Confirmados 33 carros para o WEC 2019/20

C

2019-20-wec-entry-730x1010

LE MANS – Hoje cedo, o Automobile Club de l’Ouest e o CEO do WEC Gérard Neveu anunciaram na tradicional coletiva de imprensa do órgão organizador das 24 Horas de Le Mans a lista completa de inscritos para o Mundial de Endurance na temporada 2019/20, que será também a última dos protótipos LMP1 no atual formato.

A saída de Ford e BMW da competição reduz o grid. Outras equipes também batem em retirada, porém há novas adesões à categoria, que terá 33 carros Full Season – sendo 16 deles Esporte-Protótipos e 17 Grã-Turismo. No total, serão oito LMP1, outros oito LMP2, apenas seis LMGTE-PRO e onze LMGTE-AM. Pelo visto, de nada valeu o esforço de última hora da Multimatic para manter o Ford GT EcoBoost na ativa – mas há quem diga que nem tudo está perdido… será mesmo?

A classe LMP1 terá igualmente uma redução no número de competidores esperado, porque a austríaca ByKolles decidiu por não fazer o campeonato inteiro. Em contrapartida, o Team LNT regressa para alinhar enfim os seus dois protótipos Ginetta G60-LT LMP1 que terão motores AER Biturbo, os mesmos da SMP Racing.

Na LMP2, além das já anunciadas entradas  de United Autosports e Cetilar, o grid terá ainda a estreia da suíça Cool Racing e dos dinamarqueses da High Class Racing, que disputam este ano sua primeira 24h de Le Mans. De resto, haverá ainda as participações do Racing Team Nederland com a TDS Racing dando suporte; a Signatech-Alpíne Elf (que confirmou a contratação do ótimo Thomas Laurent, piloto reserva da Toyota); a Jackie Chan DC Racing e também a Jota Sport, cujo lineup já era conhecido antes da última etapa.

Sem Ford e BMW, o show não pode parar e a LMGTE-PRO ficará mesmo com Ferrari, via AF Corse, Porsche (com uma versão EVO do 911 RSR GTE e Aston Martin). Serão seis bólidos apenas e nada impede que qualquer um dos três times tenha inscrições suplementares nas etapas de 2019/20.

Já a LMGTE-AM consegue a façanha de aumentar seu plantel, mesmo que o total de construtores seja de exatamente três: Aston Martin, Porsche e Ferrari. A volta da AF Corse, com François Perrodo como cliente, já era esperada. A estreia da Red River Racing, que disputou o Asian Le Mans Series com um velho Aston Martin em parceria com a TF Sport, esta sim, é uma novidade.

Também aconteceu que a Project 1 Racing, que pode ser campeã neste fim de semana, amplia suas operações e terá dois Porsches no novo certame que começa em 1º de setembro com a disputa das 4h de Silverstone.

Sobre o Autor

Rodrigo Mattar

2 Comentários

Por Rodrigo Mattar

Reclames

Perfil

Rodrigo Mattar, carioca de 49 anos. Apaixonado por automobilismo desde os nove, é jornalista especializado em esportes a motor desde 1998. Estagiou no Jornal do Brasil e numa assessoria de comunicação antes de ingressar na Rede Globo. Em 2003, foi para o SporTV, onde foi editor dos hoje extintos programas Grid Motor e Linha de Chegada. No mesmo ano, iniciou sua trajetória como comentarista, estreando numa transmissão de uma corrida de Stock Car, realizada no saudoso Autódromo de Jacarepaguá. Há sete anos, está no Fox Sports, atuando como editor responsável do programa Fox Nitro e comentarista de diversas categorias, entre as quais Rali Dakar, Nascar, MXGP, WTCC, WRC, FIA WEC, IMSA, Fórmula E, WTCR e Superbike Series Brasil. Conduz o blog A Mil Por Hora, agora no GRANDE PRÊMIO, desde 2008.

Arquivos

Categorias

Nuvem de Tags

Twitter

Reclames

Facebook

Mais reclames