24 Horas de Le Mans, treino #1: Toyota conquista pole provisória, com susto…

2

Le Mans Test

LE MANS (Pista, só amanhã) – Sem credenciamento, o escriba aqui não teve como finalmente ir ao lendário Circuit de la Sarthe. Explico: o acesso não é permitido por conta do fechamento de estradas justamente para a realização dos treinos. Como a pista das 24 Horas de Le Mans é semi-permanente e só chegamos na cidade por volta de 20h25 locais, não foi possível acompanhar o primeiro treino de perto.

Mas o leitor do blog não fica sem informação: a Toyota conquistou a pole provisória, confirmando o favoritismo destacado – mas com um enorme susto apanhado pelo carro #7 guiado por Mike Conway, já com o melhor tempo de 3’17″161 alcançado por Kamui Kobayashi, mais do que garantido.

É que Conway, de repente, pegou pela proa um protótipo LMP2 que saíra da pista nas Chicanes Ford e tentava voltar à pista de forma tão perigosa quanto ridícula, cortesia do mexicano Roberto González, da DragonSpeed. Os danos não foram felizmente tão sérios e ambos os carros retornaram para dar sequência aos treinos.

Egor Orudzhev surpreendeu com o #17 da SMP Racing e foi o segundo mais rápido da sessão, com 3’17″633, apenas 0″472 mais lento que Kobayashi. Thomas Laurent foi o terceiro com o carro #3 da Rebellion, rodando na casa de 3’19”, enquanto Fernando Alonso foi o quarto colocado – 3’19″632.

Bruno Senna fez a sétima marca com o Rebellion R13 Gibson #1: o brasileiro completou 16 voltas, a melhor em 3’20″297, apenas trinta centésimos melhor que o colega de equipe Neel Jani.

Apesar do incidente ao longo do primeiro treino classificatório, a DragonSpeed começou bem em relação às rivais da LMP2. Pastor Maldonado marcou 3’26″804, somente um décimo de segundo melhor que Nico Lapierre. Ambos os pilotos e suas equipes estão “calçados” com pneus Michelin.

A United Autosports conseguiu um bom 3º posto com seu Ligier, seguida pela IDEC Sport Racing e a novata – em Le Mans – Duqueine Engineering. Rival da DragonSpeed e da Signatech-Alpine na luta pelo título neste fim de semana, a Jackie Chan DC Racing ficou com o sexto tempo, graças a Ho-Pin Tung.

André Negrão, parceiro de Lapierre e também de Pierre Thiriet, andou pouco hoje. Deu só oito voltas, a melhor delas em 3’28″978.

A Ford ditou a lei na LMGTE-PRO: numa sessão muito apertada, Harry Tincknell bateu o francês Patrick Pilet por apenas 0″028 – o tempo do britânico foi de 3’49″530, na corrida que marca a despedida do construtor de Detroit a nível oficial na competição e nas 24 Horas de Le Mans.

Alex Lynn fez o melhor tempo em grande parte da sessão, mas acabou em 3º lugar com o Aston Martin #97, seguido por mais outros três Porsche 911 RSR GTE, respectivamente com Fred Makowiecki, Gimmi Bruni e Mathieu Jaminet.

Hoje, dentre os três brasileiros a bordo nos carros da categoria principal de Grã-Turismo, Pipo Derani fez 3’52″997 com a Ferrari da Risi Competizione. Augusto Farfus deu 13 voltas e a mais rápida do piloto da BMW foi 3’53″511. Daniel Serra completou um giro a menos e fez 3’54″119.

Já na LMGTE-AM, o melhor tempo foi do francês Julien Andlauer – 3’53″408, pouco mais de um décimo superior a Pedro Lamy no Aston Martin V8 Vantage GTE – com um carro idêntico, só que da TF Sport, Charlie Eastwood foi o terceiro colocado.

Rodrigo Baptista fez sua melhor volta com a Ferrari 488 GTE da JMW Motorsport em 3’59″061. Sem ir à pista mais cedo, Felipe Fraga marcou 3’59″811 com o Ford GT EcoBoost da Keating Motorsports.

O treino que abriu a definição do grid de largada – que acontece nesta quinta-feira em La Sarthe – não contou com um dos 62 carros inscritos: o Porsche 911 RSR GTE da Dempsey Racing-Proton sofreu um fortíssimo acidente com Tracy Krohn a bordo.

Segundo informações, já que não houve registros mais precisos, a saída de pista foi na segunda chicane do retão Les Hunaudières, com Krohn destruindo o carro em alta velocidade. O piloto felizmente está bem, mas o carro, não: o #99 periga não disputar a prova de Le Mans neste fim de semana. Vamos ver se Krohn decide competir…

Se liga no recado: os canais Fox Sports vão transmitir neste sábado e domingo as 24 Horas de Le Mans, com uma janela de 10 às 16h de Brasília, afora uma atualização após a Nascar, ainda no sábado. Domingo, a transmissão das horas finais começa às 8h de Brasília.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

2 Comentários

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames