MENU

29 de abril de 2019 - 17:24GT Cup Open

Bom começo dos brasileiros no novo GT Cup Open

19-04-Solieri-leading

O GT Cup Open deu a largada para as primeiras provas de sua história em Paul Ricard, com duas vitórias dos Lamborghini Super Trofeo EVO e boas performances dos pilotos brasileiros: JP Mauro e Rodolfo Toni lideram após a rodada dupla inaugural, com Márcio Basso e Guilherme Salas em segundo

RIO DE JANEIRO – O novo GT Cup Open começou no fim de semana em Paul Ricard com duas boas corridas. A fórmula encontrada de reunir carros de categorias monomarca mesclados a modelos GT4, com um Balanço de Performance (BoP) bem calibrado rendeu muitas disputas pelo traçado francês, porém com certo domínio dos Lamborghini Huracán Super Trofeo EVO, já que foi o modelo de Sant’Agata que triunfou nas duas provas.

No sábado, o suíço Hans-Peter Köller descobriu que teria de fazer sozinho a disputa com duração de 55 minutos, já que seu parceiro Edoardo Liberati passou mal e teve uma intoxicação alimentar. O piloto não se vexou: fez a pole position e resistiu no final à pressão dos companheiros de equipe, os brasileiros JP Mauro e Rodolfo Toni, que chegaram a menos de um segundo do helvético. Também correndo sozinho com um Porsche Cup, Niki Leutwiller fechou o pódio geral, enquanto Márcio Basso e Guilherme Salas, em excelente recuperação, terminaram em quarto.

Thiago Vivacqua regressou às competições chegando em quinto ao lado do parceiro Marc de Fulgencio num McLaren 570S GT4 da Teo Martín Motorsport, concluindo com a vitória na Silver Cup. Fernando Fortes e Júlio Martini ficaram com o 12º posto na geral e sétimo na classe Am.

Na corrida de domingo, já recuperado do problema de saúde, Liberati largou da pole position, com o brasileiro Guilherme Salas a seu lado na primeira fila. Mas a corrida do carro #6 não passou da 10ª volta, com um problema hidráulico. Salas liderou até praticamente o fechamento da janela para a troca de pilotos, quando entregou o volante do Mercedes-AMG R GT4 da Sports & You a Márcio Basso.

Enquanto isso, Glauco Solieri – beneficiado por não carregar handicap de tempo adicional na segunda prova, pois abandonara a primeira – assumiu a ponta com o carro #12 da Antonelli Motorsport. Márcio Basso não conseguiu se manter em segundo e foi superado por JP Mauro. A dupla da Vincenzo Sospiri Racing, com os resultados do fim de semana, saiu líder da classificação geral com 24 pontos e também na subdivisão Am, com 18.

Basso e Salas não tiveram do que se queixar, já que venceram a prova #2 na Pro-Am, saindo com a vice-liderança geral e o primeiro lugar na subcategoria, com nove pontos. Thiago Vivacqua e Marc de Fulgencio completaram a segunda corrida com o nono posto, terceiro da Silver Cup. Na classificação da divisão, eles dividem o comando do campeonato com os companheiros de equipe Faust Salom e Guillem Pujeu, todos com oito pontos.

Fernando Fortes e Júlio Martini largaram de um bom sexto lugar do grid no domingo, mas terminaram apenas em 13º na geral e sétimo na categoria. Foram os únicos brasileiros que não pontuaram na rodada inaugural.

A próxima rodada será em Spa-Francorchamps, na Bélgica, nos dias 8 e 9 de junho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *