MENU

14 de março de 2019 - 17:04IMSA

Super Sebring: deu Mazda e Pla no FP2

55_Mazda_IMSA_Sebring_2019_Practice_2-2

RIO DE JANEIRO - Pole position das 24h de Daytona, a Mazda começa a apresentar armas também para as 12h de Sebring: um dos protótipos DPi sob a responsabilidade da equipe do lendário Reinhold Joest foi o mais rápido do segundo treino livre para a prova da IMSA, que acontece neste sábado na Flórida.

Olivier Pla, que é um dos diversos pilotos a guiar em mais de duas categorias neste fim de semana, foi o autor da melhor volta. O piloto do carro #55 marcou 1’46″834 e enfiou nada menos que oito décimos no Cadillac #31 da Whelen Engineering/AX Racing. Novamente a terceira posição foi da Wayne Taylor Racing com o carro #10 e o Acura Team Penske foi o quarto colocado com o carro #7.

Apesar do giro mais rápido, o Mazda DPi do Team Joest não se furtou a enfrentar problemas e provocar uma bandeira vermelha ao longo da sessão.

No confronto direto entre os dois solitários LMP2 presentes, a PR1/Mathiasen nem teve trabalho contra a Performance Tech Motorsports. Matthew McMurry fez o tempo de 1’52″149 sem forçar muito – e na última volta. O #38, com Andrew Evans a bordo, teve problemas durante o treino e acabou ficando pelo meio do caminho, parado no primeiro setor da pista de Sebring.

A Porsche continua bem na foto, mas as quatro marcas inscritas ficaram nas cinco primeiras posições do FP2 entre os GTLM: Nick Tandy pôs o #911 como o mais veloz em 1’56″991, seguido pelos Ford GT da Chip Ganassi Racing e pela BMW #24 da Rahal Letterman Lanigan em quarto. O Corvette C7.R dos atuais campeões Jan Magnussen e Antonio Garcia fez o quinto tempo.

Já entre os GTD, a boa e velha BMW M6 GT3 da Turner Motorsport enfim apareceu. O veterano Bill Auberlen virou em 2’00″583, quase quatro décimos abaixo do Lamborghini da GRT Grässer. Nesse treino, foram sete construtores enfileirados nas sete primeiras posições, com o Porsche da Pfaff em terceiro, um dos Lexus da AIM Vasser Sullivan em quarto, um dos Acura da Meyer Shank Racing em quinto, o Mercedes-AMG da Riley Motorsports (e do brasileiro Felipe Fraga) em sexto e a Ferrari da Scuderia Corsa em sétimo. O Acura “Girl Power” da Bia Figueiredo e parceiras foi o oitavo.

Os Audi R8 LMS EVO destoam da turma: o construtor de Ingolstadt e suas equipes estão frustradas com a tabela do BoP nestas primeiras provas da série. O jeito é contar com estratégias, uma boa pilotagem e regularidade para ir mais além na corrida.

O segundo treino apresentou mais um período de bandeira vermelha: o Lamborghini #47 da equipe PPM sofreu um forte acidente na curva 3 do circuito de Sebring, com Don Yount a bordo. Ainda é cedo para apontar a extensão dos danos e se o carro fará forfait na disputa.

Hoje, às 20h45 de Brasília, será disputado o terceiro treino livre. Nesse período noturno, é obrigatória a presença dos 31 pilotos com graduação prata e bronze para receber autorização da IMSA para disputar as 12h de Sebring já sob a luz dos faróis. Bia e Fraga estão entre os nomes relacionados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>