vida tem gás..depois..fica uma mer dha..
    Sinto muito pelo pai…que achou que esse ia ser um piloto…
    Nelson quando leva uma taca não é bom nem ficar 1,5 km de distancia…ele fica azedo…
    esse cabra vai ficar uns dias sem falar com pai…pq se não vai levar um panca no cucuruco…
    vai correr de istoki bolha… que final………………

  9. Gabriel Medina, O outro disse:

    Convenhamos que constância e planejamento de carreira nunca foram o forte do Nelsinho, além da lingua pagar o preço as vezes – como quando chamou Massa de amador e desancou a Rebellion revelando pormenores da equipe.

    A verborragia só tem graça, ao meu ver, quando o alvo é o Di Grassi!

    • Amaral disse:

      As tretas infinitas com o Di Grassi já perderam a graça.
      Dois pilotos com a relevância que possuem, mesmo que tenham ressalvas entre si, jamais poderiam se comportar como garotos de quinta série.
      Apesar de que gostei da resposta do Di Grassi ao Villeneuve (que calado é um poeta) sobre o Kubica.

  10. João Ferreira de Souza Neto disse:

    Que bom para ambos, de fato não estavam bem e decidiram rápido em mudar, nisso a formula E é melhor do que a Formula 1.

    Rodrigo, quanto a situação do Felipe Nasr é somente nas etapas que coincidirem, que estará fora da Formula e ou há riscos de ser dispensado de vez?

  11. Silvio disse:

    Acho sempre estranho este negócio de “em comum acordo entre as partes” , porque na verdade, as partes estão é se estrando faz tempo, mas que não demonstram isso diante do público e das câmeras.
    O Nelsinho teve uma queda visível nesta temporada, cometendo erros bobos que não condizem com sua pilotagem sempre muito elogiada pela sua rápida adaptação a qualquer tipo de carro.
    E diante da falta de opções neste momento, vai se dedicar a Stock que depois da criação do botão de ultrapassagem, se tornou bastante artificial, assim como a asa móvel na F1.
    Uma pena, porque sempre fui fã do Nelsinho…

  12. Rafael Braga disse:

    Nelsinho Piquet é um excelente piloto, talvez seja mais falta de interesse do que outra coisa, vai ver o que a jaguar combinou com ele não cumpriu!

    Estava mal, mas o carro também não estava bem, ano passado na segunda metade da temporada a equipe arruinou o campeonato dele com aquelas cagadas do cinto de segurança e só no carro dele, se não me engano, foram 3 corridas, uma ele errou e as outras o carro quebrou!

    Esse ano, achei que ele estava mal, mas só em duas corridas ele foi culpado da desistência, nas outras foi vítima de acidentes causados por outros pilotos, ao meu ver também notei certa frustração do Nelsinho com o carro e a categoria, pois nunca deram um carro de ponta para ele, foi o único campeão com equipamento merda!

    Se formos ser realistas, o Buemi e o Dia Grassi sempre tiveram carros de ponta e só ganharam apenas 1 campeonato!

    O Dia Grassi é sócio da Fórmula E e corre na melhor equipe desde o começo da fórmula E e seus resultados não são lá essas coisas para um piloto que tem um bom material nas mãos!

    Término dizendo: coloca o Nelsinho na Audi, na BMW, na virgin, na tech, aí depois vc me fala se ele é ruim!!!

    O cara ganhou um campeonato na fórmula E com um carro que se equipara a Williams e a McLaren atual da F1 e ninguém fala nada sobre isso!!!

    O cara é bom, pode ser que esse ano não estava bem, mas é fera, não igual ao pai, até pq esse foi o melhor de todos os que vi correr!

    • Rafael Braga disse:

      * Di Grassi quis dizer

    • Jonas disse:

      O problema do Nelsinho parece ser isso mesmo. Como o carro não ajudava ele acabou deixando a peteca cair. Se desmotivou rapidamente. Seu ex-companheiro de equipe parece ser muito bom. Mas não melhor que Nelsinho. Só que, enquanto um está empolgado com o que pra ele é uma oportunidade, para quem já foi campeão representava a falta dela.

    • ags disse:

      Concordo…. um team é o que o piloto tem que ter…. o dis grassa. É assim.. quando cair de team.. vai ficar falando M… por enquanto ele tá por cima..mas..deixa mudar um da diretoria…e minar o cara…
      Um team.. é importante… o pilot senta onde ele quer… que pena.. espero que na istoki bolha..ele fique apenas 3 provas..e arruma algo melhor….

  13. Jonas disse:

    Eu acho que a maior insatisfação da Jaguar nem eram os pífios resultados, até porque eles sabem que têm grande culpa. Eles não estavam é muito satisfeitos com a continuidade do Nelsinho na Stock. O próprio piloto deixou transparecer isso numa entrevista ano passado. Se os resultados fossem bons a Jaguar até toleraria. Mas com tanto dinheiro investido queriam um piloto com foco total.

  14. Fernando disse:

    Peixe sempre morre pela boca, Nelsinho sempre foi superestimado, saiu pra não passar mais vergonha doq estava passando tomando pal do Evans, piloto bem mediano, o q só prova q o o problema não é o carro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *