MENU

4 de junho de 2019 - 00:24Miniaturas

Pequenas maravilhas – especial 24 Horas de Le Mans: Ford GT EcoBoost (2016)

IMG_20190603_174714071

RIO DE JANEIRO - A edição de 2019 das 24 Horas de Le Mans será a última do Ford GT EcoBoost como carro oficial de fábrica.

Uma pena, mas faz parte. A Ford tinha dito que o programa de Grã-Turismo duraria quatro anos e a promessa se cumpre. O campeonato da IMSA, que acaba mais para o fim do ano, marcará um ponto final do investimento da montadora do oval azul de Detroit – pelo menos com o GT EcoBoost.

Com produção de 250 unidades/ano a partir de 2017 e projeto do aerodinamicista Bernie Marcus, o EcoBoost veio suceder o projeto do Ford GT40 que foi lançado em 2006 e teve seu fim em 2009. Ao contrário do carro desenhado por Camilo Pardo, que tinha motor 5,4 litros V8 Supercharger, o EcoBoost tem motor 3,5 litros V6 Biturbo.  A versão de rua tem 656 HP de potência. No WEC e na IMSA, por restrições de regulamento, a potência não ultrapassa 500 cavalos.

O retorno da Ford em La Sarthe foi provocativo. Os quatro carros tinham numeração de #66 a #69, alusivas às quatro vitórias da primeira geração do Ford GT40, também conhecido como “Matador de Ferraris”.

A estreia do Ford GT EcoBoost em 2016 não poderia ter sido melhor: excetuando o #67, que teve problemas e atrasou-se, os demais carros terminaram a disputa na linha de frente e o #68 guiado por Joey Hand/Dirk Müller/Sébastien Bourdais fez as honras e venceu, justamente tendo como adversária uma Ferrari, da equipe Risi Competizione.

A trinca ganhadora na classe LMGTE-PRO completou 340 voltas e terminou a disputa em 18º lugar na geral.

Quem mandou a miniatura do Ford GT EcoBoost em versão de Autorama foi o Roque Campos. A réplica dele é em 1/24, fabricada pela alemã Carrera.

E vocês podem seguir o exemplo do Roque e de muitos outros apaixonados por miniaturas e réplicas. Se têm um modelo que competiu nas 24h de Le Mans, podem enviar para o e-mail [email protected], que serão publicadas assim que possível até o dia 15 – e muito provavelmente depois.

Felizmente o que não faltam aqui são opções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>