MENU

14 de junho de 2019 - 15:24Mundial de Endurance

Confirmados 33 carros para o WEC 2019/20

2019-20-wec-entry-730x1010

LE MANS - Hoje cedo, o Automobile Club de l’Ouest e o CEO do WEC Gérard Neveu anunciaram na tradicional coletiva de imprensa do órgão organizador das 24 Horas de Le Mans a lista completa de inscritos para o Mundial de Endurance na temporada 2019/20, que será também a última dos protótipos LMP1 no atual formato.

A saída de Ford e BMW da competição reduz o grid. Outras equipes também batem em retirada, porém há novas adesões à categoria, que terá 33 carros Full Season – sendo 16 deles Esporte-Protótipos e 17 Grã-Turismo. No total, serão oito LMP1, outros oito LMP2, apenas seis LMGTE-PRO e onze LMGTE-AM. Pelo visto, de nada valeu o esforço de última hora da Multimatic para manter o Ford GT EcoBoost na ativa – mas há quem diga que nem tudo está perdido… será mesmo?

A classe LMP1 terá igualmente uma redução no número de competidores esperado, porque a austríaca ByKolles decidiu por não fazer o campeonato inteiro. Em contrapartida, o Team LNT regressa para alinhar enfim os seus dois protótipos Ginetta G60-LT LMP1 que terão motores AER Biturbo, os mesmos da SMP Racing.

Na LMP2, além das já anunciadas entradas  de United Autosports e Cetilar, o grid terá ainda a estreia da suíça Cool Racing e dos dinamarqueses da High Class Racing, que disputam este ano sua primeira 24h de Le Mans. De resto, haverá ainda as participações do Racing Team Nederland com a TDS Racing dando suporte; a Signatech-Alpíne Elf (que confirmou a contratação do ótimo Thomas Laurent, piloto reserva da Toyota); a Jackie Chan DC Racing e também a Jota Sport, cujo lineup já era conhecido antes da última etapa.

Sem Ford e BMW, o show não pode parar e a LMGTE-PRO ficará mesmo com Ferrari, via AF Corse, Porsche (com uma versão EVO do 911 RSR GTE e Aston Martin). Serão seis bólidos apenas e nada impede que qualquer um dos três times tenha inscrições suplementares nas etapas de 2019/20.

Já a LMGTE-AM consegue a façanha de aumentar seu plantel, mesmo que o total de construtores seja de exatamente três: Aston Martin, Porsche e Ferrari. A volta da AF Corse, com François Perrodo como cliente, já era esperada. A estreia da Red River Racing, que disputou o Asian Le Mans Series com um velho Aston Martin em parceria com a TF Sport, esta sim, é uma novidade.

Também aconteceu que a Project 1 Racing, que pode ser campeã neste fim de semana, amplia suas operações e terá dois Porsches no novo certame que começa em 1º de setembro com a disputa das 4h de Silverstone.

1 comentário

  1. Fernando Silva disse:

    Uma pena a saída da Ford e da BMW…principalmente porque não teremos a possibilidade de ver esses carros nas 6h de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>