Super Sebring: acidente no último treino livre do WEC e novo domínio Toyota

S

7-Toyota-Sebring-2019-test

RIO DE JANEIRO – A Toyota caminha a passos largos para a sexta pole position nesta Super Season do WEC em seis etapas disputadas, incluindo as 1000 Milhas de Sebring. O construtor japonês – que finalmente se pronunciou quanto ao regulamento Hypercars, de forma aberta e positiva – dominou mais um treino livre na Flórida.

O argentino Pechito López foi o mais rápido da última sessão preparatória antes da definição do grid – que será nesta noite de quinta-feira. Com o tempo de 1’41″448, ele superou por seis décimos a volta de Fernando Alonso, que foi o piloto mais rápido do carro #8.

Após o trabalho na Wayne Taylor Racing, equipe que defende na IMSA, Renger Van der Zande só teve tempo de trocar de macacão para alinhar no #10 da DragonSpeed e conseguir a terceira melhor volta do FP3 – a 2″708 do melhor tempo. Rebellion e SMP Racing, que já conseguiram tempos melhores nas outras duas sessões, se preocuparam apenas com os últimos ajustes finos.

O holandês não foi o único: Gabriel Aubry também trocou de fardamento e o carro… bem, ele já conhece: é o mesmo chassi Oreca 07 que está guiando para a PR1/Mathiasen na IMSA, mas o desempenho é superior. O francês fechou o FP3 com o tempo de 1’48″353, o melhor dele em todo o fim de semana até o momento. Nico Lapierre foi o segundo com o carro #36 da Signatech-Alpine, enquanto seu quase-xará Nyck De Vries ficou em terceiro com o Dallara do Racing Team Nederland.

Andy Priaulx conseguiu bater os Aston Martin, que dominaram as duas sessões de quarta-feira, para fazer a melhor volta entre os LMGTE-PRO. O britânico da Ford Chip Ganassi Racing encaixou uma volta em 1’57″730 (a melhor do evento na categoria) e foi 0″322 melhor que o dinamarquês Michael Christensen, da Porsche.

Gianmaria Bruni fez a terceira marca do último treino, enquanto Ale Pier Guidi foi o quarto na Ferrari #51 da AF Corse e Stefan Mücke fez o quinto tempo no outro Ford GT EcoBoost. Augusto Farfus fez o 8º tempo da sessão – 1’59″095, com a BMW M8 GTE #82.

77_Dempsey_Proton_Porsche_WEC_Sebring_2019_Practice_3

Na LMGTE-AM, Matt Campbell trucidou o melhor tempo da categoria em Sebring, ao cravar 1’58″554 com o Porsche #77 da Dempsey Racing-Proton. O tempo do australiano só foi pior que os quatro mais velozes da LMGTE-PRO neste FP3 – e sete décimos melhor que o companheiro de equipe Matteo Cairoli. A Project 1 Racing, com um novo chassi, já mostrou que vai brigar pela vitória na prova de amanhã: ficou com a terceira melhor volta do dia.

A nota negativa do último treino foi o acidente sofrido pelo canadense Paul Dalla Lana, na curva 17 do circuito. O piloto do Aston Martin #98 pegou a barreira de pneus e danificou bastante o lado esquerdo do carro, deixando uma tremenda batata quente nas mãos dos mecânicos, que terão até 22h30 de Brasília para poder deixar o bólido pronto para a tomada de tempos das classes LMGTE-PRO e LMGTE-AM. A partir de 23h, entram na pista os protótipos LMP1 e LMP2.

Em tempo: a transmissão do qualifying só será vista aqui, com streaming pago.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames