MENU

23 de abril de 2019 - 16:47Rali

Com dupla brasileira, Rali da Argentina terá 84 duplas na disputa

15961_HaydenPaddon-Argetina-2017_001_896x504

RIO DE JANEIRO – Quinta etapa de um equilibrado Campeonato Mundial de Rali (WRC), o 39º Xion Rally Argentina será realizado a partir de quinta-feira até domingo na região de Villa Carlos Paz, na província de Córdoba, considerada a meca da modalidade na América do Sul. O evento terá 18 trechos cronometrados, perfazendo 347,5 km de especiais, com o Power Stage na subida de El Condor e grande parte dos trechos da última edição permanecendo no roteiro do evento.

O total de inscritos é de 84, considerando o Campeonato Argentino, que será disputado em paralelo com 57 duplas inscritas e a participação de grandes nomes da modalidade no país, como os pilotos Marcos Ligato e Federico “Coyote” Villagra, além do antigo tenista David Nalbandián, que no auge da carreira com as raquetes e bolinhas foi o número #3 do mundo.

Isto posto, reduz-se a 27 os competidores que vão lutar pelos pontos na classificação geral e demais subclasses, lembrando que o JWRC não disputa a perna sul-americana. A lista conta com 10 duplas na chamada “Prioridade 1”, sem qualquer surpresa. O retorno de Andreas Mikkelsen ao cockpit de um dos Hyundai i20 Coupe WRC era esperado. Dani Sordo é quem estará no terceiro carro do construtor sul-coreano, que traz Thierry Neuville como líder do campeonato.

Nos demais construtores, nenhuma novidade, com Ott Tänak fazendo o papel de principal piloto da Toyota; o multicampeão Sébastien Ogier liderando a Citroën e o surpreendente Elfyn Evans, vencedor moral do Tour de Corse, andando bem com os Ford da M-Sport.

Nove duplas fazem parte do plantel do WRC2, sendo três na divisão Pro, com a volta do sueco Mads Østberg num Citroën C3 R5 que dividirá com Torstein Eriksen. Os outros competidores da classe são Gus Greensmith/Elliot Edmondson (Ford Fiesta R5 da M-Sport) e a dupla sul-americana formada pelo boliviano Marco Bulacia e por Fabian Cretu, da Argentina, num Skoda Fabia.

A surpresa é a inclusão de uma dupla brasileira: Paulo Nobre, o “Palmeirinha”, que antes de ser presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras é piloto de Rali há vários anos, inclusive disputando o WRC pela equipe John Cooper Works com modelos Mini, estará na disputa do Xion Rally Argentina em dupla com Gabriel Morales num Skoda Fabia.

Porém, a concorrência para “Palmeirinha” é forte. O WRC2 tem também o mexicano Benito Guerra e o navegador Jaime Zapata noutro Skoda; o chileno Alberto Heller em dupla com o copiloto argentino José Diaz num Ford Fiesta; o irmão de Alberto, Pedro Heller, com o experiente Marc Martí dividindo outro Ford Fiesta; o Volkswagen Polo de Kajetan Kajetanowicz/Maciej Sczepaniak; e a parceria de Takamoto Katsuta com Daniel Barritt em mais um Ford.

Os demais inscritos são paraguaios e/ou argentinos (em sua maioria), levando às trilhas mais seis Ford Fiesta, um Toyota Etios e, acreditem, um VW Gol Trend.

A classificação do Mundial de Rali após quatro etapas nos apresenta Thierry Neuville com 82 pontos, seguido por Sébastien Ogier com 80 e Ott Tänak com 77. Entre as marcas, liderança da Hyundai com 12 pontos de diferença para a Citroën, seguida por Toyota e M-Sport Ford.

Ausente na Argentina, o polonês Lukasz Pienaziek lidera no WRC2 Pro com 62 pontos e Ole-Christian Veiby, que também não disputará a etapa deste fim de semana, comanda o campeonato do WRC2 com 40.

2 comentários

  1. rodrigo botana disse:

    mattar , o guiga spinelli se aposentou dos ralys?pilotava muito esse cara correu varios dakars e sertões ,é casado atualmente com uma das filhas do eduardo souza ramos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *