Super Sebring: deu Mazda e Pla no FP2

S

55_Mazda_IMSA_Sebring_2019_Practice_2-2

RIO DE JANEIRO – Pole position das 24h de Daytona, a Mazda começa a apresentar armas também para as 12h de Sebring: um dos protótipos DPi sob a responsabilidade da equipe do lendário Reinhold Joest foi o mais rápido do segundo treino livre para a prova da IMSA, que acontece neste sábado na Flórida.

Olivier Pla, que é um dos diversos pilotos a guiar em mais de duas categorias neste fim de semana, foi o autor da melhor volta. O piloto do carro #55 marcou 1’46″834 e enfiou nada menos que oito décimos no Cadillac #31 da Whelen Engineering/AX Racing. Novamente a terceira posição foi da Wayne Taylor Racing com o carro #10 e o Acura Team Penske foi o quarto colocado com o carro #7.

Apesar do giro mais rápido, o Mazda DPi do Team Joest não se furtou a enfrentar problemas e provocar uma bandeira vermelha ao longo da sessão.

No confronto direto entre os dois solitários LMP2 presentes, a PR1/Mathiasen nem teve trabalho contra a Performance Tech Motorsports. Matthew McMurry fez o tempo de 1’52″149 sem forçar muito – e na última volta. O #38, com Andrew Evans a bordo, teve problemas durante o treino e acabou ficando pelo meio do caminho, parado no primeiro setor da pista de Sebring.

A Porsche continua bem na foto, mas as quatro marcas inscritas ficaram nas cinco primeiras posições do FP2 entre os GTLM: Nick Tandy pôs o #911 como o mais veloz em 1’56″991, seguido pelos Ford GT da Chip Ganassi Racing e pela BMW #24 da Rahal Letterman Lanigan em quarto. O Corvette C7.R dos atuais campeões Jan Magnussen e Antonio Garcia fez o quinto tempo.

Já entre os GTD, a boa e velha BMW M6 GT3 da Turner Motorsport enfim apareceu. O veterano Bill Auberlen virou em 2’00″583, quase quatro décimos abaixo do Lamborghini da GRT Grässer. Nesse treino, foram sete construtores enfileirados nas sete primeiras posições, com o Porsche da Pfaff em terceiro, um dos Lexus da AIM Vasser Sullivan em quarto, um dos Acura da Meyer Shank Racing em quinto, o Mercedes-AMG da Riley Motorsports (e do brasileiro Felipe Fraga) em sexto e a Ferrari da Scuderia Corsa em sétimo. O Acura “Girl Power” da Bia Figueiredo e parceiras foi o oitavo.

Os Audi R8 LMS EVO destoam da turma: o construtor de Ingolstadt e suas equipes estão frustradas com a tabela do BoP nestas primeiras provas da série. O jeito é contar com estratégias, uma boa pilotagem e regularidade para ir mais além na corrida.

O segundo treino apresentou mais um período de bandeira vermelha: o Lamborghini #47 da equipe PPM sofreu um forte acidente na curva 3 do circuito de Sebring, com Don Yount a bordo. Ainda é cedo para apontar a extensão dos danos e se o carro fará forfait na disputa.

Hoje, às 20h45 de Brasília, será disputado o terceiro treino livre. Nesse período noturno, é obrigatória a presença dos 31 pilotos com graduação prata e bronze para receber autorização da IMSA para disputar as 12h de Sebring já sob a luz dos faróis. Bia e Fraga estão entre os nomes relacionados.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

Adicione um Comentário

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames