MENU

22 de maio de 2019 - 07:42Mundial de Endurance

Mas… Já?!?

9ab7c51f5a623761090c320a5bed72ae

RIO DE JANEIRO (Auf wiedersehen) - A notícia com que abrimos a quarta-feira não chega a ser uma surpresa, porque já se comentava a respeito. A BMW confirmou que não estará no FIA WEC, o Mundial de Endurance, na temporada 2019/20, com seu modelo M8 GTE.

A confirmação veio através do diretor de motorsport da marca da Baviera, Jens Marquardt.

“Continuar com o envolvimento no WEC nos próximos anos não se encaixa na nossa direção”, justificou. “Por outro lado a presença da BMW M Motorsport é salvaguardada por corridas de clientes no DTM na Europa e também na Ásia, bem como a série IMSA na América do Norte”, raciocina Marquardt.

“A série IMSA desempenha um papel central para nós e está se desenvolvendo bem. Em termos de mercado, os EUA são importantes e por isso é apropriado construir uma ponte direta para os nossos modelos de produção através do M8 GTE”, disse.

“Gostaríamos de agradecer ao BMW Team MTEK por sua dedicação nos últimos anos. Desejamos ao WEC tudo de bom e esperamos que a categoria continue em progresso”, finalizou.

As 24 Horas de Le Mans serão portanto a última corrida da equipe oficial de fábrica neste projeto que durou pouco mais de um ano, desde a apresentação oficial do carro até o próximo dia 16 de junho, quando se encerra a participação da BMW no WEC. Na Super Season 2018/19, a marca não venceu corridas, está em último entre os cinco construtores inscritos, e teve apenas dois pódios em Fuji e Sebring.

Em comunicado, o diretor da MTEK Ernst Knoors lamenta o fim da parceria.

“É claro que temos de respeitar a opinião da BMW, mas estamos agradecidos pelas oportunidades recebidas nos últimos anos. Nosso foco total está agora em Le Mans, onde visamos mostrar um bom desempenho dentro das possibilidades que temos com o BoP. Ao mesmo tempo, procuraremos opções para outros projetos”, garante.

“O WEC seria a opção mais lógica”, disse Knoors. “Mas conhecemos o caminho no DTM e também estamos olhando seriamente para outras oportunidades”, finalizou.

A saída da BMW – que se concentrará em outros projetos, notadamente o ABB FIA Fórmula E – deixa a classe LMGTE-PRO para a temporada 2019/20 com, por enquanto, três fabricantes confirmadas: Ferrari (via AF Corse), Porsche e Aston Martin. A Ford sai oficialmente também após as 24 Horas de Le Mans, mas a Multimatic e a Chip Ganassi Racing trabalham para continuar o programa.

4 comentários

  1. Sergio Luis dos Santos disse:

    Daqui a pouco o Farfus só vai ter opção de voltar para a DTM e/ou continuar com a Hyundai no WTCR….

    • Rodrigo Mattar disse:

      Não, Sergio. Existe a opção de fazer o Intercontinental GT Challenge, 24h de Nürburgring, provas da IMSA e até Le Mans, se a equipe de Bobby Rahal for para La Sarthe em 2020 – o que passa a ser bem factível.

  2. LUIS FELIPE BEZERRA disse:

    BMW…..sempre agindo como dono da bola

  3. Gabriel Medina, O outro disse:

    Ninguém abandona um campeonato como a BMW…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>