MENU

24 de junho de 2019 - 18:48IMSA

IMSA: 37 carros para as 6h de Watkins Glen

2018 Watkins Glen

RIO DE JANEIRO – Vem aí mais uma edição das 6h de Watkins Glen: no próximo domingo, 37 carros vão se defrontar no tradicional circuito novaiorquino no retorno da série após a disputa das 24 Horas de Le Mans. Será a sexta etapa da temporada, terceira do Michelin Endurance Cup – campeonato paralelo composto pelas quatro provas de maior duração da temporada: 24h de Daytona, 12h de Sebring, 6h de Watkins Glen e as 10h de Road Atlanta (Petit Le Mans).

O plantel será composto por onze protótipos DPi, dois LMP2, oito GTLM e dezesseis GTD – para variar, a categoria dos FIA GT3 é a que apresenta o maior total de carros no grid.

As equipes da classe principal optaram por alternar dois e três pilotos em suas tripulações. A Penske (de Hélio Castrroneves, 3º colocado na classificação) e a Wayne Taylor Racing, acredito eu, optaram por uma questão estratégica ao manter apenas dois pilotos. A Juncos, por uma opção de custos. Os demais times formarão com três nomes e as tripulações têm consideráveis reforços.

Na AX Racing, dos líderes do campeonato Pipo Derani e Felipe Nasr, Eric Curran estará no #31 e Mike Conway, retido por problemas de visto por ocasião das 24h de Daytona, vai finalmente colaborar no carro #5 junto a Filipe Albuquerque e João Barbosa.

A Mazda traz Olivier Pla e Timo Bernhard, com Romain Dumas reforçando o Nissan DPi da CORE Autosport. A JDC-Miller terá Juan Piedrahita e Chris Miller em seus dois Cadillac DPi amarelos.

Após a ausência em Detroit, as escuderias PR1 Mathiasen Motorsports e Performance Tech Motorsports retornam com seus protótipos Oreca 07 de motor Gibson. Kyle Masson e Cameron Cassels chegam a esta etapa com quatro pontos de vantagem (99 a 95) sobre o vice-líder Matthew McMurry.

A GTLM tem as equipes de sempre com os pilotos de sempre: na Corvette, Doug Fehan contou a este que vos escreve, na plataforma de trem de Le Mans, quando esperávamos o TGV que nos levaria ao Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, que a equipe tem um carro reserva para substituir o acidentado em La Sarthe com Marcel Fässler. Portanto, zero de prejuízo para Oliver Gavin e Tommy Milner.

Earl Bamber e Laurens Vanthoor vêm de uma derrota dolorosa em Nürburgring para esta corrida com a liderança do campeonato no bolso do macacão, sete pontos à frente de Antonio Garcia e Jan Magnussen, a outra dupla da Corvette.

Na GTD, a novidade é o retorno da Black Swan Racing após o acidente sofrido pelo patrão e piloto Tim Pappas nos treinos para as 12h de Bathurst. Marco Seefried/Marc Miller/Dirk Werner formam a tripulação em Glen. A corrida também marca o regresso da Moorespeed, que saltou o evento de Detroit, da Montaplast by Land Motorsport e da Pfaff Motorsports, igualmente ausente na etapa anterior.

Felipe Fraga volta à categoria competindo na Mercedes-AMG GT3 #33 da Riley Motorsports junto a Ben Keating e Jeroen Bleekemolen, enquanto Bia Figueiredo reforça o #57 da Meyer Shank w/Heinricher Racing junto às meninas Christina Nielsen e Katherine Legge. O único lugar ainda não confirmado é o do Lamborghini #47 da equipe Precision Performance Motorsports.

Os pilotos Mario Farnbacher e Trent Hindman chegam à esta etapa como líderes do campeonato, somando quatro pontos de vantagem (84 a 80) para Townsend Bell e Frankie Montecalvo, da equipe AIM Vasser Sullivan.

O Fox Sports 2 deve transmitir ao vivo toda a disputa das 6h de Watkins Glen, o que será confirmado nos próximos dias.

Compartilhar

2 comentários

  1. Rodrigo botana disse:

    Mattar se esqueçwu de dizer que na lamborghini cup amerucana que faz preliminar da umsa tera a volta de bruno junqueira ás pistas depois de um.tempo parado e a estréia de paul.tracy na categoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *