MENU

18 de junho de 2019 - 19:19Rali

Surpresa no WRC: Sordo vence Rali da Sardenha

2019616142659

RIO DE JANEIRO – Enquanto eu acompanhava o desfecho das 24h de Le Mans, me deparei nas redes sociais com uma notícia absolutamente surpreendente: o espanhol Dani Sordo, da Hyundai, foi o vencedor do Rali da Sardenha, 8ª etapa do calendário do Mundial de Rali, o WRC.

E o triunfo veio de forma dramática, uma vez que Ott Tänak, da Toyota, caminhava rumo ao que seria seu quarto triunfo no campeonato – a liderança do Mundial já era dele de qualquer forma, por conta dos problemas de Sébastien Ogier e Thierry Neuville. Mas o estoniano acabou ficando sem direção hidráulica, fazendo com que ele empreendesse um enorme esforço no volante para poder terminar a etapa final do Power Stage.

Com a falha mecânica, Tänak foi alijado do topo do pódio e terminou em quinto, a mais de um minuto e meio de Sordo, que já se contentava com a 2ª colocação. Foi apenas a segunda vitória do espanhol de 36 anos no WRC e a primeira após seis temporadas – a última (e primeira até domingo) fora de Citroën, na Alemanha, em 2013.

Não só a vitória de Sordo foi surprendente como o pódio inteiro, já que Teemu Suninen alcançou o segundo posto com o Ford da M-Sport e Andreas Mikkelsen, que liderou vários dos últimos estágios cronometrados da competição – Power Stage, inclusive – ficou em terceiro com um segundo Hyundai i20 WRC.

Os problemas que afastaram Ogier de qualquer possibilidade de resultados, assim como ao finlandês Jari-Matti Latvala, em fase de baixa na Toyota, possibilitaram aos pilotos do WRC2 Pro a chance de chegar ao top 10, com Kalle Rovanperä em nono e Jan Kopecky, atual campeão mundial da divisão, em décimo.

Enquanto o WRC só volta em agosto com o tradicional Rali da Finlândia, na terra dos Mil Lagos, foi decidido que a competição vai rumar à motorização híbrida a partir de 2022. A próxima geração dos carros da categoria terá sistemas elétricos padrão por um período de três temporadas. A partir de 2025, cada fabricante é que saberá de si mesmo. A FIA decidiu também por um único fornecedor de pneus para a competição pelo período de 2021 até 2024, pelo menos.

Resultado final do Rali da Sardenha:

1 – Sordo-Del Barrio (Hyundai i20 Coupe WRC) – 3.32’27″2
2 – Suninen-Lehtinen (Ford Fiesta WRC) – 13″7
3 – Mikkelsen-Jaeger (Hyundai i20 Coupe WRC) – 32″6
4 – Evans-Martin (Ford Fiesta WRC) – 33″5
5 – Tanak-Jarveoja (Toyota Yaris WRC) – 1’30″1
6 – Neuville-Gilsoul (Hyundai i20 Coupe WRC) – 2’06″7
7 – Lappi-Ferm (Citroen C3 WRC) – 2’59″6
8 – Meeke-Marshall (Toyota Yaris WRC) – 4’40″1
9 – Rovanpera-Halttunen (Skoda Fabia WRC2 Pro) – 8’24″6
10 – Kopecky-Dresler (Skoda Fabia WRC2 Pro) – 8″49″2

Classificação do campeonato após a 8ª etapa:

1. Ott Tänak – 150 pontos
2. Sébastien Ogier – 146
3. Thierry Neuville – 143
4. Elfyn Evans – 78
5. Teemu Suninen – 62
6. Kris Meeke – 60
7. Andreas Mikkelsen – 56
8. Dani Sordo – 52
9. Esapekka Lappi e Jari-Matti Latvala – 40
11. Sébastien Loeb – 39
12. Kalle Rovanperä – 14
13. Benito Guerra – 8
14. Gus Greensmith e Marco Bulacia Wilkinson – 6
16. Jan Kopecky – 5
17. Pontus Tidemand, Yoann Bonato e Mads Østberg – 4
20. Ole Christian Veiby, Pierre-Louis Loubet e Stéphane Sarrazin – 2
23. Emil Bergkvist, Pedro Heller, Adrien Fournaux, Janne Tuohino e Ricardo Triviño – 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *