MENU

7 de julho de 2019 - 20:20IMSA

Mazda pede bis e vence outra na IMSA

MazdaWin77

Eles não param de comemorar! Agora foram Tristan Nunez e Oliver Jarvis a ganhar para a Mazda (Foto: IMSA/Jake Galstad)

RIO DE JANEIRO - Uma é pouco. Duas vitórias, melhor ainda, pensou a Mazda na IMSA. E o Team Joest enfileirou, num espaço de uma semana, dois troféus na prateleira. Além do triunfo enfático em dobradinhas nas 6h de Watkins Glen, conquistaram outro hoje, no Mobil 1 SportsCar Grand Prix, disputado neste domingo no Canadian Tire Motorsport Park, em Bowmanville, no estado canadense de Ontário.

A pista de Mosport recebeu 33 carros na prova e Hélio Castroneves largou da pole, liderando nos primeiros instantes da disputa. Mas, a exemplo do último fim de semana, os Mazda RT24-P DPi estavam imparáveis e foi difícil segurar o ímpeto de Jonathan Bomarito a bordo do carro #55. O piloto dos EUA passou o brasileiro do Acura Team Penske e foi embora.

O domínio dos carros vermelho sangue não foi incomodado em grande parte da disputa. Dane Cameron e Juan Pablo Montoya juntaram-se a Oliver Jarvis/Tristan Nunez e mais Helinho e o parceiro deste, Ricky Taylor, para lutar pelo 2º lugar, já que Bomarito e o colega Harry Tincknell eram dominantes.

Mas as coisas começaram a acontecer: uma saída de pista do protótipo Oreca LMP2 guiado por Cameron Cassels gerou enfim o primeiro Safety Car na disputa. Foi o que o Team Penske e também a Action Express, com Pipo Derani/Felipe Nasr, imaginava para tentar discutir a vitória com os carros do Team Joest – que inverteram posições numa parada de rotina, quando a pistola usada na troca de pneus não funcionou no traseiro esquerdo do #55 de Bomarito/Tincknell, dando a liderança ao duo Jarvis/Nunez.

Logo após a bandeira verde, um baita susto: o brasileiro Victor Franzoni saiu da pista na temida curva 2, um ponto de enorme velocidade do traçado canadense. O piloto não conseguiu evitar a violenta pancada de seu Cadillac DPi-V.R na barreira de pneus. Carro destruído e prova em bandeira amarela, temeu-se pelo pior.

Mas felizmente a segurança passiva funcionou e Victor saiu dos destroços consciente e alerta, sendo levado primeiro ao centro médico do infield do circuito e depois a um hospital para uma checagem geral a fim de verificar se não havia lesões internas no corpo do garoto. O carro #50 da Juncos Racing ficou imprestável.

A direção de prova deu bandeira vermelha para o conserto da barreira de pneus num ponto perigoso da pista e a corrida relargou para menos de 15 minutos alucinantes. Em que ninguém conseguiu conter os Mazda e Pipo Derani, numa manobra sensacional, ainda conseguiu o 4º lugar – logo atrás de Juan Pablo Montoya/Dane Cameron, que assim seguem líderes do campeonato. Só que agora com três pontos de vantagem: 207 a 204.

Oliver Jarvis/Tristan Nunez completaram 125 voltas no total numa prova que, oficialmente, terminou com pouco mais de 2h48min, incluído o tempo de bandeira vermelha. Com o triunfo, a dupla alcançou o quarto lugar na classificação, beneficiada também pelo problema que tirou Filipe Albuquerque/João Barbosa da disputa, a cinco minutos do final.

Na LMP2, novamente faltou disputa e Matthew McMurry venceu com Dalton Kellett, terminando em 10º na geral, enquanto Cameron Cassels/Kyle Masson se contentaram em fechar a disputa várias voltas atrasados. Isso mudou a classificação do campeonato, com o piloto do #52 da PR1/Mathiasen voltando à ponta da tabela com 165 pontos, dois a mais que os rivais da Performance Tech.

A Porsche chegou ao quinto triunfo (consecutivo, é bom lembrar) em seis etapas na GTLM, com as estratégias determinando o quadro mais favorável ao construtor do cavalinho empinado de Stuttgart. Ganharam Earl Bamber/Laurens Vanthoor, que brigaram até os últimos instantes pelo triunfo com a BMW de Jesse Krohn/John Edwards, além do outro Porsche com Patrick Pilet/Nick Tandy e a segunda M8 GTE de Connor De Philippi/Tom Blomqvist.

Dessa vez, Ford e Corvette tiveram que se contentar em ficar nas posições de coadjuvante, com os C7.R sofrendo após a adição de 10 kg de lastro. Com três vitórias, Bamber/Vanthoor recuperam a dianteira na classificação com quatro pontos de frente para Tandy/Pilet e onze para Antonio Garcia/Jan Magnussen.

E na GTD, num repeteco do que aconteceu no último domingo, a Turner Motorsport discutiu a vitória com a Meyer Shank Racing e desta vez a BMW riu por último. Vitória de Robby Foley e Bill Auberlen, que triunfou pela 59ª vez na IMSA – a uma de igualar o recorde de Scott Pruett, que ganhou 60 vezes na série (incluindo Rolex SportsCar e ALMS, evidentemente).

Porém, Mario Farnbacher/Trent Hindman não podem e nem devem ficar tristes, pois com o segundo posto dispararam 19 pontos de avanço sobre Frankie Montecalvo/Townsend Bell, que chegaram em terceiro com o Lexus da AIM Vasser Sullivan Racing. Após andar em quinto na maior parte da disputa, alcançando inclusive o segundo posto em alguns momentos, Bia Figueiredo/Katherine Legge saíram da disputa com o sexto posto, perdendo nos instantes finais duas posições para os Porsches de Patrick Long/Patrick Lindsey e Scott Hargrove/Zach Robichon.

Agora os protótipos só voltam às pistas em agosto na etapa de Road America. GTLM e GTD terão a primeira de duas provas exclusivas deles, sendo a próxima em Lime Rock Park, o pequeno circuito de Connecticut, no próximo dia 20.

11 comentários

  1. Thiago disse:

    Salve Rodrigo!
    Sabe dizer o que houve com a prova no Fox??? Maior expectativa e deu água com a Nascar???? RS rs RS
    Forte abraço!!!!

    • Rodrigo Mattar disse:

      Problemas técnicos alheios à vontade do narrador e do comentarista.

      • Thiago disse:

        Sim, entendo que não tem culpa alguma e quem sou eu pra culpa-lo, sabe se terá a VT da prova ou se conseguirá disponibiliza-la aqui no blog???
        PS: Parabéns atrasado pelo excelente cobertura de LeMans

      • Rodrigo Mattar disse:

        Aqui no blog, só com a narração original. Quando estiver disponível, eu subo.
        PS.: obrigado pelo seu PS! heheheheheh

  2. ANDRE MINOTTO KNOPP disse:

    Correção:
    RODRIGO MATTAR, espero que tenhamos um “Para quem não viu:”, da prova do Weathertech no Mobil 1 SportsCar Grand Prix, 7ª etapa da série IMSA, que foi preterida em favor da Nascar no último domingo. Por favor!!!!!!
    Abraços,
    André Knopp- Recife/PE

  3. Alvaro Ferreira disse:

    Rodrigo, existe a hipótese de revisão do BoP por parte da Imsa ainda durante a temporada?
    Os Cadillacs não estão mais conseguindo acompanhar o ritmo…

  4. Rodrigo botana disse:

    Sei que a culpa não é sua mattar,sai para trabalhar hoje cedo programei para gravar o vt da imsa que voce dissse no twiter ontem que seria passado hoje as 7 da manha e fui ver agora a prova da imsa ,passou nascar no lugar o vt dela,palhaçada da fox sports isso

    • Rodrigo Mattar disse:

      Não fale assim nesse tom, companheiro. Palhaçada? Houve um problema técnico muito sério.

      A IMSA será exibida nesta semana ainda. Várias vezes, aliás.

  5. Felipe disse:

    10kg de lastro no meu C7.R é sacanagem.

  6. Antonio Vidal disse:

    PORSCHE+PORSCHE+PORSCHE+PORSCHE+PORSCHE = 5 x PORSCHE…TEMOS UM NOVO RECORDE NA GTLM!
    Saudações galera…também esperei pela transmissão, mas creio que de forma alguma podemos reclamar de uma emissora e equipe que tanto vem oferecendo em termos de transmissão de provas no automobilismo mundial…continuemos a aplaudir ao esforço da FOX SPORTS BRASIL…

    Força PORSCHEEEEE!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>