MENU

6 de abril de 2019 - 18:03Automobilismo Nacional, Endurance Brasil

“Seu” Carlinhos

Steyer 88

O Chevette #5 que dividiu com Victor Steyer no Gaúcho de Marcas nos anos 1980 fez de Carlinhos de Andrade uma lenda do automobilismo gaúcho (Foto: Blog do Sanco/Reprodução)

RIO DE JANEIRO (Triste…) – A vida é um sopro…

Há uma semana, lá estava eu em Curitiba acompanhando a abertura da temporada 2019 do Império Endurance Brasil.

Como costumo fazer durante as corridas que assisto in loco, vou de boxe em boxe, equipe por equipe, recolhendo informações e impressões.

De repente, me detenho um pouco mais numa escuderia em especial: a MC Tubarão.

Não era um fim de semana auspicioso até antes da quadriculada e do pódio: o #32 do Mauro Kern e do Paulo Sousa foi danificado numa batida. O #5 ficou muito tempo nos boxes com um problema eletrônico. E uma pessoa me disse sobre o novo carro comprado junto à JLM Racing de Juliano Moro.

“Vamos fazer esse carro funcionar do nosso jeito”.

Essa pessoa em questão nos deixou hoje, de forma abrupta, repentina, inesperada, chocante até.

O “Seu” Carlinhos de Andrade, o patriarca da equipe MC Tubarão, lenda do automobilismo gaúcho, reserva moral do Endurance Brasil (não sei quem disse isso, li no Facebook e adorei) morreu hoje, aos 66 anos.

Infarto fulminante.

Pois é, leitores. Em uma semana, tudo vira tristeza.

“Seu” Carlinhos foi e continuará sendo muito querido por todos nós que amamos o esporte. Tenho certeza disso. Porque ele só deixou as melhores lembranças, além de lições enormes para quem trabalhou com ele.

Quatro décadas de dedicação que começaram com um Corcel II em 1979, passando pelo lendário Chevette do Regional de Marcas, que peguei do Blog do Sanco para ilustrar essa postagem-homenagem, além dos Opalas – até desaguar nos Esporte-Protótipos.

jpg

Sabedoria: “A educação não te obriga a praticar um esporte, mas o esporte te obriga a ter educação”. As lições do “Seu” Carlinhos ficarão na memória de nós todos (Foto: Blog Pitlane/Correio do Povo/Reprodução)

O primeiro Tubarão nasceu em 1996. Com criatividade e inventividade, revolucionaram o Endurance gaúcho e brasileiro. Muito do que se viu lá em Curitiba tem o dedo de “Seu” Carlinhos. Paixão, dedicação, comprometimento e seriedade. Isso nunca faltou na vida e na equipe MC Tubarão.

Ele era um cara tão foda, tão caprichoso e metódico, que tinha orgulho em exibir seu ferramental em ordem, tudo bonitinho. E não se enganem: ainda guiava uma enormidade. Ter passado dos 60 anos nunca foi problema. Quem era bom como “Seu” Carlinhos era, não desaprende.

Nunca.

O “Seu” Carlinhos não foi e sempre será apenas o pai do Né, do Denti e do Tiel. Foi e continuará sendo o pai de muita gente no esporte. Um exemplo como ser humano e profissional. Daqueles que de quando em quando pintam na vida da gente pra somar.

Tenho certeza que de onde estiver, o nosso querido Carlinhos de Andrade estará olhando pra toda a equipe MC Tubarão e pedindo para que sigam em frente. A dor é imensurável. As perdas brutais são assim.

Mas a vida, mesmo que continue sendo um sopro, segue seu curso como tem que ser.

Um abraço no Né e no Tiel será pouco para expressar o sentimento de profunda tristeza que carregamos agora.

“Seu” Carlinhos, muito obrigado por ter existido. Agradeço muito por ter lhe conhecido. E principalmente, agradeço também pelo prestígio e pela admiração que sempre dispensaste ao nosso trabalho na TV e nas pistas. Mas lamento demais não ter me despedido com um abraço caloroso lá em Curitiba, quando vocês já estavam desmontando tudo pra voltar à oficina em Campo Bom.

Compartilhar

2 comentários

  1. Fabiano Zanon disse:

    Poxa… difícil falar…

    UM MONSTRO DO AUTOMOBILISMO

    Sexta Feira as 21:30 terá programa AO VIVO em HOMENAGEM ao “Seu” Carlinhos, no facebook da Mais TV.

    link no meu blog:
    http://www.guascar79.blogspot.com

    VAI COM DEUS GRANDE AMIGO!!!!

  2. Leandro Sanco disse:

    Grande piloto, preparador, chefe de equipe, organizador, pai de família…
    Carlinhos transformou a Mecânica Carlinhos em uma referência de entusiasmo pelo automobilismo. Com o Tubarão, aproximou as corridas do publico, que se identificava com aquele carro e tinha a torcida espontânea dos fãs. Vencedor em todas as categorias nas quais participou, Carlinhos era de uma integridade e capricho como poucos e se dizia muito feliz e realizado por ter construído a sua equipe dos sonhos, com seus próprios filhos. Filhos esses que continuarão levando seus valores e o nome da MC Tubarão daqui para a frente. Vai com Deus, amigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *