MENU

22 de maio de 2019 - 09:46International GT Open

Duas estreias e 24 carros no GT Open em Hockenheim

19-05-Antonelli-Mercedes-and-group

A Mercedes da Antonelli Motorsport lidera o grupo de carros do GT Open rumo à Courbe des Signes, em Paul Ricard: o próximo desafio é em Hockenheim, numa inédita corrida do certame naquela pista (Foto: Fotospeedy)

RIO DE JANEIRO – Neste fim de semana, o International GT Open fará sua primeira aparição na Alemanha em cinco anos – e a primeira no traçado de Hockenheim, que desde o início dos anos 2000 não tem mais o famoso trecho da floresta de altíssima velocidade. Virou uma pista comum, com 4,5 km de extensão – curta demais para a Fórmula 1 e razoavelmente boa para carros de Turismo e Grã-Turismo.

É nesse cenário em que acontecerá a segunda corrida de um campeonato que começou com domínio da Emil Frey Racing na pista francesa de Le Castellet, em Paul Ricard, com pelo menos duas estreias aguardadas – ambas as equipes com o modelo Mercedes-AMG GT3, que será maioria no grid, num total de 10 bólidos – quase 50% do plantel de 24 carros anunciados.

A escuderia GetSpeed Performance, que prometera fazer algumas participações em 2019, levará o carro com o dorsal #11 para uma dupla de graduação bronze formada pelo norte-americano John Shoffner e pelo britânico Janine Hill. Ambos os diletantes são especialistas em provas do VLN em Nürburgring, ex-paraquedistas e têm 54 anos de idade.

Num outro bólido da marca da estrela de três pontas, Russell Ward e Indy Dontje regressam ao certame – desta vez com possibilidades de pontuar – numa inscrição Pro-Am na associação entre a Westward Racing e a HTP Motorsport, com o dorsal #33. Além do evento deste fim de semana, a parceria será vista em mais duas corridas – Silverstone e Barcelona.

Com a ausência da Petri Corse após uma estreia atribulada em Paul Ricard, além do retorno não visto da Olimp Racing e a estreia não concretizada do time de Üwe Alzen, que prometeu alinhar um Audi e até agora não apareceu, a outra novidade no plantel é a estreia de Darren Turner no Aston Martin #96 da Optimum Motorsport, como substituto de Bradley Ellis ao lado de Oliver Wilkinson – fazendo da dupla britânica forte candidata a fazer um bom papel na classe Pro-Am, que reúne o maior número de inscritos – 11 carros no total.

Líderes do campeonato, Albert Costa/Giacomo Altoè somam 23 pontos contra 18 da tripulação Pro-Am formada por Miguel Ramos/Fabrizio Crestani (SPS Performance Automotive) e 17 dos italianos Daniel Zampieri/Alessio Rovera, da Antonelli Motorsport. O sétimo lugar numa das provas da rodada inaugural deixou Allam Khodair/Marcelo Hahn, que mais uma vez estarão a bordo do McLaren 720S GT3 da Teo Martín Motorsport, em 10º na tabela, com quatro pontos.

Na subclasse Pro-Am, os comandantes da classificação são Raffaele Gianmaria/Jiatong Liang (Ratón Racing by Target), que somam 16 pontos; enquanto Hahn/Khodair têm o quarto posto, com oito. Na Am, pontuação máxima para Alexander Hrachowina/Martin Konrad após as duas primeiras corridas da temporada.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *