MENU

30 de agosto de 2019 - 14:13European Le Mans Series

ELMS: United Autosports domina treinos em Silverstone

22-United-ORECA-2019-ELMS-Silverstone-FP2

Um novo carro e uma injeção de ânimo na temporada da United Autosports: a equipe britânica dominou os dois treinos livres do ELMS nesta sexta em Silverstone

RIO DE JANEIRO – Na estreia de um novo chassis Oreca 07, a United Autosports dominou nesta sexta-feira os dois treinos livres para a quarta etapa da temporada 2019 do European Le Mans Series – que também, a exemplo do WEC, será disputada em duração de quatro horas.

O carro #22 que será guiado por Phil Hanson e Filipe Albuquerque – dois dos vários pilotos que vão dar ‘duplo expediente’ no fim de semana se revezando entre ELMS e WEC – foi o mais rápido no agregado das duas sessões, com o tempo de 1’43″134 para os 5,891 km de extensão do tradicional circuito britânico.

Ben Hanley, outro que se dividirá entre as duas categorias, porém com dois carros diferentes (no WEC vai de LMP1), foi o segundo mais veloz do dia com o #21 da DragonSpeed. O inglês fez sua melhor volta em 1’43″365, seguido do bicampeão da Fórmula E Jean-Éric Vergne, que divide o Aurus 01 da G-Drive Racing com os líderes do campeonato Roman Rusinov e Job Van Uitert.

O único Dallara inscrito na LMP2 acidentou-se mais cedo e inclusive provocou o fim prematuro da primeira sessão: o #45 da Carlin bateu forte com Jack Manchester a bordo e não se sabe se a equipe local terá condições de disputar a corrida deste fim de semana. Já o melhor dos Ligier JS P217 inscritos foi o #32 da United Autosports, com Alex Brundle.

A LMP3 fechou a sexta-feira com a Ultimate no topo da folha de tempos: a equipe francesa foi a mais veloz do grupo de 14 carros da divisão com o tempo de 1’54″040 marcado por Matthieu Lahaye. Ross Kaiser fez o segundo melhor tempo com o Ligier da 360 Racing e mais um francês – Yann Ehrlacher – registrou a terceira marca com o Norma da M.Racing.

O brasileiro Thomas Erdos, único piloto do país que disputará a prova do ELMS já que Bruno Senna ficou retido com a Rebellion no WEC, só andou no FP2. O experiente piloto completou 19 voltas, a mais rápida delas em 1’57″041. O melhor tempo do carro #2 nesta sexta-feira foi de Wayne Boyd – 1’55″265, oitavo na soma das duas sessões.

Na LMGTE, que reúne os sete carros anunciados para esta etapa, a Proton Competition prevaleceu com o #88, que de última hora assegurou dois pilotos para fazer o ‘double duty’ junto a Thomas Preining. Por sinal, o piloto austríaco foi o mais rápido do dia com 1’57″080, seis décimos melhor que o outro carro da equipe alemã, com o italiano Matteo Cairoli. Matt Griffin foi o terceiro, seguido por Michele Gatting e Giacomo Piccini.

Líder do campeonato, a Luzich Racing fez o sexto tempo com Nicklas Nielsen, mais um que estará dividido entre ELMS e WEC, no qual estreia neste fim de semana.

Fechados os treinos livres, amanhã é dia cheio para o Campeonato Europeu de Endurance: neste sábado, às 6h55 de Brasília, haverá a definição do grid de largada. A corrida será a partir de 10h30 da manhã, horário de Brasília. Tudo com streaming ao vivo replicado aqui no blog. Não percam!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *