MENU

4 de abril de 2019 - 13:2024 Horas de Le Mans

Mais um brasileiro em La Sarthe: Risi Competizione chama Pipo Derani

Pipo-Derani-comemora-desempenho-em-Le-Mans-2

Sexto brasileiro confirmado na edição 2019 das 24h de Le Mans, Pipo Derani voltará a guiar uma Ferrari 488 GTE na LMGTE-PRO, desta vez a da Risi Competizione

RIO DE JANEIRO - Sobe para seis o total de brasileiros confirmados na edição 2019 das 24h de Le Mans. Após o anúncio de Felipe Fraga na equipe de Ben Keating com um Ford GT EcoBoost na LMGTE-AM, juntando aos três pilotos regulares do Mundial de Endurance (Bruno Senna na LMP1, André Negrão na LMP2 e Augusto Farfus na LMGTE-PRO), além de Daniel Serra via AF Corse, também na LMGTE-PRO, a Risi Competizione acaba de anunciar a inscrição de Pipo Derani.

O tricampeão das 12h de Sebring e vencedor das 24h de Daytona vai para sua quinta participação na clássica prova francesa. Ele estará na Ferrari 488 GTE com o dorsal #89, formando trinca com um piloto da casa e um terceiro nome com boa experiência em La Sarthe. O time de Houston, que nominara Pierre Kaffer e Stéphane Ortelli como titulares na época do anúncio oficial da lista de entradas, vai trocar tudo. Além de Pipo, deverão estar a bordo o francês Jules Gounon, filho de Jean-Marc Gounon, e o britânico Oliver Jarvis, antigo piloto da Audi Sport Team Joest, hoje servindo à Mazda na IMSA e à equipe KCMG Racing no Intercontinental GT Challenge, com um Nissan.

Mas até o momento, nem um, nem outro, foram confirmados oficialmente.

Pipo, de 25 anos, vai para sua quinta participação nas 24h de Le Mans, com um retrospecto 100% à chegada: completou as quatro provas anteriores, com direito a pódio na classe LMGTE-PRO em 2017, quando defendeu a Ford Chip Ganassi Racing. Na edição passada, foi 5º colocado numa terceira Ferrari 488 GTE inscrita pela AF Corse para ele, Toni Vilander e Antonio Giovinazzi, hoje na Fórmula 1.

“Estou extremamente animado para voltar na LMGTE-PRO, que é a categoria mais emocionante e difícil em Le Mans e no WEC”, disse Derani. “É uma oportunidade fantástica para mim estar de volta, pilotando uma Ferrari, já que estava correndo pela marca no ano passado. Estou muito feliz por defender a Risi, uma grande equipe que vem mostrando o potencial da Ferrari não só na América, mas também em Le Mans.”

“Le Mans é uma corrida clássica e a equipe está sempre bem preparada para ela. Após conquistarmos dois pódios em anos recentes, estamos prontos para dar o próximo passo”, garante o Team Principal Giuseppe Risi.

Sucesso ao Pipo!

5 comentários

  1. Ivair disse:

    Rodrigo o Pipo é merecedor! Bom piloto de Protótipos e GT! Parabéns

  2. Marcelo Ivo disse:

    Ótima notícia.
    Qual é melhor: Risi ou AF Corse?

    • Rodrigo Mattar disse:

      A AF Corse é o time oficial da Ferrari. A Risi tem mais cancha de Le Mans, mas não corre todas as provas do ano. É difícil dizer qual das equipes é melhor, Marcelo.

  3. Diogo disse:

    Mattar, considerando os boatos e o vai-e-vem da formação do grid, podemos ter mais brasileiros no grid de Le Mans? (Di Grassi, Barrichello, Nasr)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>