MENU

14 de julho de 2019 - 12:07Super Formula

Show de Kobayashi e domínio de Palou em Fuji

D_bgZNjVAAAkUxi

RIO DE JANEIRO – A quarta etapa do Super Formula, disputada neste domingo no Fuji Speedway, teve uma chuva inclemente que marcou não só a corrida, mas também todo o fim de semana, incluindo os treinos classificatórios. E quem pôde largar à frente se deu bem: o espanhol Álex Palou aproveitou a oportunidade e mostrou seu cartão de visitas na categoria.

O piloto da TCS Nakajima Racing fez a pole position e foi absoluto ao longo da prova, que começou com largada atrás do Safety Car, por questões de segurança. Sem precisar parar para reabastecimento ou trocar pneus, Palou dominou a situação ao seu bel prazer. Em dado momento, a diferença para o vice-líder Sho Tsuboi até deu uma diminuída, por conta de pequenos sustos que incluíram uma escapada na curva 1 do circuito. Mas Álex foi soberano e conquistou sua primeira vitória na Super Formula.

Que, aliás, quebrou três tabus – um deles, bem longo: havia 22 anos, desde a participação de Pedro de la Rosa (que inclusive foi campeão por lá) que um espanhol não vencia na principal categoria japonesa de monopostos. A Honda não triunfava com seus motores na pista (que é da rival Toyota) desde 2009 e a Nakajima Racing não vencia na categoria desde 2010, quando Takashi Kogure venceu em 8 de abril daquele ano, na abertura do campeonato, em Suzuka.

A corrida acabou encerrada com duas voltas antes do previsto, dentro do tempo limite de 1h35min por conta exatamente do mau tempo e com Palou fechando 13″359 na frente de Tsuboi, da equipe Inging-Cerumo.

Nick Cassidy foi o terceiro colocado, com Tomoki Nojiri e Kazuki Nakajima bem mais distantes, em quarto e quinto. Mas o piloto da corrida deste domingo foi, disparado, Kamui Kobayashi.

Após uma classificação pouco feliz no molhado, o piloto da Carrozzeria Team KCMG deu um show com ultrapassagens beirando o alto risco e galgando posições volta após volta. De penúltimo no grid de 20 pilotos, Koba conseguiu ainda a 6ª posição – e a pouco mais de um segundo de Nakajima, registre-se.

Com o segundo carro da Inging-Cerumo, Hiroaki Ishiura cruzou em sétimo, tendo Yuhi Sekiguchi completando os oito que pontuaram.

O mexicano Patricio “Pato” O’Ward fez sua estreia na categoria com o bólido do Team Mugen, antes guiado por Dan Ticktum. Um erro nos treinos classificatórios relegou o latino ao último lugar no grid. Ele soube ter paciência ao longo da competição e foi ganhando algumas posições até chegar em décimo-quarto.

Não fosse Ryo Hirakawa conseguir superá-lo após pagar um pênalti por desrespeitar o procedimento de relargada e talvez “Pato” chegasse em 13º. Longe de ser a estreia dos sonhos. Mas o garoto aprendeu na adversidade de uma corrida tremendamente difícil.

Com a vitória e o ponto extra da pole, Palou passou a terceiro no campeonato com 15 pontos. O pódio de Cassidy e a 11ª posição de Naoki Yamamoto, que inclusive deu uma rodada durante a corrida, fizeram a vantagem do líder baixar para cinco pontos, restando três corridas para o fim da temporada.

A 5ª etapa será no dia 18 de agosto no misto de Twin Ring Motegi.

Classificação do campeonato:

1. Naoki Yamamoto – 27 pontos
2. Nick Cassidy – 22
3. Álex Palou – 15
4. Sho Tsuboi – 12
5. Yuhi Sekiguchi, Kamui Kobayashi e Kenta Yamashita – 11
8. Tomoki Nojiri – 10
9. Lucas Auer e Nirei Fukuzumi – 8
11. Kazuya Oshima e Tadasuke Makino – 6
13. Yuji Kunimoto – 5
14. Kazuki Nakajima e Hiroaki Ishiura – 4
16. Dan Ticktum – 1

Compartilhar

1 comentário

  1. rodrigo botana disse:

    o espanhol alex palou correu em 2017 de f3 japonesa com bruno carneiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *