MENU

22 de maio de 2019 - 12:14Mundial de Endurance

Enquanto uns vão, outros…

Test-toyota-spa-2019-338-1

O Ginetta G60-LT-P1 tem sido testado em vários circuitos e esteve em Spa junto a vários outros carros que disputarão em junho as 24 Horas de Le Mans: Lawrence Tomlinson confirmou que reservou dois pedidos de inscrição para a próxima temporada

RIO DE JANEIRO - A debandada da BMW, se pegou muita gente de surpresa, diante de alguns rumores não deixou de ser uma novidade. E não é a única defecção de times atuais do Mundial de Endurance para a Super Season 2019/20, a 8ª temporada da história da categoria.

Também a DragonSpeed, em nome de um envolvimento maior com a Fórmula Indy, preferiu fechar seu programa no WEC nas classes LMP1 e LMP2. Porém, participações esparsas na temporada, principalmente em São Paulo, Spa-Francorchamps e Le Mans estão no radar da equipe de Elton Julian. Outra escuderia que se retira é a Clearwater Racing, de Singapura. A organização oriental prefere optar pela retirada após 13 anos de operações – os três últimos na competição mundial de resistência.

Mas o campeonato seguirá de pé e, como disse Gérard Neveu, montadoras vão e vêm.

Ontem, mais conhecido como terça-feira, o comitê de seleção do WEC recebeu os pedidos finais de inscrição para o próximo campeonato e muitas equipes já estavam confirmadas. e/ou com planos revelados Na LMP2, Cetilar Racing e United Autosports foram as primeiras novidades anunciadas, ao passo que o Racing Team Nederland (via TDS Racing) e a Signatech-Alpine Matmut seguirão firmes. Faltariam a Jackie Chan DC Racing e a Larbre Competition dos times atuais. E outras escuderias podem vir para a festa.

Na LMP1, quem pretende voltar é a Ginetta. Os carros britânicos, que apareceram em La Sarthe no ano passado – e depois disso ficaram fora do restante da atual Super Season – vêm treinando exaustivamente em diferentes pistas, já dotados do motor AER 2,4 litros biturbo, após a troca das unidades Mecachrome. Os protótipos – agora decorados na cor cinza – andaram em Motorland Aragón e, mais recentemente, em Spa-Francorchamps, onde Lawrence Tomlinson confirmou que fez um pedido de inscrição para dois carros.

New-Livery-Cetilar-Dallara-ELMS-2019-2

Caras novas no grid: com suporte da AF Corse, a Cetilar Racing estará no grid da classe LMP2 do Mundial de Endurance em 2019/20

A saída da BMW da LMGTE-PRO diminuirá o plantel e a situação poderá ficar mais dramática se ninguém alinhar os Ford GT EcoBoost, com o fim do apoio oficial de fábrica. Mas segundo o piloto britânico Harry Tincknell, há um trabalho nos bastidores para que os bólidos continuem. “Não posso dizer se vai acontecer em 100%, mas tudo está em boas mãos. Acho que vamos ver os Ford GT no grid no próximo campeonato. Todos os sinais são positivos, o carro é fantástico e pode correr por um bom tempo enquanto tiver condições”, garante.

Dos times da LMGTE-AM, a Project 1 Racing confirmou o compromisso de permanecer na competição e hoje foi a vez da TF Sport anunciar que tentará figurar no grid em 2019/20 com o novo Aston Martin AMR Vantage GTE, dotado do motor AMG 4 litros turbo.

A confirmação do plantel da Super Season 2019/20 (que tem boas chances de ser fechado com 36 carros), com início marcado para 1º de setembro em Silverstone (Inglaterra) deve acontecer no dia 14 de junho, quando acontece a tradicional coletiva de imprensa do Automobile Club de l’Ouest (ACO), por ocasião das 24 Horas de Le Mans deste ano. Aliás, o prólogo da competição será em Barcelona, no final de julho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>