MENU

25 de abril de 2019 - 00:52International GT Open

Temporada do International GT Open abre com 25 carros

19-02-GT-Open-group

Novas máquinas, equipes e pilotos: o colorido do GT Open está de volta para a abertura do campeonato 2019 em Paul Ricard, num tempo em que as competições de Grã-Turismo estão caindo no gosto do público em todos os níveis

RIO DE JANEIRO (atualizado quinta-feira, 12h30) – A longa espera chegou ao fim: começa nesta quinta-feira com sessões privadas de testes não oficiais a temporada 2019 do International GT Open. A competição ganhou corpo nos últimos anos e a expectativa é a melhor possível para este ano, com a chegada de novas equipes e máquinas, além de um calendário em pistas por onde passa a Fórmula 1 na Europa.

A lista inicial apresenta 25 bólidos, mas pode ser que no grid de largada tenhamos menos competidores, porque a Antonelli Motorsport leva três Mercedes-AMG GT3 para Le Castellet, sem confirmar formações por completo. Giuseppe Cipriani estaria a princípio sozinho num dos bólidos e Davide Roda não tem companheiro definido, por enquanto.

Daniel Zampieri, sim: seu parceiro no carro #6 será Alessio Rovera, anunciado logo após a divulgação da lista de entradas.

Outro time que vai com um piloto só num de seus carros é a Olimp Racing, da Polônia: Stanislaw Jedlinski foi apontado como o único a guiar o Audi R8 LMS EVO com o dorsal #5. Na segunda inscrição, estão Marcin Jedlinski e Mateusz Lisovski, com o número #77.

Novidade para 2019 é a versão atualizada do Bentley Continental, inscrita pela Petri Corse: a princípio, um dos pilotos seria o holandês Meindert Van Buuren, mas ele não estará em Paul Ricard ao lado de Petru Umbrarescu, da Romênia. Foi chamado Jules Gounon, que conhece muito bem o traçado de Paul Ricard e é piloto da Bentley M-Sport no Blancpain GT Series Endurance.

O modelo britânico não é o único “zero-bala” na categoria em 2019. Chegam também o novíssimo McLaren 720S e o Aston Martin AMR GT3.

Com pinta de sensação das pistas, o 720S construído em Woking será alinhado pela Teo Martín Motorsport, com três duplas: Andrés Saravia/Fran Rueda, os brasileiros Allam Khodair/Marcelo Hahn e também Martin Kodric/Henrique Chaves. A Optimum Motorsport terá Bradley Ellis e Oliver Wilkinson, que trocam o Audi pelo modelo do construtor de Gatwick.

Os Lamborghini Huracán GT3 continuam em grande número no plantel. Serão oito, sendo cinco deles na versão EVO, com grandes modificações de aerodinâmica. As novidades são a Emil Frey Racing estreando como equipe cliente da marca de Sant’Agata com Giacomo Altoè/Albert Costa e Norbert Siedler/Mikaël Grenier, além da parceria entre a Ratón Racing e a Target, que alinharão dois carros para Alberto Di Folco/Christoph Lenz e Jiatong Liang/Raffaele Gianmaria.

Ainda com versões “antigas” do modelo italiano, figuram no plantel a Vincenzo Sospiri Racing, com uma nova dupla formada por Frederik Schandorff/Kang Ling e também a Daiko Lazarus Racing, que alinhará Eliseo Martinez/Fabio Onidi (Toby Sowery fora anunciado, mas acabou substituído) e Nicola De Marco/Nicolas Pöhler.

Com o quinto e último EVO da Lamborghini, vem a Ombra Racing, que igualmente tem caras novas em 2019, trazendo Federico Leo (campeão do GT Open em 2012) ao lado do malaio Najiy Razak.

Campeã da classe Pro-Am em 2018, a SPS Automotive Performance dobra a aposta e traz para seu guarda-chuva a dupla formada por Miguel Ramos e Fabrizio Crestani, para fazer companhia a Tom Onslow-Cole/Valentin Pierburg. Em parceria com a Rowe Racing, que dará o suporte e a assistência nas pistas, Kenny Habul estreia no GT Open junto ao bom piloto alemão Thomas Jäger, para engrossar a disputa pelo título na classe Pro-Am.

Mais duas Mercedes-AMG GT3 figuram na relação de inscritos para Paul Ricard: os portugueses Antônio Coimbra e Luís Silva regressam com o #99 da Sports & You para brigar pelo título da divisão dos amadores, com Alexander Hrachowina/Martin Konrad novamente como adversários – mas desta vez com um importante reforço fora da pista: o coach da dupla é ninguém menos que Bernd Schneider, considerado o melhor piloto da história da marca da estrela de três pontas no que se refere a Grã-Turismo.

Por fim, duas Ferrari 488 GT3 completam o lote de carros: a Spirit of Race será representada por Matt Griffin e Duncan Russell Cameron num carro e no outro, em parceria com a britânica Tempesta Racing, estreia Christopher Froggatt ao lado de Eddie Cheever III, filho de Eddie Cheever, antigo piloto de Fórmula 1 e campeão da Indy 500 em 1998.

A relação inicial aponta 11 inscritos na divisão Pro, outros 10 na Pro-Am (subclasse dos brasileiros Hahn e Khodair) e os demais na Am. As corridas acontecerão sábado e domingo, com largada às 10h30 para a prova #1 com duração de 70 minutos e às 10h para a prova #2, que será disputada em 60 minutos. Todas as corridas serão replicadas no blog, em streaming ao vivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *