MENU

22 de maio de 2019 - 12:47Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (445)

23773

Um campeão do presente (na época da foto) e os protagonistas da maior rivalidade da Fórmula 1 dos anos 1980: Alain Prost, Niki Lauda e Ayrton Senna subiram juntos ao pódio pela última vez em Zandvoort, no último triunfo do austríaco – que morreu segunda-feira passada, aos 70 anos

RIO DE JANEIRO - Um registro para a história: a foto mostra Alain Prost, Niki Lauda e Ayrton Senna no pódio daquela que foi a última vitória do austríaco, que morreu aos 70 anos na última segunda-feira. Foi no dia 25 de agosto de 1985, no GP da Holanda, em Zandvoort.

Lauda, que anunciara sua aposentadoria (daquela vez, definitiva) na ocasião do GP da Áustria, disputado exatamente na semana anterior – e abandonara diante de sua torcida – queria ao menos ganhar mais uma naquela temporada, para comprovar que era realmente digno do número #1 ostentado na carenagem de sua McLaren TAG Porsche, por conta do tricampeonato de 1984.

O piloto não só liderou a prova a partir da 34ª volta como resistiu à pressão do companheiro de equipe Alain Prost, para ganhar por apenas 0″232 aquela que seria a 25ª conquista da carreira. Na época, além de Lauda, Jim Clark tinha 25 vitórias e é bom lembrar que o recorde ainda era de Jackie Stewart, com 27 – desde 5 de agosto de 1973.

Prost – que viria a ser campeão mundial naquele mesmo ano – tinha 20 triunfos na época. E Ayrton Senna, que se recuperava de um início não muito feliz como piloto da Lotus, levou o 3º lugar numa disputa em que superou Michele Alboreto por milésimos, na última volta.

Há 34 anos, direto do túnel do tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>